In order to view this object you need Flash Player 9+ support!

Get Adobe Flash player
Joomla! Slideshow

VELO CAB2012


CONDENSADORES PARA AR CONDICIONADO

 

Condensadores para ar condicionado em caminhões e ônibus Qualidade garantida tem feito da DT Spare Parts a marca líder no Independent Aftermarket internacional para veículos comerciais. A gama completa de produtos inclui todas as peças de reposição necessárias para caminhões, trailers e autocarros, entre elas os condensadores para ar condicionado mais comercializados. Sob consulta, também fornecemos todos os outros componentes utilizados no circuito de ar condicionado e as respectivas mangueiras condutoras. Os sistemas de ar condicionado são fatores de segurança, pois numa cabine superaquecida, a capacidade de reação e a concentração do motorista diminuem consideravelmente. Um ar condicionado perfeitamente ajustado garante o máximo de segurança na condução com uma temperatura de trabalho agradável, mesmo com altas temperaturas fora do veículo. A função do ar condicionado é retirar o calor do ambiente e, com isso, regular a temperatura do ar. Além disso, ele retira a umidade do ar, evitando o embaçamento dos vidros. O compressor aspira o agente refrigerante gasoso do evaporador e o condensa. Do evaporador, o agente refrigerante é transportado ao condensador que se encontra diante do radiador do veículo. No condensador, o gás é resfriado pelo ar externo e liquefeito. Nesta fase, o calor retirado do agente refrigerante é transmitido ao ar ambiente. O secador acumula o agente refrigerante liquefeito e retira a sua umidade e as impurezas. Através da válvula de expansão, reduz-se a alta pressão do agente refrigerante que, em seguida, é injetado no evaporador. Devido à baixa pressão e à absorção do calor do ambiente, o agente refrigerante é superaquecido, tornando-se gasoso. O ar refrigerado é transferido ao interior do veículo, reduzindo a temperatura do ar.

 

NOVO MX 5 DA MAZDA

 

Novo Mazda MX-5 conquista 9 novos prémios

 

• Icónico roadster recheia expositor com prémios da Europa, Austrália e América do Norte •

 

Quarta geração do MX-5 aplaudida pelo seu fantástico valor e pelo prazer de condução inigualável

 

Dando continuidade à tradição dos seus antecessores, o novo Mazda MX-5 já conquistou nove novos prémios em 2016, alguns deles na Europa. Apresentado no último Verão, a nova geração do roadster já garantiu mais de dezena e meia de galardões, numa prestação que promete não ficar por aqui. A revista britânica “What Car?” elegeu a quarta geração do MX-5 como o melhor descapotável no Reino Unido, colocando-o à frente de candidatos de peso como o Audi A3 e o BMW Série 4, como o melhor descapotável abaixo das £25.000. O ícone da Mazda também integra o “Top 100 Cars 2016” do “The Sunday Times”, vencendo a categoria dos roadsters de dois lugares, batendo as propostas da Jaguar, Ferrari e Porsche. Em termos continentais, o novo MX-5 obteve o título de melhor descapotável importado para 2016 da revista alemã “Auto, Motor & Sport”, no âmbito dos seus “Best Cars 2016”, numa escolha dos seus leitores. Também conquistou o galardão de “Melhor Cabrio do Ano 2015” atribuído pela revista portuguesa “Turbo”, surgindo ainda à cabeça do estudo “GEOM Index 2015”, que analisou cerca de 800.000 avaliações de portais, blogs e fóruns espanhóis, todos da vertente automóvel. Na Austrália, o MX-5 foi nomeado “2016 Wheels Car of the Year”, da revista com o mesmo nome, galardão que o modelo conquista pela terceira vez na sua história, integrado num lote de 25 propostas de topo que foram alvo de análise (entre elas o Mazda CX- 3). Já o “US News & World Report” considerou-o como o “Best Sports Car for the Money 2016”, enquanto no Canadá foi considerado o “Melhor Desportivo do Ano 2016” pelo programa “Motoring TV” do canal TSN. Estas mais recentes distinções surgem como complemento de dois importantes galardões internacionais conquistados no final do ano passado, o ceptro de “Carro do Ano no Japão 2015-16”, o seu país de origem, e o também “Carro do Ano 2015-15” do Japan Automotive Hall of Fame. Acrescem-lhes os prémios de “Melhor Descapotável” da iniciativa “Carro do Ano 2015” da Irlanda e o de descapotável nº 1 da revista australiana “Drive”, nas suas escolhas dos melhores do pretérito ano. “Em termos de diversão por quilo, este pequeno roadster tem o mercado encurralado,” escreveu a revista “What Car?”. Algo com que a “Auto, Motor & Sport” concorda: ”oferecendo uma agilidade soberba e uma experiência de condução pura, graças às suas contidas dimensões e peso, a quarta geração do eterno MX-5 demonstra atingir o cariz de realeza de uma Aston Martin ou de uma Ferrari.” A equipa editorial do suplemento “Driving” do jornal “Sunday Times”, que elegeu o seu top-100 e os vencedores de cada categoria, viram-se igualmente inspirados: “Em estrada, o MX-5 muda de direcção como um lutador de boxe da categoria dos pesos-pluma, subindo livremente em rotações e permitindo usar-se toda a potência sem ter de se incomodar o controlo de tracção." Por seu lado, a “Turbo” refere ser “a essência do roadster concentrada em menos de quatro metros”.  Os compradores de automóveis têm correspondido com idêntico entusiasmo ao demonstrado pelos diferentes jurados dos galardões, como o comprova o facto das vendas na Europa terem quase quadruplicado no quarto trimestre de 2015. O modelo soma perto de um milhão de unidades vendidas ao longo de 27 anos, após o lançamento em 1989 do MX-5 original. Desde então, o lendário desportivo conquistou mais de 240 prémios em todo o mundo. Tendo iniciado a comercialização na Europa no inicio de Setembro, o novo MX-5 ostenta um visual mais agressivo do que o das suas três anteriores gerações, sendo o primeiro MX-5 equipado com a Tecnologia SKYACTIV, nele propondo-se uma escolha entre dois motores ultra eficientes a gasolina (de 131 CV e 160 CV), sendo ainda o primeiro MX-5 dotado de uma ampla variedade de modernos sistemas activos de segurança e de conectividade. Apesar destas evoluções, o MX-5 mantêm-se fiel à sua génese, da simplicidade decorrente do baixo peso ao puro prazer de condução, fruto da diminuição em 100 kg no peso do conjunto, face à sua terceira geração.

 

HYUNDAI EM DESTAQUE

HYUNDAI EM DESTAQUE

 

 

Novo Hyundai Tucson eleito“Carro do Ano 2016” em Espanha



  •  Novo Hyundai Tucson nomeado nos EUA como o “SUV Compacto com melhor relação Qualidade-Preço”

  •  Entre outras coisas, as duas nomeações destacam o design, a fiabilidade, o desempenho e a segurança do novo modelo da Hyundai.

Novo Hyundai Tucson eleito “Carro do Ano 2016” em Espanha e nomeado nos EUA como o “SUV Compacto com melhor relação Qualidade-Preço”  O Novo Hyundai Tucson volta a ser premiado, agora em Espanha e nos Estados Unidos da América.  Em Espanha, o Novo Hyundai Tucson conquista o troféu “Carro do Ano 2016”, o mais prestigiado prémio do país, organizado pelo jornal ABC.  As duas nomeações destacam o design, a fiabilidade, o desempenho e a segurança do automóvel. O Novo Hyundai Tucson venceu o troféu “Carro do Ano 2016”, o mais prestigiado prémio automóvel em Espanha, organizado pelo jornal ABC. O Novo Hyundai Tucson foi o vencedor deste prémio, tendo obtido 138 votos. Em 2º lugar ficou o Renault Kadjar com 89 votos, seguido do Opel Astra com 22 votos e que conquistou o 3º lugar. O troféu foi entregue à Hyundai na semana passada, numa cerimónia que contou com a presença do Presidente do Governo Espanhol em funções, Mariano Rajoy. Os fatores mais importantes para a conquista do prémio foram o design exterior e interior, a fiabilidade, o desempenho, a segurança e o seu valor de mercado. O prémio destaca a qualidade global do automóvel, a garantia de cinco anos sem limite de quilómetros e cinco anos de assistência em viagem reforçando a confiança da Hyundai nos seus veículos. Em Espanha, o troféu “Carro do Ano” é organizado pelo jornal ABC e o vencedor é selecionado por um júri de 37 jornalistas de diversos meios de comunicação, nomeadamente especializados entre jornais, revistas, televisão, rádio e agências. “Ganhar este prémio é uma grande conquista e reconhecimento para a Hyundai em termos de tecnologia, design e qualidade. É um grande passo para a marca em Espanha e na Europa”, referiu Leopoldo Satrustegui, diretor executivo da Hyundai em Espanha. Nos Estados Unidos da América, o Novo Hyundai Tucson foi também reconhecido como o SUV Compacto com melhor relação Qualidade-Preço pelo U.S. News & World Report. No segmento SUV, o Novo Hyundai Tucson teve nomeações de prestígio pelo seu valor excecional. “Ao receber esta prestigiada nomeação pelo U.S. News & World Report, o Novo Hyundai Tucson reforça o que a Hyundai pretende oferecer aos seus clientes, um estilo ousado, conveniência e segurança, tudo a um valor excecional”, disse Brandon Ramirez, Gestor Sénior do planeamento de produto da Hyundai Motor América. “A Hyundai continuará a desenvolver automóveis com recursos avançados de tecnologia e segurança e a oferecer grande valor com uma experiência de condução excecional.” A Best Cars avalia os automóveis com base na qualidade e no valor em 23 categorias. O veículo com a maior pontuação é nomeado o “automóvel com melhor relação qualidadepreço” nessa categoria. Os rankings avaliam os automóveis em termos de segurança, fiabilidade e as opiniões dos especialistas da indústria. O valor é medido pelo custo total dos cinco anos de propriedade do automóvel e o preço médio pago pelo veículo. “Os consumidores reconhecem a Hyundai como uma marca de valor”, referiu Jamie Page Deaton, editor do ranking U.S. News Best Car. “O Novo Hyundai Tucson é um SUV que oferece não só grande valor, mas também uma das melhores experiências de condução na sua classe.” O Novo Hyundai Tucson apresenta algumas novidades de equipamento de série que enfatizam a sua preocupação com a segurança, nomeadamente o Sistema de Assistência na Faixa de Rodagem (LKAS), a Função de Informação de Limite de Velocidade (SLIF) e o Sistema de Travagem Autónoma de Emergência (AEB), que alerta o condutor para situações de emergência inesperadas, travando de forma autónoma, se necessário. A segurança ativa do Novo Tucson é ainda reforçada com os Sistemas de Deteção de Ângulo Morto, de Alertas de Tráfego na Traseira e de Gestão de Estabilidade do Veículo. A confiança da Hyundai neste modelo é reforçada pela conquista da qualificação máxima 5 estrelas na Euro NCAP e do prémio "PICK 2015 TOP SAFETY +” atribuído pelo Instituto de Seguro para Segurança de Rodovia (IIHS), que posicionam o Novo Hyundai Tucson como um dos veículos mais seguros e bem equipados no seu segmento.

 

SEAT LEON CUPRA

 

SEAT Leon CUPRA 290 – perfect in sport, comfort and style

 

SetRatioSize900650-003LEONCUPRA290 CopyOne of the best sports cars for everyday use now offers even more power and even more emotion. The CUPRA 290, the highly successful top version of the Leon range, now delivers 213 kW / 290 PS, guaranteeing outstanding performance paired with excellent efficiency. The stunning design, individual equipment options and excellent quality are further points that make the Leon CUPRA a very special proposition indeed. In true SEAT fashion, exceptional value-for-money is, of course, a given.


Among journalists and customers alike, the SEAT Leon CUPRA is much admired as a Sport Coupé, as a five-door and as a Sports Tourer. In the trade media cross Europe, the CUPRA immediately became a consistent winner in comparison tests; its owners love its design and road manners, as well as its premium look-and-feel.


“CUPRA is the essence of the SEAT brand and we continue to nurture and refine this icon,” says Luca de Meo, President of SEAT S.A. “The new CUPRA 290 displays SEAT expertise in full dimension. It’s a refined, high-performance vehicle that combines its expressive...

-
 

SERÁ ESTE O FUTURO DO AUTOMÓVEL????

SERÁ ESaa1 Copyaa2 Copyaa3 CopyTE O FUTURO DOS AUTOMÓVEIS?

 

Vejam estas imagens do que poderá ser o futuro do automóvel....

 

MAIS UM M PARA A FAMILIA BMW

MAIS UM M PARA A FAMILIA BMW

 

A marca alemã mostrou as primeiras imagens do novo serie M 7, que segundo a informação que obtivemos tem mais de 600 cv de potência....as imagens aqui estão, uma delicia a todos os niveis....

 


 

DT SPARE PARTS

 

Suporte para o dia a dia da oficina mecânica Instruções de montagem para produtos da DT Spare Parts ajudam mecânicos Com o crescimento contínuo da oferta de instruções de montagem de acesso livre, a Diesel Technic apoia os mecânicos de veículos comerciais na montagem de peças de reposição da marca DT Spare Parts. Explicações claras e notas de produtos úteis asseguram trabalhos sem problemas. Atualmente existem instruções de montagem para mais de 3 000 produtos da DT Spare Parts. Parceiros de distribuição da marca Premium no Aftermarket se beneficiam desse serviço, que se destina a evitar reclamações por erros de montagem. As instruções de montagem multilíngue são desenvolvidas por mestres mecânicos com muito conhecimento prático para veículos comerciais em colaboração com a redação técnica. Elas estão junto aos produtos e praticamente não podem deixar de ser vistas. Não havendo a possibilidade de se juntar uma instrução de montagem devido às características do produto (por exemplo, tambores de freio), um novo adesivo de fácil visualização estará indicando que ela poderá ser baixada online através do número do item. As instruções de montagem foram desenvolvidas principalmente para produtos relacionados à segurança, que deverão ser montados somente por mecânicos qualificados. E também para determinados produtos que apresentam problemas repetidos de montagem. A gestão de garantia na sede do Diesel Technic Group, na Alemanha, avalia essas informações regularmente e organiza, se necessário, a elaboração de uma instrução de montagem. Elas são um resultado do processo contínuo de melhoria na Diesel Technic. A marca DT Spare Parts oferece atualmente mais de 30 000 diferentes peças de reposição para caminhões, trailers, ônibus e furgões das marcas de veículos europeias. 

 

MODELO DEVERAS ESTRANHO

MODELO ESTRANHO

 

 

Vigillante (TriVette / TriVette Two)

The TriVette was first produced in 1974. Designed by Bob Keyes, a Physicist with 30 years of experience in the Aerospace and Defence business, The original vehicles used the Fiat 850cc engine which gave sporty performance and 3-wheeler economy at 50 - 65 mpg. The Vehicle had two seats with the passenger sitting behind the driver. Unlike many 3-wheelers at the time that were built as low performance vehicles the physics of the TriVette meant that it actually became more stable as its speed increased. In 1980 the Department of Transportation determined that the TriVette had a theoretical tip-over limit of 1.28 lateral "g", or a .5 lateral "g" safety margin over what the tires could deliver. This means the TriVette will slide long before it reaches the tip-over limit. This also meant the car actually out cornered many 4-wheeler sports cars like the Alfa Romeo Alfetta GT, BMW 530i, Fiat X1/9, Lotus Elite, and a Porsche 911S. Combined with the excellent braking of the vehicle orders were being placed for TriVettes with more powerful engines.

The Turbo TriVettes use a high performance 220 hp engine whilst still maintaining the weight at 1,140 pounds. This allows the vehicle to travel from 0 - 60mph in 3.5 seconds (non-turbo models use the Honda Civic engine). Because of this high speed characteristics a high speed pursuit vehicle was made for the California Highway Patrol under a grant from the National Science Foundation.

In 1993 the first Vigillante prototype appeared and has to currently be the most powerful road 3-wheeler in the world. Powered by a 700 hp Chevy engine this two seater is an enhanced version of the TriVette. Sprinting from 0 - 60mph in just 3 seconds and with a top speed of over 200 mph the Vigillante is quicker on acceleration and braking than a £634,500 (over $1 million) McLaren F1 road car, and comparable in cornering. The car has a maximum theoretical tip-over limit is calculated to be 3.27 lateral "g" and so the car will slide long before it reaches its tip-over limit. The vehicle is made from a light weight aluminium, honeycomb, foam, and composite tub, whilst the body work is a composite of aircraft fibreglass, Kevlar and carbon fibre in an epoxy matrix helping to keep the weight of the Vigillante down to 1,480 pounds.

 

 

The Vigillante is still in production with vehicles being made to order and a new TriVette Two that utilises the Honda Civic power train has recently been launched in a kit form. The TriVette Two is powered by a number of engines that includes the standard 106 hp Honda Civic engine, VW Golf engine, Ford Taurus (3 litre V6) engine, Cadillac NorthStar V8 or a Small Block 350 Chevy engine resulting in astounding performance figures. The front subframe, steering and front suspension are almost identical to the Vigillante whilst the rear bulkhead back uses the TriVette philosophy of incorporating the entire drive train from an existing vehicle. The TriVette Two also uses the same canopy as the Vigillante. This can be removed so that the vehicle can be driven as an open motorcycle or fitted to give full weather protection.1a Copy2a Copy3a Copy

 

O NOVO BMW M 2 FOI O ESCOLHIDO

O NOVO BMW M2 FOI O ESCOLIHIDO

 

O novo BMW M 2, foi o modelo selecionado pelos responsáveis da Moto GP, para servir de safety car esta época.Pinta é o que não falta ao novo modelo germânico.12654509 10205814533545515_727128161039349891_n_Copy12654650 10205814748470888_6284092104900345267_n_Copy12661976 10205814747470863_4266813507112966635_n_Copy12688182 10205814533745520_6066307130642741369_n_Copy12688182 10205814533745520_6066307130642741369_n_Copy12654650 10205814748470888_6284092104900345267_n_Copy12705321 10205814749910924_4336065186204520318_n_Copy

 

NOVO PEUGEOT TRAVELLER

NOVO PEUGEOT TRAVELLER

 

 

O lançamento do novo PEUGEOT Traveller sublinha a ambição da Marca de aplicar uma nova dinâmica a todos os segmentos. O PEUGEOT Traveller i-Lab apresenta a sua visão sobre o futuro das viagens empresariais. A conectividade revoluciona os serviços prestados numa experiência inédita e intuitiva. (…)”PEUGEOT TRAVELLERILAB_1601STYP001_CopyPEUGEOT TRAVELLERILAB_1601STYP006_CopyPEUGEOT TRAVELLERILAB_1601STYP007_CopyPEUGEOT TRAVELLERILAB_1601STYP014_EN_Copy

 

 

RPL CLIMA COM NOVO CATÁLOGO

RPL Clima: Novo catálogo 2016

Diversificado e com a novidade de incluir também produtos fora da esfera do ar condicionado automóvel.

 A RPL Clima lda, lança o novo catálogo para 2016 com várias novidades e produtos para Portugal.

Com estas novidades a empresa especialista em sistemas de ar condicionado automóvel, diversifica e implementa novos produtos para reparação e manutenção de sistemas de ar condicionado.

Será uma mais valia para os clientes da RPL Clima que podem aproveitar o canal para comprarem produtos a bom preço e com excelente qualidade.

Para mais informações contacte a RPL Clima pelo telefone nº 289381720, fax nº 289381729 ou email Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar .



CAPA LIGEIROS e PESADOS 2016

 

HELLA AVANÇA

Hella avança no campo da iluminação para máquinas agrícolas e industriais

Os novos desenvolvimentos visam melhorar as condições para o desempenho do trabalho em conforto, segurança e economia.

A Hella, empresa líder em iluminação continua a melhorar e expandir a sua oferta de luzes de trabalho, um campo cada vez mais regulado que se aplica a diferentes áreas de trabalho: máquinas de construção e camiões, serviços municipais e autoridades e sectores agrícola e florestal. Para este último o Grupo Hella está a desenvolver grandes avanços com o objetivo de promover melhores condições na área de trabalho e uma maior segurança através da correta iluminação do veículo.

Historicamente, a Hella foi pioneira no equipamento de luz de máquinas agrícolas e industriais. Desde que em 1960 criou a sua primeira lâmpada de trabalho, não pararam os progressos realizados. Primeiro veio a tecnologia de halogéneo, entre as quais se destacou o modelo Ultra Beam, o faról de trabalho com mais sucesso no mundo. Posteriormente, chegou o xénon em 2000, o que aumentou a saída de luz e vida útil da lâmpada. O passo seguinte foram as soluções modulares que permitem adaptar os faróis padrão a aplicações específicas. A partir de 2005 começou-se a trabalhar com tecnologia LED, que viria a revolucionar a indústria da iluminação.



2015 CW 47 LIGHTING DEUTZ_FAHR 3

 

DUAS ESTRELAS NO SALÃO DE MIAMI

 

Duas grandes potências no Salão Internacional de Náutica de Miami

 

 

•Veículo de competição Mercedes- AMG GT3;

 

•Barco de competição Cigarette Racing Team 41’ SD GT3

 

Duas marcas lendárias unidas mais uma vez no Salão Internacional de Náutica de Miami. A Mercedes-AMG e a Cigarette Racing uniram forças pelo sexto ano consecutivo para apresentar o barco da Cigarette Racing Team 41’ SD GT3 inspirado no veículo de competição Mercedes-AMG GT3. O barco de “cockpit aberto” mais potente de sempre produzido pela Cigarette Racing Team, o modelo 41’ SD GT3, une o estilo característico e a tecnologia de ponta do desportivo Mercedes-AMG GT3 em exposição ao seu lado. Tecnologia de competição inovadora, prestações impressionantes e design deslumbrante são características que definem a marca Mercedes-AMG. Desenvolvido em conformidade com as regras da competição FIA GT3, o Mercedes-AMG GT3 compete nas provas de competição mais disputadas a nível mundial. O veículo de competição GT3 é baseado no Mercedes-AMG GT S, que foi lançado na primavera de 2015 e estabeleceu numa nova referência no seu segmento. O Mercedes-AMG GT S forneceu os pré-requisitos ideais para o modelo de competição GT3 com o seu baixo centro de gravidade, perfeita distribuição de peso e uma largura das vias de grande dimensão. Esta configuração garante uma elevada estabilidade em curva, elevada aceleração lateral, excelente rapidez de resposta, um elevado nível de tração e um baixo momento 16C112 04_Copy16C112 10_Copyde inércia que permite um excelente comportamento em mudanças rápidas de direção. Nos diferentes circuitos do campeonato, todos estes atributos são vantajosos para o condutor atingir os primeiros lugares. A aceleração poderosa do Mercedes-AMG GT3 é assegurada pelo aperfeiçoado motor AMG V8 de 6.3 litros adotado do SLS AMG GT3. A tecnologia simples, a excelente fiabilidade, os longos intervalos de manutenção e os baixos custos de operação tornaram este poderoso motor atmosférico a escolha ideal para o novo modelo desportivo da AMG. Tal como a caixa de 7 velocidades AMG SpeedShift Dual Clutch no GT S, a caixa de seis velocidades sequencial de competição no GT3 está instalada no eixo traseiro, facilitando desta forma a distribuição ideal do peso. Os dois modelos de elevadas prestações também estão equipados com duplo triângulo da suspensão que é construído em alumínio quase na sua totalidade. Estas soluções demonstram mais uma vez a estreita ligação entre a tecnologia de produção em série e a tecnologia de competição utilizadas na AMG. Alimentado por 2 Motores Mercury Racing de 1100 CV O barco Cigarette Racing Team 41’ SD GT3 é alimentado por dois motores Mercury Racing de 1100 CV com propulsão NXT6. O barco de 41 pés de comprimento e 11 pés de largura, tem capacidade para atingir uma velocidade máxima superior a 100 mph para atingir grandes prestações na água, e pesa pouco mais de 20,000 lbs. Design, Equipamento e Cockpit com Elementos de Assinatura AMG O design e o equipamento refletem as características dinâmicas do Mercedes-AMG GT3. Desenhado por Gorden Wagener e a sua equipa de colaboradores, o interior e exterior de elevadíssima qualidade trabalhado à mão inclui componentes com acabamento mate, um piso totalmente revestido com madeira teca e um interior revestido em pele com uma qualidade ao nível dos iates de luxo - inédito no Cigarette. A tecnologia de interface do utilizador também foi bem equipada com o sistema Bluetooth, controlos computadorizados, três ecrãs de 17” de alta definição, e a integração da Garmin e da Cigarette na futura geração dos sistemas de navegação e áudio. A Mercedes-AMG e a Cigarette Racing iniciaram a sua parceria em 2007, principalmente para organizar atividades conjuntas de vendas e marketing. Seja em terra ou na água, a Mercedes-AMG e a Cigarette Racing estão unidas pelo seu objetivode fornecer a última tecnologia em veículos de elevadas prestações. De forma idêntica ao seu homólogo superdesportivo da Mercedes-AMG, os barcos de competição de 38 a 50 pés de comprimento do especialista americano estão entre as máquinas mais rápidas e mais exclusivas do mundo. Estes barcos são caracterizados pelo fabrico à medida, por uma elevada qualidade de mão-de-obra e são testados nas condições mais exigentes. A Mercedes-AMG e a Cigarette Racing partilham DNAs idênticos: ambas as empresas têm um passado de sucesso em provas de competição e continuam dedicadas a esta paixão. O Salão Internacional de Náutica de Miami está aberto ao público entre os dias 11 e 15 de fevereiro no Miami Marine Stadium Park & Basin. Sobre a Cigarette Racing Seja em terra ou na água, o elevado desempenho é o que une a Mercedes-AMG e a Cigarette Racing. De forma idêntica ao seu homólogo superdesportivo da MercedesAMG, os barcos de competição de 38 a 50 pés de comprimento do especialista Americano estão entre as máquinas mais rápidas e mais exclusivas do mundo. Os seus barcos são caracterizados pelo fabrico à medida e pela elevada qualidade de mão-deobra, e são testados em condições extremas. A Mercedes-AMG e a Cigarette Racing partilham DNAs idênticos, pois ambas as empresas têm um passado de sucesso em provas de competição e continuam dedicadas a esta paixão

 

NOVIDADES OPEL EM GENEBRA

Novidades da Opel em Genebra: GT Concept, Mokka X e Astra BiTurbo

1455016962311 Copy1455018062176 Copy1455018099676 Copy | 
  • A estreia mundial do GT Concept;
  • Novo Mokka X: aventureiro bem ligado;
  • Novo motor Diesel 1.6 CDTI BiTurbo com 160 cv estreia na gama Astra.

Com a revelação mundial do GT Concept no Salão de Genebra (3 a 13 de março) a Opel vai fazer uma demonstração da sua confiança, da sua paixão pelo automóvel e da sua visão sobre o automóvel desportivo do futuro. O protótipo é um sucessor direto do Experimental GT que, em 1965, se tornou no primeiro ‘concept car’ apresentado por um fabricante europeu. Outro destaque da marca alemã no certame suíço será o Mokka X, o SUV sub-compacto que a Opel renovou com novo desenho no exterior e no interior, e com novos sistemas de informação e entretenimento. A gama Astra, agora com a ‘station wagon’ Sports Tourer, está também em plano de evidência. A estrela da Opel mostra pela primeira vez o novo motor Diesel 1.6 BiTurbo CDTI, com potência de 160 cv e 350 Nm de binário. No mesmo palco estará também a versão Astra TCR para as competições de pista. O CEO do Opel Group, Karl-Thomas Neumann, fará a apresentação de todas estas novidades na conferência de imprensa que a Opel realiza no seu ‘stand’ da exposição no dia 1 de março, às 11 horas.

«O que vamos revelar em Genebra reflete bem o que a nossa marca é hoje. O GT Concept demonstra que somos inovadores e que temos uma visão clara sobre o rumo que estamos a seguir. O novo Astra e o novo Mokka X mostram que escutamos os nossos clientes e que os colocamos no centro de tudo o que fazemos, produzindo automóveis atrativos e acessíveis. E o Astra TCR mostra que queremos estar no lado mais emocional do automóvel, onde temos tradição», afirma Karl-Thomas Neumann.

GT Concept: o desportivo puro do futuro

2016 vai ser um ano importante na longa História de 154 anos da Opel. Os números de vendas estão em tendência de subida e a empresa mostra o seu empenho num futuro empolgante ao revelar, com o GT Concept, uma perspetiva de como poderá vir a ser um automóvel desportivo acessível. O GT Concept será seguramente uma das estrelas do certame helvético por ter tudo para apelar aos entusiastas de todas as idades. Com motor central-dianteiro e tração às rodas traseiras, este protótipo é um descendente direto do Opel GT dos anos 1960 e 70, e do Monza Concept que foi apresentado no Salão de Frankfurt em 2013. Levando a filosofia de ‘design’ da Opel a um novo patamar, o GT Concept assume uma aparência futurista para ser ‘puro’ no sentido em que renuncia a elementos que perturbam a forma pura, como puxadores de portas ou espelhos retrovisores exteriores, prescindindo igualmente de elementos decorativos supérfluos. Trata-se de uma dinâmica máquina de condução, algo que é sublinhado através de proporções típicas de um ‘desportivo, com um longo capô e projeções extremamente curtas, além de uma acentuada linha vermelha que divide visualmente a carroçaria na horizontal. A ausência de tampa da mala, a intrigante e inovadora conceção das portas, a dupla saída central de escape, a forma do volante, para além, obviamente, da designação, tudo remete para o GT original. No entanto, o GT Concept não é uma espécie de cópia moderna; reinventa o espírito desafiador e empolgante do modelo de há 50 anos, mas sem nostalgia nem sinais de ‘design retro’.

Concebido como um ‘desportivo popular’ e não como um supercarro de sonho, o Opel GT Concept possui um potente motor tricilíndrico 1.0 colocado em posição central-dianteira. Esta unidade extremamente eficiente, com turbo e injeção direta, é uma evolução do motor conhecido do ADAM, do Corsa e do novo Astra, capaz de debitar 145 cv de potência e um binário máximo de 205 Nm (os valores de consumo para o GT Concept ainda não estão disponíveis). A potência é transmitida às rodas traseiras através de uma caixa sequencial de seis velocidades, comandada com patilhas no volante, e diferencial autoblocante mecânico. Este ‘desportivo’ de dois lugares pesa menos de 1000 kg, consegue acelerar de 0 a 100 km/h em menos de oito segundos e atinge a velocidade máxima de 215 km/h.

Mokka X mais moderno e com total conectividade

Para além do GT Concept, outra estreia mundial da Opel é o novo Mokka X, que chegará ao mercado no outono de 2016. O modelo Mokka obteve enorme sucesso na Europa desde o lançamento, há três anos, tendo sido produzidas mais de 500.000 unidades. Para garantir que o Mokka permanece na rota do sucesso, a Opel modernizou substancialmente o seu SUV subcompacto e acrescentou à designação a letra X, inspirada no carácter mais aventureiro, com a qual a marca alemã distinguirá todos os seus futuros modelos SUV (Sport Utility Vehicle) e CUV (Crossover Utility Vehicle).

O desenho da frente do novo Mokka X segue os traços mais recentes da filosofia de ‘design’ da Opel, nomeadamente no formato da grelha e na assinatura em forma de asa integrada nos faróis. As linhas e as superfícies são mais elegantes e existem agora menos aplicações de plástico. Atrás, os novos grupos óticos voltam a interpretar a assinatura de ‘asa’, especialmente na opção com LED. No perfil, as linhas que dão volume aos flancos continuam a destacar-se, contribuindo para sublinhar o porte atlético.

O habitáculo foi redesenhado por completo. O tabliê do Mokka X é totalmente novo, inspirado no do novo Astra. Tem uma aparência mais simples e é, simultaneamente, mais sofisticado e elegante. A consola central foi desenhada em torno do grande ecrã tátil de oito polegadas que comanda a mais recente geração de sistemas de informação e entretenimento da Opel. De imediato, salta à vista um ‘design’ mais purista, com menos teclas, já que boa parte dos comandos está agora acessível no ecrã tátil.

O Mokka X será, seguramente, um dos modelos com melhor conectividade do seu segmento. O SUV da Opel oferece à escolha dois sistemas IntelliLink de informação e entretenimento capazes de integrar o mundo digital dos ‘smartphones’ através dos sistemas de projeção Apple CarPlay e Android Auto. Além disso, o sistema de assistência em viagem e em emergência OnStar - já lançado em 13 países e alargado a outros 16 durante o ano de 2016 - fará parte do equipamento do Mokka X logo desde o lançamento. A conectividade e os serviços de assistência colocam uma espécie de ‘anjo da guarda’ em cada carro. Registe-se que uma das importantes funcionalidades do OnStar é o potente ‘hotspot’ Wi-Fi 4G LTE, que permite a ligação até sete dispositivos móveis. Este serviço está atualmente disponível na Alemanha, no Reino Unido, na Holanda e em Espanha. Outros países alargarão a lista no decurso deste ano.

Sob o capô há a registar uma novidade: um motor de nova geração 1.4 Turbo com injeção direta, que debita 152 cv, estará associado a uma caixa automática de seis velocidades, com Start/Stop e sistema de tração integral adaptativa. De acordo com dados preliminares, o consumo de gasolina situar-se-á em 6,6 l/100 km e as emissões em 154 g/km de CO2.

Os engenheiros da Opel implementaram uma vez mais a estratégia da Opel de oferecer tecnologia inovadora a uma larga base de clientes, criando os faróis Adaptive Forward Lighting (AFL) de LED. O novo sistema adapta os diferentes padrões de feixes luminosos às condições em que o automóvel está a ser utilizado. Desta forma, fica garantida a melhor iluminação sem encandear os outros utilizadores da via. O AFL de LED da Opel possui um total de nove funções/padrões diferentes de luz.

Novo Opel Astra agora com motor BiTurbo e variante Sports Tourer

Mais leve, mais económico e ágil, e mais confortável, a nova geração do modelo Opel Astra - nas variantes de 5 portas e ‘station wagon’ Sports Tourer - já ultrapassa, à data, a fasquia de 100.000 unidades encomendadas. A eficiência do novo Astra deve-se em grande parte à redução de peso - até menos 200 kg na variante de 5 portas e até menos 190 kg na ‘carrinha’, por comparação com o anterior modelo. Esta substancial redução de peso resulta em melhorias notáveis de comportamento dinâmico e economia de combustível.

A gama de motores desempenha igualmente um papel decisivo na dinâmica apurada do novo Opel, já que todos os motores pertencem à mais recente geração de propulsores da marca. As motorizações a gasolina e a gasóleo, até 1,6 litros de cilindrada, aliam elevada eficiência com excelente capacidade de resposta. Em Genebra, a Opel apresenta um novo Diesel 1.6 BiTurbo CDTI com potência de 160 cv e binário máximo de 350 Nm. Com caixa manual de seis velocidades, sistema Start/Stop e pneus de baixa resistência, o consumo de gasóleo deste motor na carrinha Astra situa-se em apenas 4,1 l/100 km, correspondendo a emissões de CO2 de 109 g/km (108 g/km na variante de cinco portas).

Ambas as variantes Astra de cinco portas e carrinha Astra Sports Tourer têm mais espaço no habitáculo, especialmente nos lugares traseiros, que oferecem mais 35 mm e 28 mm de espaço para pernas, respetivamente. A Astra Sports Tourer consegue carregar mais bagagem, disponibilizando uma volumetria até 1630 litros - mais 80 litros do que o modelo anterior. A grande bagageira possui também acesso mais facilitado do que nunca graças ao comando elétrico de abertura e fecho que pode ser acionado com um simples movimento do pé sob o para-choques.

Para além da gama Astra, a Opel vai apresentar o novo Astra TCR de competição em pista. Elaborado de acordo com os regulamentos do novo Campeonato de Turismos, este Astra especial possui motor de 2,0 litros com turbo, capaz de debitar cerca de 330 cv e 420 Nm. A caixa de velocidades de competição é comandada através de patilhas no volante. Os travões de disco de grandes dimensões têm pinças de seis pistões à frente. O novo Astra TCR vai participar nos campeonatos nacionais de Turismos de vários países pela mão de pilotos e equipas privadas.

 

APPLE PREPARA AUTOMÓVEL?

APPLE PREPARA AUTOMÓVEL?

 

Nada está confirmado, mas pelos vistos a Apple está a projectar um  veículo, não se sabendo para já detalhes do mesmo, o que se sabe é da fuga desta imagem do que poderá vir a ser este novo projecto.Pelo seu formato, mais parece a carroçaria dum Volvo....12743747 10205823933220501_9035995797074423307_n_Copy

 

NOVO CATÁLOGO EMBRAIAGENS SACHS

Novo Catálogo de Embraiagens SACHS 2016 para Veículos de Passageiros e Derivados Comerciais

Mais de 350 novas referências, a maioria delas correspondentes a veículos de última geração.

Já está disponível o novo "Catálogo de Embraiagens 2016 para Veículos de Passageiros e Derivados Comerciais", o qual dispõe de mais de 4.000 referências.

Esta nova edição apresenta importantes novidades, tais como a adição de mais de 350 novas referências, a maioria delas correspondentes a veículos de última geração, oferecendo uma das gamas mais completas do mercado, com uma cobertura superior a 98%.

Entre as novas incorporações cabe a destacar: AUDI Q3; CITROEN DS3, DS4, DS5; DACIA DOKKER; FIAT 500L, FREEMONT; FORD B-MAX; HYUNDAI i40, VELOSTER; MERCEDES CLA, CITAN; NISSAN NV200, NV400; ADAM OPEL, MOKKA, ZAFIRA; PEUGEOT 208, 2008; SEAT LEON III, Mii, TOLEDO IV; VW AMAROK GOLF VII, UP; entre outros.



Novo Catálogo

 

HERMANN TREND ALERTA

Herman Trend Alert: Previsões para 2016 sobre o mercado do trabalho e seus intervenientes

A cada ano, The Herman Group, nosso Partner, emite a sua previsão anual.

1. A pressão sobre os mercados de trabalho significa intensificar a escassez de profissionais

Como previsto há um ano, globalmente as economias têm melhorado, e as empresas têm recrutado pessoas para satisfazer a sua necessidade de crescimento. O resultado é, que a escassez da força de trabalho aumentou.

E esta tendência aumentará, particularmente no sector dos serviços financeiros, varejo, viagens, transportes, saúde e tecnologia. 

Um exemplo bastante representativo e o background requerido atualmente para profissionais que devem desempenhar-se como analistas de pesquisas de mercado, exigindo conhecimentos em ciência, tecnologia, engenharia e matemática. Esta é uma ocupação que deverá crescer a uma taxa de 30% entre 2014 e 2024. A solução adotada por algumas empresas é o investimento em desenvolvimento interno (veja 2.)

Poderemos ver cada vez mais pessoas que são contratadas em condições flexíveis, de forma temporária, ou colaboradores em tempo parcial que podem trabalhar em qualquer lugar, ajudando as empresas em função da evolução da demanda.

2. Mais Empresas focarão seus investimentos na criação de cadeias de talentos

Ao não poder encontrar os talentos que são necessários, chega-se à conclusão de que e muito difícil encontrar-lhes, não estão disponíveis, ou, que até mesmo não existem!

Considera-se novamente a necessidade investir em formação das equipes e desenvolver seus próprios talentos. Muitas áreas de RH trabalham com as escolas de negócios, para identificar e implementar o que suas empresas necessitam hoje, e no futuro, de um novo profissional, começando cada vez mais cedo a identificar os melhores potenciais.

Um programa corporativo inovador da Starwood/Marriot, consiste em desenvolver estudantes dos programas sophomore[1] com especialização em hotelaria e turismo permitindo a eles conhecer em profundidade a atividade e facilitando a contratação após da graduação.

Outros empregadores estão criando “pipelines” de talentos em escolas incentivando seus alunos sobre as oportunidades que estão a sua disposição através de estágios e ciclos de aprendizado orientados.

3. A falta de preparação nos alunos cria problemas sérios nas empresas.


A falta de familiaridade na redação, leitura e interpretação de textos, além de escassos talentos matemáticos, faz do recrutamento um desafio cada vez mais complexo e difícil. Algumas empresas decidiram investir no ensino desta noções básicas internamente. Outros grupos e organizações, como a Fundação Gates, estão trabalhando com as escolas para “puxa-las” para o século XXI, algumas escolas ainda utilizam métodos do século XVIII. Estes métodos são cada vez mais ineficazes.

Esta falta de preparação é uma razão importante para explicar as altas taxas de abandono escolar com a qual lutam as comunidades em todos os lugares.

4. Muitas comunidades continuam buscando incansavelmente o adequado desenvolvimento da força de trabalho.

Respondendo à crescente escassez de mão-de-obra, cada vez mais comunidades abraçam o conceito que o autor Edward Gordon denomina “Redes regionais de inovação de talentos”[2]

Estas redes são parcerias público – privadas criadas para responder necessidades especificas das empresas, notadamente para profissionais com níveis de especialização elevado.

Ele constata que “acreditando que não podem encontrar os colaboradores que necessitam, algumas empresas tem simplificado enormemente suas atividades, ou, dividido o trabalho entre várias pessoas”

5. Os crescentes efeitos das alterações climáticas irão atingir a produtividade.

Inundações, tornados, fortes tempestades e catástrofes naturais são experimentadas em todas partes do mundo. Isto impacta diretamente nos índices de produtividade dos trabalhadores em taxas crescentes. Viajantes frequentes afetados cada vez mais pelas demoras e cancelamento dos voos, necessitam encontrar novas maneiras de lidar com o estresse adicional das viagens. O fenômeno do “el niño” influenciará de forma mais forte as mudanças climáticas; secas e inundações causarão cada vez mais problemas para empresas e funcionários em todo o mundo.

6. Automação e Robótica continuarão a eliminar progressivamente mais empregos.

Temos escrito sobre automação anteriormente e, sobre a sua influência nos postos de trabalho. Quase ninguém é imune a esse impacto. Até mesmo os médicos e advogados vão ver os seus empregos afetados, ou até eliminados, pela automação e a robótica. Já conhecemos robôs que podem lidar com cirurgias muito delicadas mais eficazmente do que seres humanos sozinhos. Garry Mathiason da Mendelson (talvez a maior empresa de advocacia do mundo), já está trabalhando em um “advogado” robótico. Também já vimos muitas pessoas deixando de contratar Contadores Públicos Certificados para preencher seus formulários de impostos, muitas vezes utilizando softwares gratuitos disponíveis na rede.

Em aplicações mais simples, pessoas cada vez mais familiarizadas no uso da tecnologia, preferem fazer o check out automático no supermercado sem recorrer ao pessoal da caixa. Companhias de aviação estão utilizando sistemas onde você digitaliza seu próprio bilhete para obter a entrada na área de controle aduaneiro, onde também o passageiro pode digitalizar, ele mesmo, seu passaporte e tirar a sua foto, sem intervenção do fiscal. Indiscutivelmente a automação caminha a longos passos.

7. A desaceleração da China irá manter em alta as taxas de desemprego em outros países.


Nos EUA, veremos uma queda muito lenta das taxas de desemprego, porém não se deve esperar que atinjam níveis inferiores a 4.5% e, sem dúvida, isto gera importantes questões sobre o restante dos trabalhadores desencorajados que ficam fora do mercado de trabalho.

Alimentado pela continuação da transferência das instalações de produção para fora do país, o desemprego na China permanecerá elevado. Ainda assim, em todo o mundo, as empresas continuam buscando profissionais para enfrentar o desafio de que muitas das pessoas disponíveis não são “empregáveis”, seja porque não existem, ou, por falta de competências.

8. Utilização de “gamificação” na formação e desenvolvimento de talentos, irá aumentar.

Acompanhámos com interesse, como algumas empresas tem criado jogos que trabalham para eles. Millennials e Gen Zers utilizam jogos de forma intensiva. Se os jogos são bem concebidos e incluem o direito de recompensas intrínsecas e extrínsecas, eles funcionarão. Um exemplo de gamificação especialmente interessante, e que funciona, é um novo jogo chamado “Prelude”. Projetado para desenvolver a interação de equipes remotas, o jogo une diversas equipes de diferentes áreas geográficas e culturas, facilitando a consolidação da confiança entre seus participantes. Requerendo de três a seis horas para jogar, este eficaz software dá aos membros participantes importantes percepções de uns sobre os outros.

9. As organizações focarão mais na melhoria da experiência do relacionamento dos funcionários com seus clientes


Já um número de hospitais têm CXO´s (Chief Experience Officers) concentrados em melhorar o relacionamento entre pacientes e funcionários. A médio e longo prazo, podemos esperar para ver CXO´s trabalhando sobre a criação de experiências / relacionamento positivos para todas as partes interessadas, incluindo investidores, fornecedores, famílias dos funcionários e até mesmo a comunidade. O próximo livro de Joyce Gioia “Experience Rules” tratará este assunto em profundidade, e será objeto de subsequentes artigos no “The Herman Trend Alerts”.

10. A indústria de incentivos irá se concentrar mais em criar experiências memoráveis para os funcionários.

Tendo percebido que é possível otimizar os investimentos de incentivo focados na vivencia de experiências memoráveis, veremos cada vez mais utilizados programas incluindo viagens de curta e longa duração, envolvendo fortes aspectos emocionais e memoráveis experiências positivas para seus funcionários. Parece um bom momento para estar na indústria de viagens de incentivo corporativos

11. As instabilidade mental será levada mais a sério e, os empregadores procuram não ser estatísticas. 

Com o crescimento dos casos de distúrbios e incidentes públicos, estamos vendo um aumento na consciência de segurança e até mesmo a criação de planos de resposta para esses tipos de incidentes. Internacionalmente a SHRM (Society for Human Resource Management) já está oferecendo recursos para ajudar os seus membros sobre as possibilidades de responder a esta ameaça. Esperamos também ver novas formas de detectar e considerar a instabilidade emocional, nos processos de recrutamento, oferecendo aos profissionais da área, elementos sobre como evitar incorporações erradas.



Trabalho

 

MAZDA ABORDA

 

Mazda aborda tema da eficiência com agricultor orgânico

 

• “Barcelona Challengers Conference” aborda tema da inovação para aumento da eficiência

 

• Participantes descobrem os benefícios de uma atitude de know-why e até algum apetite por um bife Barcelona (Espanha)/

 

Fale-se de automóveis ou de agricultura, aumentar a eficiência e saber fazê-lo de forma sustentável aguça o engenho. Por sua vez, essa abordagem é impulsionada por um sólido conhecimento, não só do modo como as coisas se fazem, mas também da razão porque se procede de uma determinada forma. No âmbito do “Barcelona Challengers Conference” que decorreu hoje, a Mazda (um construtor automóvel) e Thomas Rippel (um agricultor orgânico) falaram sobre as suas experiências e engenho em termos de eficiência, a uma audiência composta por alunos e representantes da comunicação social. Um encontro que teve lugar no Mazda Space, em Barcelona, e em que as histórias apresentadas integravam exemplos reais de como alcançar a inovação nos respectivos campos, com base numa nova interpretação dos velhos métodos. A Mazda viu-se obrigada a repensar toda a sua estratégia depois de quatro anos consecutivos de perdas, após a crise financeira de 2007. Mesmo limitada em tempo e dinheiro, era preciso inventar toda uma nova gama de veículos, modelos apelativos que atingissem metas de eficiência e de emissões cada vez mais rigorosas. Havia que voltar a rentabilizar a Mazda e fazê-lo rapidamente, uma tarefa nada pequena numa indústria brutalmente competitiva, conhecida pelos seus longos prazos e pelos pesados investimentos de capital. A Mazda conseguiu-o através da conjugação dos esforços das suas equipas especialistas das áreas de engenharia, design e produção que, em conjunto, aprenderam as razões porque os outros conseguiam fazê-lo. Esta nova consciência levou a avanços significativos, permitindo à Mazda ultrapassar a doutrina predominante do by-pass em termos e construção automóvel. O resultado traduz-se numa gama de enorme sucesso, automóveis eficientes e divertidos de conduzir, que não só reforçaram a reputação da Mazda como empresa que não receia fazer as coisas de modo diferente, como a impulsionaram a alcançar dois anos consecutivos de lucros operacionais, aguardando-se agora um terceiro, findos os 12 meses do ano fiscal que se completa a 31 de Março próximo. “Tínhamos o know-how, mas precisávamos compreender o know-why assumindo as convenções que nos foram transmitidas e colocá-las sob o microscópio," disse Jeff Guyton, Presidente & CEO da Mazda Motor Europe. "A nossa actual geração de veículos é resultado disso, o produto de uma verdadeira cultura de saber os porquês.” Outros, como Thomas Rippel, também assumiram esta abordagem de know-why com sucesso. Após uma doença relacionada com a alimentação do gado, este globetrotter desenvolveu um grande interesse por comida saudável e sustentável, tornando-se mesmo num agricultor orgânico. A sua atenção especial assenta sobre as melhores e mais eficientes formas de utilização de estrume de vaca como fertilizante, transformando-o em autêntico “ouro negro”.BBC Feb_2016_1_Copy Rippel está confiante que a agricultura com base no gado (e o respectivo consumo de carne de vaca) não só é sustentável se for feito correctamente, como também pode ajudar a aliviar alguns problemas críticos, como as alterações climáticas, a fome e a fertilidade dos solos. Esta edição do “Barcelona Challengers Conference” é o mais recente de uma série de encontros que têm decorrido no Mazda Space. Seguiu-se a três sessões, realizadas no ano passado neste espaço de eventos da Mazda, onde se abordaram temas importantes a nivel global, como a liderança das mulheres no Século XXI ou o modo como a tecnologia irá influenciar o futuro do trabalho, entre outros.

 

HONDA COM NOVIDADE PARA GENEBRA

Protótipo do Civic Hatchback em estreia mundial no Salão Automóvel de Genebra de 2016

  • Estreia global do Protótipo do Civic Hatchback redefine o modelo-base da Honda para o mercado europeu
  • O Honda Clarity Fuel Cell faz a sua estreia europeia
  • Início das entregas do NSX a clientes europeus em 2016
  • Exibição de uma versão personalizada do Jazz

 

A Honda prepara-se para revelar o próximo passo da renovação da sua gama europeia de automóveis no Salão Automóvel de Genebra, incluindo a estreia global do Protótipo do Civic Hatchback

Protótipo do Civic Hatchback

O Protótipo do Civic Hatchback vai ter a sua estreia mundial no próximo Salão Automóvel de Genebra, com uma antevisão do design exterior deste hatchback integralmente renovado previsto para lançamento na Europa no início de 2017. Produzido na fábrica Honda of the (UK) Manufacturing no Reino Unido, este modelo vai ser exportado para o mercado global, incluindo os EUA.

 

Clarity Fuel Cell

O Clarity Fuel Cell também terá a sua estreia europeia no Salão de Genebra, após a sua apresentação global que aconteceu no Salão de Tóquio em Outubro do ano passado. O Clarity Fuel Cell é o primeiro veículo de 4 portas (Saloon) a células de combustível de hidrogénio de produção em série do mundo a ter a motorização e as células de combustível alojadas no espaço por baixo do capot. Com uma autonomia* até 700 km, o Clarity Fuel Cell oferece a melhor autonomia da sua classe, com a disposição inteligente dos componentes a permitir guardar todo o espaço necessário para o maior conforto a bordo para 5 pessoas, uma novidade absoluta num modelo desta gama com motorização a células de combustível.

 

NSX

No seguimento do anúncio do início das vendas aos clientes nos EUA feito no Salão de Detroit, a Honda confirma agora que as vendas aos clientes do mercado europeu terão início em 2016. O NSX possui proporções clássicas, largas e de baixa altura, com acabamentos modernos e sedutores, uma frente agressiva e luzes traseiras que prestam homenagem ao NSX original. Este novo supercarro está equipado com o novo motor V6 de montagem em posição central, cabeça DOHC, duplo turbo compressor e nova transmissão DCT de 9 velocidades de desenvolvimento especial. 

Protótipo Jazz "Keenlight"

A Honda também vai apresentar um novo protótipo de design do popular modelo Jazz. Este protótipo Keenlight procura destacar o potencial de personalização oferecido pelo Jazz, graças a elementos de design elegantes, autocolantes especiais e um esquema cromático exclusivo denominado "Keenlight".

CRF1000L Africa Twin

Herdeira do espírito "vai a todo o lado" das suas famosas antecessoras, a nova CRF100L Africa Twin possui um motor bicilíndrico paralelo inovador e potente, montado num quadro leve e ágil e é um modelo pronto a levar condutor e pendura numa verdadeira aventura, tanto em estrada, como fora dela, seja a atravessar continentes ou nas deslocações do dia-a-dia.

A Conferência de Imprensa da Honda será realizada às 12:45 de Terça-feira, dia 1 de Março no stand da Honda (4250)

* O valor de autonomia indicado foi obtido de acordo com método de medição interno da Honda (JC08) e utilizando uma estação de hidrogénio com pressão de carga de 70MPa.

 

NOVO PEUGEOT TRAVELLER

 

A apresentar, em estreia mundial, no Salão de Genebra de 2016, o PEUGEOT Traveller faz uma entrada notável no universo dos Combispace e das Navette VIP. O Design PEUGEOT traz para este segmento os novos códigos de identidade das berlinas e dos SUV da Marca. (…) A PEUGEOT dota o Traveller com inúmeros outros atributos para o tornar numa referência no segmento. A sua nova base, adaptada da plataforma modular EMP2, aposta num alto nível de qualidade, na eficiência e em consumos recorde no segmento. As suas motorizações BlueHDi Euro 6 estão equipadas com a tecnologia de despoluição mais eficaz do mercado, numa associação do SCR ao FAP. (…) A bordo, o PEUGEOT Traveller promete viagens serenas graças às suas qualidades estradistas dignas do savoir-faire PEUGEOT, um ambiente e um conforto topo de gama. Configurações múltiplas até 9 lugares e numerosos equipamentos, por vezes únicos no segmento, fazem do PEUGEOT Traveller um veículo de fácil vivência e adaptável ao quotidiano. (…)”PEUGEOT TRAVEL_2016_001_FR1_CopyPEUGEOT TRAVEL_2016_004_FR1_CopyPEUGEOT TRAVEL_2016_005_FR1_Copy

 

GOODYEAR CERTIFICADA

 

Goodyear certificada como “Top Employer Europa” pelo quarto ano consecutivo

 

Goodyear Dunlop Tires, uma das principais empresas fabricantes de pneus foi reconhecida pelo quarto ano consecutivo com o prémio “Top Employer Europa 2016” pelo reconhecido Top Employers Institute. A análise internacional levada a cabo anualmente pelo Top Employers Institute reconhece as melhores empresas do mundo: aquelas que oferecem condições de trabalho de excelência, fazem crescer e desenvolver o talento em todos os níveis da organização e lutam constantemente para melhorar as suas políticas de emprego.

Goodyear recebeu o prestigiado certificado em dez países europeus: Espanha, França, Itália, Bélgica, Luxemburgo, Países Baixos, Polónia, Eslovénia e Reino Unido. As organizações da Goodyear na Turquia, África do Sul e Emiratos Árabes Unidos foram também certificadas como “Top Employers”. A Goodyear converte-se assim numa das 64 companhias que receberam esta acreditação na Europa este ano.

É fundamental para o Top Employers que as companhias participantes completem um processo analítico muito exigente e alcancem os níveis requeridos para obter este certificado. Para reforçar a validez do processo, todas as respostas são examinadas de forma independente. Esta análise avaliou as condições laborais da Goodyear Dunlop Tires e concedeu-lhe um lugar privilegiado entre um grupo seletivo de Top Employers.

O Top Employers Institute certifica de forma global as excelentes condições que as empresas oferecem aos seus trabalhadores. Com oficinas centrais nos Países Baixos, o Instituto tem vindo a reconhecer Top Employers no mundo desde 1991. Dennis Utter, Director Global de Negócios de Top Employers Institute, declarou: “As ótimas condições oferecidas aos empregados garantem que as pessoas possam desenvolver-se pessoal e profissionalmente. A nossa ampla investigação conclui que a Goodyear Dunlop Tires proporciona um retorno de trabalho excecional e oferece uma ampla gama de iniciativas criativas verdadeiramente alinhadas com a cultura da empresa.

 

Rajita D'Souza, Vice-presidente de Recursos Humanos de Goodyear para a EMEA, comenta: “Obter o certificado de ‘Top Employers Europa 2016’ pelo quarto ano consecutivo e estender a certificação a mais um país europeu é um importante reconhecimento para a Goodyear. Premeia o compromisso contínuo da nossa empresa em proporcionar um ambiente de trabalho excecional que atrai e mantém associados muito motivados, comprometidos e qualificados”.

Do meu ponto de vista, é igualmente valioso que a avaliação destaque onde devemos desenvolver ainda mais a nossa proposta de valor para os funcionários. Sabemos que existem algumas áreas que podemos melhorar e com a continuada evolução das melhores práticas de Recursos Humanos, vamos ajudar os nossos líderes a centrar-se em atingir cada vez níveis mais altos”, acrescenta.

Para conhecer mais sobre o Top Employers Institute e certificado Top Employers visite: www.top-employers.com

 Top Employer_Europe_16_Copy

 

OPEL ANUNCIA NOVO MODELO

Opel anuncia novo modelo elétrico Ampera-e

1455180580476 Copy

  • Novo automóvel elétrico com baterias quebra barreiras na mobilidade elétrica;
  • Cinco portas e cinco lugares;
  • Autonomia superior à da maior parte dos atuais veículos elétricos;
  • Dinâmica apurada, conectividade de topo e preço acessível.

A Opel anunciou o lançamento no próximo ano de um revolucionário automóvel elétrico com baterias. Este modelo vem engrossar a maior e mais abrangente renovação de gama de produtos da História da marca alemã, que engloba 29 novos modelos a chegarem ao mercado entre 2016 e 2020. O novo ‘elétrico’ de cinco portas e cinco lugares recebe a designação de Ampera-e. Terá autonomia superior à da maior parte dos atuais veículos elétricos e será proposto a preço acessível. Assentando na experiência acumulada desde 2011 com o primeiro Ampera, modelo que se tornou referência para a moderna mobilidade elétrica, o novo Ampera-e alia tecnologia inovadora ao nível da motorização elétrica com elevada conectividade e dinâmica apurada.

A revelação dos planos da Opel para o Ampera-e foi feita pela ‘Chairman’ e CEO da General Motors, Mary Barra, no Simpósio CAR a decorrer em Bochum, na Alemanha.

«A GM e a Opel sempre estiveram convictas de que os automóveis elétricos vão desempenhar um papel crucial na mobilidade do futuro. A tecnologia inovadora do Ampera-e constitui um passo importante nessa direção. O nosso novo automóvel elétrico com baterias é mais uma demonstração da reputação da Opel como fabricante que torna a engenharia inovadora largamente acessível», afirmou Mary Barra.

Tendências como a urbanidade e imperativos como a proteção do ambiente exigem que se encarem novas soluções de mobilidade e alternativas de sistemas de motorização.

«Os automóveis elétricos têm potencial para dar um contributo significativo para a redução de emissões», defende o CEO do Opel Group, Karl-Thomas Neumann.

«O novo Ampera-e vai abrir um novo caminho na mobilidade elétrica, para derrubar antigas barreiras como preços elevados e pouca autonomia», conclui Karl-Thomas Neumann.

O especialmente compacto Opel Ampera-e possui uma unidade plana de baterias colocada sob o piso do habitáculo. Esta característica permite oferecer um habitáculo invulgarmente grande, com espaço para sentar confortavelmente cinco pessoas, e uma bagageira com volumetria comparável à de um modelo do segmento dos ‘compactos’ (tipo Opel Astra).

O Ampera-e estará equipado com o multipremiado sistema de assistência em viagem e emergência Opel OnStar, para além de tecnologias de informação e entretenimento que serão capazes de integrar automaticamente as funções de ‘smartphones’ e de outros dispositivos móveis.

 

O NOVO VOLVO V 90

O NOVO VOLVO V 90

 

9869 10205823835778065_492250895497441547_n_Copy12670144 10205823836258077_817902595166757423_n_Copy12687896 10205823835298053_2138913600208077291_n_1_Copy12729371 10205823835338054_5120352994601351494_n_Copy12734235 10205823835738064_1566051200852419391_n_Copy

 

SEAT APRESENTA ATECA - NOVO SUV

 

O SUV desportivo mais versátil Novo SEAT Ateca – Estilo, Dinâmica e Versatilidade para a Aventura Urbana / Design Único, com linhas e presença Premium / Condução dinâmica e precisa em todas as situações / Excelente aproveitamento do espaço, utilização versátil e máximo conforto / Motores potentes e excelente eficiência até 140 kW / 190 CV / Sistemas de assistência de última geração e funcionalidades de conetividade de Primeira Classe

 

SEAT ATECA_01L_CopySEAT ATECA_02L_CopySEAT ATECA_04L_Copy A SEAT apresenta o seu primeiro SUV. O novo Ateca destaca-se pela combinação única entre design, dinâmica, condução divertida, versatilidade urbana e caráter útil. Conetividade de topo, sistemas de assistência de última geração e propulsores de elevada eficiência estão entre os pontos de maior destaque do Ateca perante os concorrentes SUV deste segmento. Acabamentos fora de série, produção precisa e muito atrativa relação preço/qualidade fazem do Ateca um puro SEAT. E apesar da sua presença, é ágil, preciso e divertido de conduzir. O Ateca faz de cada quilómetro no dia-a-dia uma nova experiência. “O SEAT Ateca é perfeito para o estilo de vida urbano. Tem um design atrativo e dinâmico, exala qualidade e versatilidade em todos os detalhes. E, acima de tudo, apresenta um caráter único,” diz Luca de Meo, Presidente da SEAT, S.A. “O nosso primeiro SUV marca o início de uma nova era para a SEAT. O Ateca é uma clara evolução do DNA do Leon que reforçará o sucesso da gama Leon. A SEAT é uma marca em movimento.” Quando o SEAT Ateca chegar ao mercado na próxima primavera trará logo uma ampla variedade de versões. A escolha entre os potentes motores turbo TSI a gasolina e os TDI Diesel vai dos 85 kW / 115 CV aos 140 kW / 190 CV, com tração dianteira ou às quatro rodas, com caixa de velocidades manual ou de dupla embraiagem DSG. E o leque de tecnologia disponível contempla dos faróis full-LED às mais sofisticadas ajudas de condução como o Assistente de Trânsito (jam assist) ou o novo Assistente de Emergência, passando pelo conjunto de tecnologias de última geração para as soluções de “infotainment” com ecrã de 8 polegadas e conetividade Full Link. Em três níveis de equipamento, o Ateca XCELLENCE ocupará a posição de topo com cores e materiais de elevadíssima qualidade. “O Ateca é um veículo de pura emoção com design marcante SEAT e qualidade interior excecional. Naquele que é o nosso primeiro SUV juntámos um impressionante conjunto de tecnologias e inovações que garantem segurança e utilidade mas, ainda melhor, uma dinâmica e envolvência de condução única,” diz Dr. Matthias Rabe, Vice Presidente da SEAT, S.A., responsável pelo I&D. “Vamos certamente marcar um novo patamar de exigência no segmento com o Ateca: leve, preciso e espantosamente eficiente tanto em estrada como fora dela.” Mantendo a tradição SEAT, o Ateca recebe o nome de um marco geográfico espanhol. Ateca é uma cidade que fica a oeste de Saragoça, no coração da Península Ibérica. Design – 100 por cento SEAT e 100 por cento SUV O design do Ateca é inconfundível. Também como SUV, a linguagem de design SEAT é uma combinação impressionante de dinamismo e funcionalidade. Elementos como a grelha trapezoidal, as linhas salientes com um raio mínimo e vincos marcados e a assinatura triangular das luzes, são pontos icónicos, por exemplo no Leon. Porém, todos os detalhes foram potenciados para um nível seguinte no Ateca. A secção dianteira do Ateca é 100 por cento SEAT e também 100 por cento SUV. A grande grelha sobressai em presença, enquanto as luzes bem delineadas e as marcantes entradas de ar não deixam qualquer dúvida quanto às credenciais dinâmicas do Ateca. Ao mesmo tempo, como SUV, apresenta-se com linhas musculadas e sólidas que inspiram robustez. Faróis Full-LED com assinatura Os elementos típicos da SEAT incluem os opcionais Full-LED com a sua luz extremamente clara e brilhante. Combinada com a assinatura triangular das luzes diurnas, a presença do conjunto é inconfundível. No Ateca, os piscas também fazem parte da assinatura luminosa. Tecnologia de topo e a experiência emocional andam de mãos dadas no SEAT Ateca. Um dos exemplos é a “Iluminação de presença”. Assim que destranca as portas, os LED nos espelhos exteriores iluminam a área junto às portas, projetando o nome do Ateca e a sua silhueta no solo. O perfil traduz claramente a dinâmica e a performance do novo SEAT. As linhas marcantes e de traço preciso moldam as formas, como no caso da secção que envolve as portas, mostrando o toque e a sensibilidade dos designers, mas também enaltecendo as qualidades dos especialistas que fazem as ferramentas e da produção SEAT. Interior refinado e com caráter desportivo O interior harmoniza em completo com o design exterior. O habitáculo combina uma elegância refinada com caráter dinâmico, reunido na sensação de qualidade, robustez e segurança tão do agrado dos condutores dos SUV. Exemplos fundamentais são a posição de condução elevada, a visibilidade para o exterior com os limites da secção dianteira bem demarcados e a presença das robustas molduras das portas. O tablier segue uma linha horizontal orientada para o condutor. Os comandos estão agrupados de forma próxima, enquanto os mostradores, como o ecrã central com as suas 8 polegadas, estão à distância de um olhar. A consola central é mais um exemplo de como o Ateca combina a impressão de proximidade e solidez dos controlos com a sensação desportiva de um comando curto da caixa de velocidades. Excelente aproveitamento de espaço com muita arrumação Com um comprimento exterior de 4,36 metros, o Ateca garante o melhor aproveitamento de espaço no segmento, com o máximo aproveitamento do espaço em comprimento com 510 litros disponíveis na bagageira na versão normal e com 485 litros nas variantes com tração integral. A carroçaria destaca-se não apenas pela sua versatilidade, mas também porque consegue-o com um design fluido. Embora muito rígido, o Ateca está entre os mais leves no seu segmento, garantindo um comportamento ágil, e não apenas no trânsito urbano. Tecnologia – os destaques inovadores do ATECA Logo que o condutor se instale a bordo, um círculo de luz à volta do botão “start” pulsa como um coração, mostrando que o Ateca está pronto para dar vida à próxima aventura. O Perfil de Condução SEAT está à disposição para ajustar as preferências de condução, condições da estrada e preferências pessoais. O leque de sistemas inovadores na assistência à condução é imenso. Um dos exemplos é o Assistente de Trânsito: esta função de assistência torna muito mais cómodo o movimento de pára-arranca nas filas de trânsito. A este ritmo de engarrafamento, o Ateca vira, acelera e curva automaticamente dentro de certos limites do sistema. A velocidades mais elevadas até aos 60 km/h, o sistema ajuda a manter a velocidade e a trajetória na faixa de rodagem. Uma nova função de segurança é o Assistente de Emergência: Se o condutor ficar inativo durante um certo período, o veículo emite um sinal visual, depois acústico, seguido, por último, por toques breves nos travões. Se mesmo assim não houver reação, o Ateca abranda até à paragem total dentro da faixa de rodagem. Outros elementos técnicos são o Cruise Control automático ACC, o Sistema de reconhecimento de sinais de trânsito, a deteção de ângulo morto, o Assistente de Trânsito à retaguarda e o Top View (visão 360º). O nível mais elevado de conetividade A conetividade é uma constante no mundo digital e uma exigência crescente no estilo de vida moderno e urbano de muitas pessoas. O SEAT Ateca garante o maior nível de conetividade, assegurando a última geração dos sistemas de “infotainment” Easy Connect, SEAT Full Link e o exclusivo SEAT ConnectApp: Media System plus, com o ecrã de 8 polegadas é a estrela da consola central, que pela primeira vez no SEAT Ateca pode incluir a função de carga de telemóvel sem fios: Carregador de telemóvel Wireless. O SEAT Full Link garante a conetividade de, virtualmente, todos os smartphones, ao incluir os sistemas MirrorLink e Full Link que asseguram as funções do Apple CarPlay e Android Auto. Dinâmica – Diversão de condução única A condução extraordinariamente divertida faz parte da alma da marca SEAT. O Leon, em particular, combina a precisão e agilidade, o conforto e a segurança, tão apreciados nas reações dos clientes e nos resultados dos imensos testes comparativos realizados por jornalistas de toda a Europa. O Ateca não promete menos nesta combinação. O caráter compacto, os motores potentes e a suspensão meticulosamente afinada, reúne performance e agilidade de uma forma única que marcará um novo nível entre a concorrência SUV. E ajusta-se plenamente a um estilo de vida urbano e versátil. A dinâmica do Ateca alimenta-se de um amplo leque de unidades motrizes. Todas sobrealimentadas. Com potências entre os 85 kW / 115 CV e os 140 kW / 190 CV com valores impressionantes de binário em toda a gama, asseguram toda a performance desejada. A oferta dos motores Diesel começa no 1.6 TDI com 115 CV. O 2.0 TDI está disponível com 150 CV ou 190 CV. Os valores de consumo oscilam entre os 4.3 e os 5.0 litros / 100 km, com valores de CO2 entre os 112 e 131 gramas / km. O motor de entrada é o 1.0 TSI com 115 CV. O 1.4 TSI traz a desativação de cilindros em regimes de carga parcial e debita 150 CV. Os consumos e as emissões destes motores ficam entre os 5.3 e os 6.2 litros e entre os 123 e 141 grama

 

NOVA CAMPANHA VOLKSWAGEN

NOVA CAMPANHA VOLKSWAGEN

 

 

O objetivo da campanha é reforçar a confiança na Marca e voltar a pôr o foco nas pessoas.

• Portugal será um dos primeiros países a comunicar o novo território da Marca.

 

A Volkswagen vai lançar a nível mundial uma nova campanha de comunicação ao longo das próximas semanas. O objetivo da campanha é reforçar a confiança na Marca e voltar a pôr o foco nas pessoas. Portugal será um dos primeiros países a comunicar o novo território da Marca.

Com esta nova campanha, a Volkswagen inaugura um território de marca, assinalando uma mudança fundamental na sua comunicação com os clientes.Campanha de_Marca_Volkswagen_2016_01_CopyCampanha de_Marca_Volkswagen_2016_02_CopyCampanha de_Marca_Volkswagen_2016_03_Copy

 

ATENÇÃO - OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO

OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO

 

 

Hello Sir/Madam,

Hope you are doing fine.
Our company Lexmark Sports is the manufacturers and exporters of the items list below.
We are highly interested in supplying you the these fine quality products according to your requirements.

GOKARTING RACE SHOES, GOKARTING RACE GLOVES
NOMEX RACE SHOES, NOMEX RACE GLOVES
OUT DOOR GOKARTING CORDURA RACE OVERALLS/SUITS, INDOOR GOKART OVERALLS/SUITS
SUMMER POLYESTER/COTTON SUITS/OVERALLS
FIRE RETARDANT COTTON 100% SUITS, TWO PIECE SUITS (PANT & JACKET)
RAIN SUITS, MECHANIC OVERALLS/SUITS, MARSHALL OVERALLS/SUITS
RACE TEAM CARGO PANTS AND SHORTS
CARBON KEVLAR RIB PROTECTORS, HELMET SUPPORT NECK COLLARS.
BALACALAVA COTTON & NOMEX
MECHANIC WORKS GLOVES,
EQUIPMENT BAGS, KART COVERS, STEERING WHEEL COVERS.
TEAM JACKETS, WATERPROOF JACKETS/BLOUSEN,
VERSITY JACKETS, T-SHIRTS, POLO SHIRTS, HOODIES, SOFT SHELL JACKETS

We are the best source for the Best Quality with compatible price Never compromising on service and quality, the company has successfully achieved an incredible position in the business for the last more than 15 blooming years.

"If you wish us to produce your own models on exclusive basis or custom products please feel free to send your design information or samples."

Thank you very much in advance and looking forward to hearing from you soon.

Best regards,
Maqsood Ahmed
Proprietor
===============================
LEXMARK SPORTS
Hunter Pura, P.O Cantt,
Sialkot-51300
PAKISTAN.
Tel. 0092-52-4296182
Fex. 0092-52-4293356
Cell: 0092-3454205655
www.lexmarksports.com
==============================

 

TOM TOM APRESENTA MELHORIAS

 

TomTom Traffic apresenta melhorias e chega a 50 países a nível global

 

TomTom (TOM2) anunciou melhorias significativas no seu serviço TomTom Traffic – beneficiando condutores que usam equipamentos de navegação (PNDs) e aplicações da TomTom, assim como clientes que têm acordos de licenciamento com aTomTom. As melhorias estão a ser divulgadas ao mesmo tempo que a TomTom anuncia um marco na expansão do seu serviço de trânsito. Com a inclusão da Indonésia e Eslovénia, o TomTom Traffic está agora disponível em 50 países a nível mundial.

As melhorias substanciais feitas ao TomTom Traffic incluem Informação de trânsito dependente do sentido, Mensagens dinâmicas de limite de velocidade, Previsões influenciadas pelas condições climatéricas e Monitorização das condições da estrada após queda de chuva ou neve. As alterações vão ser implementadas a partir de abril de 2016.

Ralf-Peter Schäfer, Responsável da Divisão de Trânsito na TomTom, afirma: “Na TomTom, trabalhamos incessantemente para garantir que disponibilizamos um serviço de trânsito líder. As novidades que estamos a anunciar vão melhorar a experiência de condução para quem usa os nossos PNDs e apps premiados, bem como condutores que usam um produto com TomTom Traffic através de acordo de licenciamento. Gostamos de manter as coisas simples, por isso os condutores não vão identificar muitas das novas funcionalidades executadas em segundo plano, mas acreditamos que vão reparar que as suas deslocações se tornarão mais simples e mais rápidas.”

Resumo das novas funcionalidades:

Informação de trânsito dependente do sentido

Congestionamentos em alguns cruzamentos podem afetar unicamente os condutores que vão numa determinada direção. A nova melhoria deteta automaticamente as diferentes situações de tráfego em cruzamentos e permite ao sistema de navegação só ter em atenção os engarrafamentos específicos no sentido do percurso do condutor.

Mensagens dinâmicas de limite de velocidade

As organizações responsáveis pela gestão das estradas utilizam sinalização e painéis de avisos para alterarem de forma dinâmica o limite de velocidade. Deste modo procura-se reduzir o limite de velocidade durante períodos de trânsito mais intensos para que os condutores se desloquem de forma mais segura e num fluxo mais consistente. O TomTom Traffic vai monitorizar automaticamente as autoestradas com mensagens de velocidade variável e apresentá-las ao condutor.

 

Previsões influenciadas pelas condições climatéricas

Chuva forte ou neve podem ter um impacto significativo na velocidade do trânsito. O TomTom Traffic vai usar informação de condições climatéricas com outros fatores como gravidade e tendência de engarrafamentos para melhorar a exatidão do tempo previsto para o congestionamento e velocidades na estrada.

Monitorização das condições da estrada após queda de chuva ou neve

As condições de trânsito podem continuar a ser afetadas por atrasos algum tempo após a queda de neve se a mesma se acumular na estrada. O TomTom Traffic vai monitorizar as áreas afetadas por atrasos relacionados com as condições climatéricas e vai continuar a apresentar mensagens de atrasos relevantes até a estrada voltar ao normal. Esta funcionalidade garante que os atrasos são considerados no que diz respeito ao melhor percurso e informação de hora prevista de chegada.

Hoje também foi anunciado o lançamento do serviço de trânsito de classe mundial da TomTom na Indonésia e Eslovénia. ATomTom  disponibiliza agora informação de trânsito exata para autoestradas, estradas principais e secundárias em 50 países. O TomTom Traffic inclui previsão de congestionamento que indica se um engarrafamento está a formar-se ou a dispersar-se e calcula a duração do atraso.

Os congestionamentos de trânsito são um problema para muitas cidades em todo o mundo”, continua Schäfer, “e na Indonésia e Eslovénia não é diferente. Além de atingir um grande marco em termos da presença do TomTom Traffic mundialmente, o lançamento do serviço nestes dois países dá aos seus condutores, indústrias automóveis e governos uma forma concreta de solucionar os problemas de trânsito. O nosso objetivo é ajudar os condutores a chegarem mais depressa aos destinos e apoiar as autoridades a gerir melhor o fluxo do trânsito.”

Para mais informação sobre o TomTom Traffic consulte: http://tomtom.com/en_ie/drive/tomtom-traffic/

 

PREÇOS MERCEDES BENZ

 

A Mercedes-Benz dá um passo importante rumo ao futuro com o novo Classe E. A décima geração desta limousine executiva destaca-se por uma elegância extrema com o seu design emotivo e interior exclusivo. O novo Classe E deverá chegar aos Concessionários em abril de 2016.

Os valores de comercialização do novo Classe E serão os seguintes:

Motorização

Motor

Caixa

CC

CV

PVP

E 220 d

OM654

Auto

1.950

194

58.150€

E 350 d

OM642

Auto

2.987

258

69.950€

E 200

M274

Auto

1.991

184

57.650€

 

NOVO ASTRA DA OPEL TCR TESTOU NO ESTORIL

Novo Opel Astra TCR completa cinco dias de testes no Estoril

1455094982661 Copy   | 
  • Desenvolvimento do Astra de competição está dentro do prazo;
  • Entrega dos primeiros carros a clientes no final de Fevereiro.

O programa de desenvolvimento do novo Opel Astra TCR completou uma importante etapa com uma longa sessão de testes de uma semana no circuito do Estoril, em Portugal. O primeiro protótipo da versão de pista do Astra, construído de acordo com as regras do novo campeonato TCR (Touring Car Racer), cumpriu centenas de quilómetros, recolhendo informações cruciais para a produção das unidades que vão ser entregues às equipas clientes a partir do final deste mês de fevereiro. «Foi uma semana muito produtiva», afirma Jörg Schrott, Diretor da Opel Motorsport. «Temos prazos apertados mas estamos a cumprir o calendário que traçámos. O nosso Astra TCR completou com sucesso testes em Zandvoort e no Estoril. Entramos agora na fase de afinar detalhes antes de os primeiros carros serem entregues». O Opel Astra TCR é apresentado pela primeira vez ao público no Salão Mundial do Automóvel de Genebra já no início de março.

Durante os testes em Portugal, o Diretor Técnico da Opel Motorsport, Dietmar Metrich, e a equipa do parceiro de desenvolvimento do Astra Kissling Motorsport, debruçaram-se especialmente no comportamento do sofisticado trem dianteiro. «Num carro de competição com cerca de 330 cv e tração à frente, todo o eixo dianteiro é uma área fulcral. As forças longitudinais e transversais que decorrem de aceleração, travagem e curva, jogam muito com ambas as rodas», explica Dietmar Metrich. «Não se trata apenas de conseguir a máxima rapidez. Tem a ver também com desgaste dos pneus. Portanto, quem conseguir um bom trem dianteiro, com boas regulações, tem uma clara vantagem. E, uma vez que os regulamentos não estabelecem um ponto de pivotagem específico na suspensão, temos alguma liberdade de desenho».

Os testes do Estoril serviram para os técnicos encontrarem uma afinação-base para extrair do Astra TCR o máximo rendimento em pista. Isto está em linha com a ‘doutrina’ de Dietmar Metrich: «É sempre mais fácil fazer um carro de corrida fiável a partir de um carro rápido, do que ao contrário. Mas o resultado final do desenvolvimento tem sempre que ir nesses dois sentidos», conclui.

O processo de desenvolvimento centrou-se na capacidade de aderência que o chassis e as rodas conseguem alcançar, em conjunção com a aerodinâmica e as alterações produzidas pelas regulações do ‘aileron’ traseiro e do ‘splitter’ dianteiro. Durante esse trabalho, as informações dadas pelos pilotos de serviço sobre o comportamento do carro são tão importantes como o cronómetro.

O equilíbrio geral do automóvel, quando é bem calculado e determinado, traduz-se também em maior capacidade de travagem. O sistema de travagem do Astra TCR, fornecido pelo prestigiado fabricante AP, integra discos de 378 mm e pinças de seis pistões à frente, e discos de 265 mm e pinças de dois pistões atrás.

A transmissão inclui uma caixa sequencial de competição com seis velocidades, comandada através de patilhas no volante. O motor de quatro cilindros, com turbocompressor e 2.0 litros de cilindrada, debita cerca de 330 cv e 420 Nm de binário máximo, estando limitado na ‘performance’ de acordo com o regulamento do campeonato.

 

MAZDA PREPARA ESTREIAS EM GENEBRA

 

Mazda prepara duas estreias europeias para Genebra

 

• Mazda expõe o concept Mazda RX-VISION, símbolo do legado histórico do motor rotativo

 

• Visitantes podem ver o mais frugal Mazda3 na Europa, com o motor SKYACTIV-D 1.5

 

. Começou a contagem regressiva para a 86ª edição do Salão Internacional do Automóvel de Genebra, certame em que a Mazda vai estar novamente presente, fazendo duas estreias em solo europeu: o premiado concept Mazda RXVISION e um novo Mazda3 de baixas emissões, fruto da combinação do modelo com o bloco diesel SKYACTIV-D 1.5. O concept RX-VISION personifica, de uma impressionante nova forma, o ilustre património da Mazda em termos de motores rotativos aplicados a automóveis desportivos. Estabelecendo um vínculo com a gama inédita de modelos de produção com a assinatura RX, o RX-VISION apresenta-se como um símbolo brilhante do espírito de constante desafio da Mazda, o único construtor bem sucedido no mercado com o seu motor rotativo. Um projecto que também forneceu terreno fértil aos seus designers, os quais fizeram uma interpretação única do design KODO – A Alma do Movimento, que transpira performance. Aliás, o RX-VISION conquistou o galardão de “O Mais Belo Concept Car do Ano” no âmbito da mais recente edição do Festival Automobile International, que decorreu em França. Por seu turno, o Mazda3 equipado com o motor SKYACTIV-D 1.5, acrescenta toda uma nova dimensão ao premiado familiar compacto, proporcionando a chegada ao mercado europeu de uma versão mais económica em consumos, daquele que é o modelo best-seller da Mazda. A mais recente edição deste bloco de baixo peso e emissões permite melhorias ao nível do prazer de condução e do conforto. Um motor que assegura uma resposta mais rápida e mais linear às solicitações do acelerador, fruto dos novos amortecedores dinâmicos construídos dentro de cada pistão, garantindo maior suavidade e silêncio no funcionamento. Apresentado em Genebra em 2014, o bloco SKYACTIV-D 1.5 esteve até agora disponível no Mazda2 e no Mazda CX-3. Também presente em Genebra estará o novo Mazda MX-5, modelo que acaba de completar uma esmagadora fase de lançamento na Europa, alcançando uma quase quadruplicação das vendas no quarto trimestre de 2015. A quarta geração do lendário roadster já conquistou cerca de dezena e meia de prémios, incluindo o ceptro de “Carro do Ano no Japão 2015-16”, o título de melhor descapotável importado para 2016 da revista alemã “Auto, Motor & Sport” e o de melhor descapotável a nível global da publicação britânica “What Car?” (e também abaixo do patamar das £25.000). Igualmente exposta no certame suíço estará a restante gama da actual geração, incluindo o Mazda CX-3, modelo que teve um início de vendas fulgurante desde que chegou aos stands de exposição da marca no Verão passado, lado a lado com o Mazda2, Mazda6 e Mazda CX-5. rx-visionrelease Copyt O stand da Mazda tem o nº 5150 e situa-se no Hall 5 do centro de convenções Palexpo, de Genebra. O certame está reservado aos membros da imprensa nos dias 1 e 2 de Março, estando depois patente ao público entre os dias 3 e 13 desse mês. * Consumo diesel em ciclo combinado de apenas 3,8 l/100km e 99 g/km de emissões de CO2 em modelo de transmissão manual. Para mais informações sobre os consumos oficiais de combustível e emissões oficiais específicas de CO2 dos automóveis novos de passageiros, por favor consulte o “Guia sobre consumo de combustível, emissões de CO2 e consumo de energia eléctrica de automóveis novos de passageiros” (“Leitfaden über den Kraftstoffverbrauch, die CO2- Emissionen und den Stromverbrauch neuer Personenkraftwagen”) que está disponível gratuitamente em todos os Concessionários Mazda na Alemanha e na Mazda Motors (Deutschland) GmbH, Hitdorfer Str.. 73, D-51371 Leverkusen.

 

AUDI COM NOVO RECORDE DE VENDAS

Audi AG inicia o novo ano com recorde de vendas

 Seguindo as vendas recorde do ano passado, a Audi AG continua a crescer em 2016. Com cerca de 143.150 unidades vendidas, a Marca conseguiu aumentar as suas entregas globais ano após ano, com um crescimento de 4 por cento em janeiro. A procura pelos modelos da marca dos quatro anéis evoluiu de forma positiva especialmente na Europa, com as vendas a terem aqui um acréscimo de 6,5 por cento, para cerca de 59.900 veículos. Os modelos da família SUV da Marca registaram, mais uma vez, um crescimento global. As vendas acumuladas dos Audi Q3, Q5 e Q7 foram de cerca de 46.350 unidades.

 

NISSAN É NOTICIA

 

COM QUASE 5,5 MILHOES DE UNIDADES VENDIDAS, NISSAN ESTABELECE NOVOS RECORDES A NÍVEL GLOBAL

  • As vendas a nível mundial aumentam 2,1% e estabelecem novo recorde absoluto, com 5.421.804 unidades
  • A produção global da Nissan em 2015 aumenta 1,4% face a 2014, estabelecendo também um novo recorde absoluto

A Nissan Motor Co., Ltd. Anunciou os valores relativos à produção, vendas e exportações respeitantes a Dezembro de 2015 e ao ano civil de 2015.

 

1. Produção

Dezembro

A produção global da Nissan em Dezembro aumentou 6,8% comparativamente ao ano anterior, para 437.113 unidades, sendo o oitavo mês a subir e marcando um recorde no mês de Dezembro.

 

Imagens Relacionadas

Imagens Relacionadas

 

HONDA COM NOVIDADE PARA GENEBRA

HONDA COM NOVIDADE PARA SALÃO DE GENEBRA

 

Vai estar em Genebra. É um 5 portas a ser lançado no início de 2017. E se houver Honda no WTCC no próximo ano, mais que a versão quatro portas, deve ser esta a carroçaria escolhida, marketing oblige!

 

MASERATI E A EQUIPA DE POLO

MASERATI E A EQUIPA DE POLO

 

A marca italiana apoia alguns desportos diferentes dos habituais e um deles é o polo no gelo, onde em Chamonix, teve a sua equipa a fazer uma demonstrção da modalidade para os seus clientes.mas1-maseratipolonaneve Copymas2-stmoritz Copymas3 Copymas4 Copymas5 Copymas7 Copymas8 Copymas9 Copymas10 Copy

 

JÁ ESTÁ EXPOSTO NO CENTRO PORSCHE PORTO

JÁ ESTÁ EXPOSTO NO CENTRO PORSCHE PORTO

 

O novo GT 3 da Porsche já está exposto no Centro Porsche Porto, se quiser ver de perto, é fazer uma visita.gt3-1 Copygt3-2 Copygt3-3 Copygt3-4 Copygt3-5 Copygt3-6 Copygt3-7 Copygt3-8 Copy

 

RESULTADOS 2015 DA GALP

 

“Resultados dos 12 Meses de 2015”

 

Os resultados da Galp Energia em 2015 atingiram €639 milhões de euros, refletindo uma melhoria significativa da atividade da refinação na Europa e o facto da refinaria de Sines ter operado durante quase todo o ano próximo da sua capacidade máxima, quando no ano anterior foi sujeita a uma paragem programada para manutenção. Os sinais do início de recuperação económica na Europa refletiram-se de forma positiva no mercado ibérico de produtos petrolíferos, incluindo no mercado português, que cresceu pela primeira vez em dez anos. No segmento de gás e eletricidade destacam-se a duplicação do volume de gás natural comercializado nas redes do centro da Europa e o aumento das vendas ao setor elétrico. A produção de petróleo no Brasil aumentou 82%, permitindo que a Galp Energia ultrapassasse os 50 mil barris de produção diária de petróleo e gás, o que atenuou o impacto da queda do preço do petróleo.

 

 

 

CLASSE E DA MERCEDES

 

O Mercedes-Benz Classe E é uma história de sucesso com uma grande tradição. Um dos seus antepassados é o Mercedes-Benz 170 V, que foi apresentado ao público em fevereiro de 1936. O conforto de condução, a construção compacta e leve eram apenas algumas das características deste veículo, que também impressionou com o seu novo motor de quatro cilindros e espaço interior apesar das dimensões compactas.87F269 Copy

 

AUTOPARTS LOGISTIC

 

AutoParts Logistic – Identificar Peças Auto nunca foi tão fácil

 

 

A AutoParts Logistic, loja online de Peças e Acessórios para automóvel, acabou de lançar novas funcionalidades no seu site, com o objectivo de facilitar ainda mais a identificação de peças.

 

A partir de agora, passam a estar disponíveis mais informações, como sejam por exemplo, a indicação dos eixos e dos lados de montagem, uma melhor descrição dos seus artigos, e novos filtros que permitem tornar as pesquisas ainda mais eficazes.

 

Esta atualização do site, aliada à identificação de peças automóvel através da respectiva matrícula (sendo a primeira loja em Portugal a dar essa possibilidade aos seus clientes), visa tornar o processo de identificação das peças muito mais intuitivo e acessível a todos os automobilistas.

 

A partir de agora, já não tem de ser um especialista em automóveis, para conseguir de forma autónoma e rápida, identificar às peças que procura.

 

Neste momento, AutoParts Logistic dispõe de uma oferta bastante completa de peças tanto no segmento Original como no Aftermarket, e ainda, com uma gama alargada ao nível de Baterias, Lubrificantes, artigos de Colisão e Acessórios. Com uma forte capacidade logística, assegura a cobertura nacional e entregas entre 24h a 48h, a confirmar mediante a zona de entrega.

 

AutoParts Logisic garante-lhe sempre preços competitivos e a entrega gratuita para encomendas superiores a 100€. Aceda já a www.autopartslogistic.com e ponha-nos à prova.

 

Visite-nos nas Redes Sociais:

•          Facebook: www.facebook.com/autopartslogistic

•          Twiiter: twitter.com/AutoParts_Loja

 

ALIANÇA RENAULT NISSAN VENDEU

 

Renault-Nissan Alliance SELLS 8.5 million vehicles in 2015

  • ·Fourth largest car group posts steady sales despite macroeconomic downturn in Russia and Brazil
  • ·Renault and Nissan brands achieve all-time records, thanks to strong sales in USA, China and Europe
  • ·Alliance remains zero-emission leader; cumulative sales exceed 300,000 EVs

The Renault-Nissan Alliance sold 8,528,887 million vehicles in 2015, up almost 1 percent from the previous year, thanks to record sales in the United States, China and Europe.

Combined sales for the world’s fourth largest car group, which includes Renault Group, Nissan Motor Co., Ltd., and Russia’s AVTOVAZ, held steady from calendar-year 2014 -- despite sharp declines in the overall Russian and Brazilian markets.

Renault, Nissan and AVTOVAZ, Russia’s largest automaker, account for about one in ten cars sold worldwide.

Renault Group, Europe’s third-largest automaker, sold a record 2,801,592 vehicles worldwide in 2015, up 3.3 percent from 2014, in a market that grew by 1.6 percent. This marked the third consecutive year of sales growth for Renault. Dacia sales accounted for a record 550,920 vehicles, up 7.7%. 

Renault, the fastest-growing major brand in Europe, reached a market share of 10.1 percent in a market that rose 9.4 percent. Renault retained its light commercial vehicle leadership in Europe for the 18th consecutive year.

Nissan Motor Co., Ltd., sold a record 5,421,804 cars and trucks worldwide, up 2.1 percent.  In each of its two biggest markets, the United States and China, Nissan sold at least 1.25 million vehicles. Infiniti accounted for a record 215,250 vehicles, up 16 percent from the previous year, thanks to all-time high sales in all key regions, including the Americas and China.

AVTOVAZ, which sells cars under the LADA brand, sold 305,491 vehicles, down 31.5 percent due to the slump in the Russian market. The Renault-Nissan Alliance has a majority stake in AVTOVAZ through a joint venture with state corporation Rostec. Together, the Renault-Nissan Alliance and AVTOVAZ sell about one in three cars in Russia.

The overall Russian car market plunged by more than 35 percent. The Alliance increased its market share from 30.7 percent in 2014 to 32.3 percent in 2015.

Renault-Nissan market highlights

The Alliance’s top 10 markets in 2015 were the US, China, France, Japan, Mexico, UK, Germany, Russia, Brazil and Spain.

In the United States, Nissan set an all-time record with 1,484,918 vehicles, up 7.1 percent, resulting in a record market share of 8.5 percent. Nissan also set annual sales records for Rogue, Versa, NV and NV200. In the light truck segment, sales rose 20 percent compared with 2014.

 

In China, Nissan sold 1.25 million vehicles, up 6.3 percent. Nissan remains the leading Japanese automaker in China with a market share of more than 5 percent.

 

Earlier this month, Renault began production of the Kadjar SUV at its joint venture plant in Wuhan with Dongfeng Motor Corp. This is the first model to be produced by Renault in China. The new plant will have an initial production capacity of 150,000 vehicles a year, with the potential to expand to 300,000 vehicles as demand increases.

In France, Renault’s home market, Renault sold 607,173 vehicles, up 5.1 percent. Its market share totaled 26.4 percent. The Clio compact car remained the top-selling passenger vehicle for the sixth consecutive year. Renault ZOE was the leading electric passenger vehicle with at 60 percent market share.

In Japan, Nissan’s home market, Nissan sold 589,046 vehicles, down 12.1 percent. Nissan’s market share stood at 11.7 percent.

 

In Mexico, Nissan posted record sales of 348,941 vehicles, up 19 percent. With a market share of 25.8 percent for 2015, Nissan has held the top sales spot in Mexico for the last six consecutive years.

In Brazil, Renault’s second-largest market, its market share increased by 0.2 points to 7.3 percent in a market that contracted by 25.5 percent.

In India, which is expected to be an important pillar of Alliance sales and industrial growth in the future, Renault remained the leading European automotive brand with sales up more than 20 percent to 53,848 vehicles.

More than 80,000 people in India placed orders for the Renault Kwid compact hatchback since its launch in September. The Kwid is the first Alliance vehicle built on Common Module Family-A architecture, the smallest and most affordable category of cars in the Alliance CMF family. The Datsun brand will launch a model using CMF-A architecture later this year.

Zero-emission highlights

The Alliance sells about one in two pure electric vehicles worldwide. Through the end of December, the Alliance has sold a cumulative 302,000 EVs worldwide.

The first mainstream, mass-marketed EV, the Nissan LEAF, went on sale in December 2010. Nissan LEAF remains the world’s best-selling EV with more than 201,000 vehicles sold since its launch.

Since Renault began selling EVs in October 2011, Renault has sold a cumulative 83,000 electric vehicles worldwide, including the Twizy two-seater urban commuter. The Renault Kangoo Z.E. remains the top light commercial EV in Europe.

In calendar-year 2015, the Renault-Nissan Alliance sold 85,000 electric vehicles, up more than 2.5 percent compared with previous year. Nissan’s global EV sales fell 9.8 percent, while Renault’s sales increased 45 percent. The 2016 Nissan LEAF has an all-new 30 kWh battery, which delivers 20 percent more driving range between charges than the previous 24 kWh version. In addition to LEAF, Nissan also sells the e-NV200 van.

In Europe, Nissan’s EV sales rose 14.3 percent in 2015 to nearly 20,000 vehicles. Renault’s EV sales in Europe increased 49 percent to nearly 23,100 vehicles, excluding Twizy. Renault ZOE was the best-selling EV in Europe in 2015, accounting for nearly 19 percent of the market.

Top 10 Alliance Markets

 

 Country

Total Sales

Market Share

US

1,484,918

8.5%

China

1,265,922

5.3%

France

684,373

30%

Japan

594,126

11.7%

Russia*

517,799

32.3%

Mexico

373,261

27.6%

UK

297,516

9.9%

Germany

252,383

7.4%

Brazil

242,744

9.8%

Spain

218,846

18.3%

*Including AVTOVAZ

 

 

 

 

Top 10 Renault Markets

Country

Total Sales

Market Share

France

607,173

26.4%

Brazil

181,504

7.3%

Germany

177,787

5.2%

Turkey

162,175

16.8%

Spain

156,108

13.1%

Italy

154,730

9.1%

United Kingdom

128,269

4.3%

Russia

120,411

7.5%

Algeria

90,182

35.6%

Belgium+Luxembourg

82,374

13.3%

 

 

Top 10 Nissan Markets

 

Country

Total Sales

Market Share

U.S.

1,484,918

8.5%

China*

1,250,073

5.3%

Japan

589,046

11.7%

Mexico

348,941

25.8%

UK

169,247

5.6%

Canada

129,976

6.8%

Russia

128,713

8.0%

France

77,200

3.6%

Germany

74,596

2.2%

United Arab Emirates

66,839

15.9%

 *Including Venucia brand

About the Renault-Nissan Alliance                                                                                     

The Renault-Nissan Alliance is a strategic partnership between Paris-based Renault and Yokohama, Japan-based Nissan, which together sell one in 10 cars worldwide. The companies, which have been strategic partners since 1999, sold 8.5 million vehicles in nearly 200 countries in 2015. In addition to AVTOVAZ, the Alliance operates strategic collaborations with automakers including Germany’s Daimler, Japan’s Mitsubishi Motors, China’s Dongfeng Motor, and India’s Ashok Leyland.

 

NOVA SPACE TOURER DA CITROEN

NOVA SPACE TOURER DA CITROEN

 

 

Moderno e pleno de carácter, o CITROËN SpaceTourer dá, com as suas 3 silhuetas e as suas capacidades interiores, uma nova resposta à utilização dos profissionais, mas também das tribos familiares ou de amigos. Nómada e na moda, esta nova van associa, sem compromisso, o conforto, o aspeto prático e a estética. Graças à sua nova plataforma, o SpaceTourer oferece um comportamento dinâmico e uma eficiência notáveis, com consumos «Best in Class». Apresenta tecnologias destinadas a garantir um elevado nível de segurança e a facilitar o quotidiano. O SpaceTourer, companheiro de uma vida intensa e sem limites, será apresentado em estreia mundial no Salão de Genebra. (16S10 Copy16S21 Copy16S28 Copy

 

SOFRAPA LANÇA NOVAS MARCAS

 

Sofrapa lança novas Marcas


A Sofrapa acaba de anunciar o início da distribuição de Lâmpadas Neolux e Elevadores de Vidro Electric Life.

A Neolux é marca Alemã com mais de 90 anos de experiência no aftermarket, e conta com um portefólio que cobre todas as tecnologias de iluminação automóvel: Leds, Halogéneo, Xénon, tanto a nível de iluminação exterior como de interiores.

De referir igualmente que se trata de uma marca que oferece soluções de iluminação para todos os tipos de veículos: automóveis, motos, camiões e autocarros.

Já a Electric Life, é uma marca especialista na produção de Elevadores de Vidro elétricos para automóveis com mais de 30 anos de presença no mercado.

A oferta de produtos de elevada qualidade que a Sofrapa proporciona ao mercado de peças independente, sai assim reforçada com a aposta em duas marcas de qualidade reconhecida.

De facto, 2016 será para a Sofrapa um ano de forte dinâmica comercial e de aposta no crescimento da sua oferta de produtos ao mercado, tendo já prevista a incorporação várias novidades no seu programa de vendas a curto prazo.

 

NOVO MOKKA X DA OPEL

Ainda mais aventureiro - o novo Mokka X

1454519274475 Copy  | 
  • Novo desenho: dinâmico por fora, refinado no interior;
  • Novo motor 1.4 Turbo com injeção direta, caixa automática e tração integral;
  • Faróis LED adaptativos e câmara OpelEye de nova geração;
  • Novo sistema de infoentretenimento com integração de ‘smartphones’ e Opel OnStar.

Desde o lançamento em 2012, o Opel Mokka ganhou de pleno direito uma posição de relevo no mercado europeu. Com dimensões muito compactas, aparência ‘desportiva’ e posição de condução elevada, este SUV subcompacto já ultrapassou a fasquia das 500.000 unidades produzidas e tornou-se, há muito, num dos automóveis mais populares neste segmento de mercado. Com o Mokka X, a Opel não esconde que quer ir ainda mais além. O novo modelo tem estreia marcada para o Salão Mundial do Automóvel de Genebra, em março, e chegará ao mercado português em outubro. O Mokka X tem novas linhas no exterior, habitáculo completamente renovado e um sistema de informação e entretenimento de nova geração que o torna num dos SUVs mais bem conectados do mercado. A par da nova geração de motores turbodiesel 1.6 CDTI, o Mokka X vai alargar o leque de motorizações a gasolina ao integrar o mais recente 1.4 Turbo da Opel, com injeção direta, que estará associado a transmissão automática com Start/Stop e a um evoluído sistema de quatro rodas motrizes.

Atitude dinâmica

O Mokka constitui um dos símbolos de sucesso da fase de ressurgimento da Opel. Este SUV subcompacto trouxe novos clientes para a marca alemã, atraídos por dimensões reduzidas, estilo ‘desportivo’ e capacidades reais de todo-o-terreno.

O Mokka X estreia a nova designação da Opel para uma futura gama de automóveis SUV e ‘crossover’: o ‘X’ pretende sublinhar um carácter mais aventureiro e ‘duro’ face aos restantes modelos mais convencionais.

O desenho da frente do novo Mokka X segue os traços mais recentes da filosofia de ‘design’ da Opel, nomeadamente no formato da grelha e na assinatura em forma de asa integrada nos faróis. As linhas e as superfícies são mais elegantes e existem agora menos aplicações de plástico. Atrás, os novos grupos óticos voltam a interpretar a assinatura de ‘asa’, especialmente na opção com LED. No perfil, as linhas que dão volume aos flancos continuam a destacar-se, contribuindo para sublinhar o porte atlético.

O habitáculo foi redesenhado por completo. O tabliê do Mokka X é totalmente novo, inspirado no do novo Astra. Tem uma aparência mais simples e é, simultaneamente, mais sofisticado e elegante. A consola central foi desenhada em torno do grande ecrã tátil de oito polegadas que comanda a mais recente geração de sistemas de informação e entretenimento da Opel. De imediato, salta à vista um ‘design’ mais purista, com menos teclas, já que boa parte dos comandos está agora acessível no ecrã tátil.

Caixa automática de seis velocidades e tração integral adaptativa

Na sequência do lançamento da nova geração turbodiesel 1.6 CDTI, é agora a vez de alargar o leque de opções de motores a gasolina. O novíssimo 1.4 Turbo com injeção direta, que estreou no Astra há poucos meses, estará disponível no Mokka X em combinação com uma caixa automática de seis velocidades com Start/Stop, e tração adaptativa às quatro rodas. Os valores preliminares apontam para 152 cv de potência e consumo médio de 6,6 l/100 (emissões de 154 g/km). O sistema de tração integral é especialmente eficiente graças a um diferencial multidisco com comando eletromagnético. Em circulação normal, com piso seco, a tração faz-se apenas às rodas dianteiras com o objetivo de manter o consumo de combustível no patamar mais baixo possível. Dependendo das condições da estrada, a variação de binário pode ir de 100% à frente, até 50% para cada eixo em casos extremos como uma estrada coberta de água.

Faróis AFL de LED e nova geração da câmara OpelEye

Para além do sistema de tração às quatro rodas, os engenheiros da Opel executaram uma vez mais a estratégia da Opel de oferecer tecnologia inovadora a uma larga base de clientes, criando os faróis Adaptive Forward Lighting (AFL) de LED. O novo sistema adapta os diferentes padrões de feixes luminosos às condições em que o automóvel está a ser utilizado. Desta forma, fica garantida a melhor iluminação sem encandear os outros utilizadores da via. O AFL de LED da Opel possui um total de nove funções/padrões diferentes de luz para situações tão diversas como circulação em cidade, em estrada nacional e em autoestrada, para além de iluminação de curva e cruzamento, marcha-atrás e sinalização quando parado. Este novo sistema de LED substitui o anterior AFL bi-xénon. Por um lado, a luz LED tem propriedades que permitem que os objetos retenham a sua cor natural, o que tem vantagens significativas ao nível do conforto de visão. Ao mesmo tempo, o módulo do farol com LED não possui peças mecânicas, tornando-se mais rápido nas reações e sendo substancialmente mais durável.

Outro avanço importante no Mokka X é a nova câmara dianteira OpelEye, que tem maior resolução e capacidade acrescida de processamento de imagens, com resultados determinantes na precisão de todas as funções que suporta, incluindo a comutação automática médios/máximos dos novos faróis AFL de LED. OReconhecimento de Sinais de Trânsito foi apurado e inclui funcionalidades acrescidas, também graças à integração do apoio do sistema de navegação. O Indicador de Distância para o Veículo da Frenterecorre à câmara para fazer uma leitura detalhada do tráfego que circula à frente do Mokka X. Recorrendo aos mesmos dados, o Alerta de Colisão Dianteira Iminente possui agora luzes LED de alerta que são projetados no para-brisas no campo de visão do condutor. Este aviso, acompanhado de um sinal sonoro, é acionado quando a aproximação ao veículo da frente é mais rápida do que o normal. Por seu turno, o sistema de Aviso de Saída de Faixa é ativado a velocidades superiores a 60 km/h e consta de um alerta sonoro e de uma luz no tabliê.

O automóvel mais confortável do segmento, com a melhor conectividade

Tal como o novo Astra, o Mokka X vai disponibilizar os serviços OnStar logo desde o lançamento. Além desses, o mais evoluído sistema de informação e entretenimento IntelliLink permitirá a integração e projeção de ‘smartphones’ através de Apple CarPlay e Android Auto.

O Mokka X também pode reclamar para si o título de automóvel mais confortável do segmento. Tal como muitos modelos Opel, o pequeno SUV oferece bancos certificados pelos especialistas alemães de ergonomia da AGR. Para além disso, pode ser equipado com sistema de abertura e ignição sem chave, bastando ao condutor manter a chave no bolso para comandar as portas e a ignição mediante o toque em pequenas teclas.

Com novo desenho, gama de motores mais completa, capacidades comprovadas de todo-o-terreno, conectividade de topo com o mundo exterior e equipamento de segurança e conforto completo, o novo Mokka surge plenamente preparado para dar continuidade ao sucesso do antecessor, o qual, entre outros, foi premiado duas vezes com o “Carro do Ano de Quatro Rodas Motrizes” e outras duas com o “Carro de Empresa do Ano” na Alemanha.

 

PREÇOS PNEUS MICHELIN

Vimos por este meio apresentar os novos preços nos pneus Michelin X.
Michelin X - Agora com preços imbativeis!!!
 
Conseguimos baixar os preços nos pneus Michelin X, confira:
Cod. Dimen.    Preço
IVC936 125SR400 Michelin X 110,00 €
IVC937 135SR400 Michelin X 121,00 €
IVC938 145SR400 Michelin X 128,00 €
IVC939 155SR400 Michelin X 148,00 €
IVC940 165SR400 Michelin X 164,50 €
IVC940 185SR400 Michelin X 206,00 €
*Aos preços acresce IVA e Ecovalor
**Salvo ruptura de stock
Em caso de dúvida não hesite em nos contactar.
Visite o nosso site: http://www.pneusclassicos.comCamp MichelinX_Copy

 

NOVO CITROEN A SER APRESENTADO

NOVO CITROEN A SER APRESENTADO NO SALÃO DE GENEBRA

 

 

Por ocasião do lançamento do modelo SpaceTourer, a CITROËN associa-se ao grupo francês de eletro-pop HYPHEN HYPHEN e desvenda um concept 4x4, pleno de otimismo e energia: o concept SpaceTourer HYPHEN. Verdadeiro amplificador da versão de série, o concept SpaceTourer HYPHEN poderá ser visto no próximo Salão de GenebraCL 16.008.001_CopyCL 16.008.002_CopyCL 16.008.003_Copy

 

SEGUNDO A INFORMAÇÃO DA VOLKSWAGEN

 

Emissões de Óxido de Azoto do Grupo Volkswagen: medidas começam a ser implementadas em Portugal para o Volkswagen Amarok

 

• Clientes de Volkswagen Amarok começarão a ser contactados a partir de agora. Os restantes clientes serão informados de forma faseada, de acordo com a disponibilidade da solução técnica para o seu veículo

As medidas relativas aos motores EA189 afetados pelas discrepâncias de Óxido de azoto (NOx), decididas pela Volkswagen AG e aprovadas pelas autoridades alemãs (KBA), começaram a ser implementadas em Portugal.

 

VOLKSWAGEN INFORMA

 

Emissões de Óxido de Azoto do Grupo Volkswagen: medidas começam a ser implementadas em Portugal para o Volkswagen Amarok.

 

• Clientes de Volkswagen Amarok começarão a ser contactados a partir de agora. Os restantes clientes serão informados de forma faseada, de acordo com a disponibilidade da solução técnica para o seu veículo. As medidas relativas aos motores EA189 afetados pelas discrepâncias de Óxido de azoto (NOx), decididas pela Volkswagen AG e aprovadas pelas autoridades alemãs (KBA), começaram a ser implementadas em Portugal. A SIVA, seguindo o planeamento definido pela Volkswagen AG em articulação com o KBA, estabeleceu um plano de implementação para o Volkswagen Amarok equipado com motores de 2,0 litros, visando uma atualização de software. O tempo de trabalho real para esta ação é de pouco menos de meia hora. A Ação de Serviço começa a partir de agora e será faseada em função das diversas versões de software a atualizar. O plano de implementação inicia-se através de uma Ação de Serviço com contacto proactivo a todos os clientes, realizada pelas redes de Concessionários da Volkswagen, Audi e Skoda, na qual os clientes possuidores do Volkswagen Amarok irão ser contactados a partir de agora. De acordo com o Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT), esta Ação de Serviço para o Volkswagen Amarok terá que ser efetuada em todas as viaturas afetadas com matrícula portuguesa, incluindo as importadas usadas, de forma a garantir a conformidade com as emissões de NOx constantes da sua homologação. O site da Marca Volkswagen no qual já consta a possibilidade de consulta dos números do quadro abrangidos, disponibiliza também um formulário no qual os clientes poderão registar e atualizar os seus dados, para efeitos de contacto posterior. Com esta Ação de Serviço, pretende-se reduzir ao mínimo os inconvenientes para os clientes dos veículos afetados, os quais não terão, para além disso, que suportar quaisquer custos de reparação. 2 A SIVA – Sociedade de Importação de Veículos Automóveis, SA integra o conjunto de empresas que constituem o Grupo SAG. Constituída em 1987, a SIVA é a distribuidora das marcas do Grupo Volkswagen para o mercado português: Volkswagen, Audi, Bentley, Lamborghini, Škoda e Volkswagen Veículos Comerciais.

 

MAZDA PREPARA 3º RECORDE CONSECUTIVO

 

Mazda prepara 3º recorde consecutivo de resultados financeiros

 

• Crescimento de 14% nos resultados operacionais e de 16% em receitas, num período em que a Mazda registou aquele que foi o 9º mês consecutivo de recorde de vendas • A Mazda confirma os objectivos para a totalidade do Ano Fiscal, com um contributo positivo das reformas estruturais e apesar das taxas de câmbio Corporate-Header-Image-2016 696x463_Copy O negócio da Mazda Motor Corporation continuou a expandir-se ao longo do 3º Trimestre do Ano Fiscal que terminará a 31 de Março próximo. A marca japonesa viu aumentar a sua receita global, para os primeiros nove meses, em 16% face a igual período do ano passado, ascendendo a um valor de ¥2.550 biliões (€19.000 milhões), enquanto o resultado operacional cresceu 14% para ¥173.000 milhões (€1.290 milhões). O lucro líquido ascendeu aos ¥124.000 milhões (€922 milhões)*. As vendas de veículos novos aumentaram 14% no período, para um total de 1.145.000 unidades, num novo recorde para a Mazda, alcançado após três trimestres. Liderando de novo esta realidade, a Europa registou um aumento de 27% face ao mesmo período do Ano Fiscal anterior, representando 163.000 unidades, ultrapassando a performance da globalidade do mercado por uma larga margem, graças ao crescimento de vendas de modelos como o novo Mazda CX-3 e a nova geração Mazda2. Noutros pontos do planeta, as vendas cresceram 15% num mercado japonês que está em retracção, 14% na China e 8% na América do Norte. A Austrália e a região ASEAN registaram, por seu turno, crescimentos de 18% e 34%, respectivamente. Para além da popularidade dos modelos que compõem a nova geração de modelo Mazda, entretanto alargada com a inclusão do CX-3, um SUV do segmento B, e do novo roadster Mazda MX-5 durante o presente Ano Fiscal, o sucesso da Mazda é igualmente imputável às reformas estruturais em curso. Após expandir a sua base de produção global, a Mazda aprimorou as taxas de exploração das suas instalações de produção no Japão e em redor do mundo, para irem ao encontro da sempre crescente procura. As alianças globais entretanto estabelecidas e as iniciativas de atenção ao cliente também ajudaram a melhorar a sustentabilidade e solidez financeira. A muito aclamada geração de modelos assente na Tecnologia SKYACTIV e no premiado design KODO – A Alma do Movimento representa, agora, mais de 85% dos novos veículos Mazda vendidos em todo o mundo. Entre os mais reputados galardões conquistados incluem-se o título de “Carro do Ano no Japão 2015-16” e o “Japan Automotive Hall of Fame / Car of the Year 2015-2016” ambos conquistados pelo novo MX-5. A Mazda também alcançou, nos EUA e pelo terceiro ano consecutivo, o melhor consumo médio de combustível de uma frota entre todas as marcas de volume, de acordo com o relatório “Light Duty Fuel Economy Trends” da Agência de Protecção Ambiental (EPA), de Dezembro último. PRESS RELEASE Mazda Motor de Portugal Para informações adicionais, por favor contacte: Mazda Motor de Portugal Av. José Malhoa nº 16 – Piso 3, Fracção B2 | 1070-159 Lisboa Tel: +351 21 351 27 70 | Fax: +351 21 351 27 71 Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar | www.mazda-press.pt | www.mazda-press.pt As previsões da Mazda permanecem, assim, inalteradas. A construtora irá monitorizar cuidadosamente o impacto das recentes alterações nos ambientes económicos em vários dos principais mercados sobre o automóvel. A Mazda prepara-se para registar aquele que será o seu terceiro resultado operacional recorde em outros tantos anos consecutivos, confirmando as suas previsões de ¥230.000 milhões (€1.700 milhões) para a totalidade do Ano Fiscal, num crescimento de 9,5%, de ¥3.370 biliões (€25.000 milhões) em receitas e de ¥155.000 milhões (€1.150 milhões) de lucro líquido. * Fonte: "Resultados Financeiros Consolidados para o Terceiro Trimestre do Ano Fiscal que termina a 31 de Março de 2016" da Mazda Motor Corporation. Os valores em euro foram calculados à taxa de €1 = ¥135 para os primeiros nove meses do ano e à taxa de €1 = ¥134 para a totalidade do ano

 

PORSCHE É NOTICIA

 

Porsche SE: Reporting of the Annual Results and Annual General Meeting postponed

 Volkswagen AG, Wolfsburg, informed in an ad-hoc-announcement that the preparation of the annual financial statement 2015 is delayed due to remaining open questions relating to the consequences of the emissions issue and the resulting valuation issues. As a consequence of the capital stake of currently 30.8 percent Porsche Automobil Holding SE, Stuttgart ("Porsche SE"), holds in Volkswagen AG, the reporting of the annual results of Volkswagen AG is a necessary precondition for the preparation of the annual results and group profit of Porsche SE. Therefore, the reporting of the annual and consolidated annual financial statements 2015 of Porsche SE will be postponed as well.

Consequently, corresponding to the case of Volkswagen AG, the dates for the Annual Press Conference and Analyst Conference (previously planned for March 15, 2016) as well as the Annual General Meeting (previously planned for May 04, 2016) of Porsche SE will be postponed. Porsche SE will inform as soon as possible about the new dates to be scheduled.

Porsche SE's previous forecast of a consolidated total group profit after taxes for the fiscal year 2015 of between 0.8 billion euro and 1.8 billion euro was and is subject in particular to new cognition regarding special items in connection with the emissions issue and is furthermore based on the unchanged assumption that the Volkswagen Group's financial result for the fiscal year 2015 will be within the range of the previous expectations. Due to these restrictions, Porsche SE's forecast was and still is inevitably subject to assessment risks.

 

CARLINO DA HYUNDAI

 

A  Carlino Copyapresentação do “Carlino” na Exposição Automóvel de Deli, onde destacamos:

 

  •  O ‘Carlino’ concretiza a visão da Hyundai para viaturas compactas vocacionadas para a mobilidade urbana.
  •  Design único e moderno desenvolvido para um estilo de vida versátil.
  •  Plataforma inovadora ‘plug and play’ apresenta o futuro da customização automóvel.
 

NOVO AUDI RS Q 3

 

Novo modelo de topo com mais potência e equipamentos exclusivos

 Motor premiado de 5 cilindros com 367 Cv

 Já se iniciaram as pré-encomendas para o Audi RS Q3 performance

 

 

A Audi inflama o próximo nível de desempenho no segmento compacto dos SUV’s de elevadas prestações: o novo Audi RS Q3 performance que impressiona na potência de 367 Cv (270 kW) e no binário máximo de 465 Nm. Esta incrível potência catapulta o novo modelo dos 0-100 km/h em apenas 4,4 segundos, enquanto a velocidade máxima atinge os 270 km/h.Audi RS_Q3_performance_01_CopyAudi RS_Q3_performance_02_CopyAudi RS_Q3_performance_03_Copy

 

TRELLEBORG APRESENTA

Trelleborg apresenta a sua ampla gama de soluções de rodas completas na FIMA 2016

A 39ª Feira Internacional de Máquinas Agrícolas FIMA 2016 realiza-se em Zaragoza de 16 a 20 de fevereiro.

A Trelleborg irá apresentar a sua ampla gama de pneus agrícolas e soluções de rodas completas na 39ª Feira Internacional de Máquinas Agrícolas FIMA 2016, que se realizará em Zaragoza de 16 a 20 de fevereiro, no Pavilhão 7, Stand D-7.

Ramon Martinez, Country Manager de Espanha e Portugal da Trelleborg Wheel Systems afirma: "Com mais de 220.000 visitantes e 1.250 expositores na edição de 2014, a FIMA tornou-se no maior evento para profissionais agrícolas do sul da Europa e proporciona-nos uma plataforma ideal onde mostrar as nossas mais recentes soluções de alto desempenho diretamente aos profissionais agrícolas".

No centro do stand de 300 m2 estará a mais recente inovação da Trelleborg, o pneu VF 710/60R42 da nova gama de pneus TM1060, projetado com a tecnologia ProgressiveTractionTM para a última geração de tratores.
.
O novo TM1060 da Trelleborg não só reproduz, como supera o rendimento dos pneus da série /60. A maior medida da nova gama, a VF 710/60R42, oferece uma capacidade de carga de até 40 por cento mais do que as alternativas premium do mercado. Além disso, ao contrário de muitas soluções existentes no mercado, o TM1060 é adequado para a utilização em tratores acima de 300 CV e pode ser utilizado com rodas mais estreitas, melhorando a eficiência do trator.



Trelleborg Stand at FIMA

 

INTERESCAPE É NOTICIA

Interescape eleita como PME Líder em 2015

Tri-Líder de 2013 a 2015.

Pelo terceiro ano consecutivo, o IAPMEI distinguiu a Interescape com o Diploma de PME Líder, pela qualidade do seu desempenho.

Este prémio, atribuído pelo IAPMEI - Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas e à Inovação, em conjunto com diversas entidades bancárias, distingue todos os anos as pequenas e médias empresas que se destacam no tecido empresarial português pelo seu crescimento, sustentabilidade, desenvolvimento de novos negócios e capacidade de exportação, tendo por base as melhores notações de rating e indicadores económico-financeiros.



CARTAZ_PME_2015

 

MANN + HUMMEL

MANN+HUMMEL: números preliminares de 2015

MANN+HUMMEL aumentou as receitas em 8% até aos 3000 milhões de euros

Segundo os números preliminares, a MANN+HUMMEL aumentou as receitas em oito porcento até aos 3000 milhões de euros no exercício fiscal 2015 (em 2014: 2800 milhões de euros). Os efeitos da divisa contribuíram positivamente para este crescimento das receitas. Deste modo, a empresa amplia ainda mais a sua posição como líder em filtragem nas indústrias do ramo automóvel e engenharia internacionais.

O fabricante de filtros proporcionará mais informações sobre os lucros quando apresentar a memória anual. Devido à conversão às normas internacionais de informação financeira (IFRS, pelas suas siglas em inglês) a MANN+HUMMEL não apresentará os seus números auditados antes de julho de 2016.

“O crescimento das nossas receitas acelerou em 2015. Apesar da difícil situação do mercado no Brasil, Rússia e China, o desenvolvimento do nosso negócio principal foi satisfatório”, diz Alfred Weber, Presidente e CEO.

Em 2016 a MANN+HUMMEL continuará a sua estratégia de crescimento e consolidará a sua imagem de marca. É o ano do seu 75º aniversário.



Alfred_Weber

 

ACAP FAZ BALANÇO

ACAP faz balanço do ano em Conferência de Imprensa

A Associação Automóvel de Portugal (ACAP) fez hoje, em Conferência de Imprensa, o balanço do mercado e indústria automóvel em Portugal, em 2015, assim como divulgou a sua agenda para o ano de 2016.

Em 2015, o mercado automóvel teve um crescimento de 24% face ao ano de 2014. Apesar do crescimento registado, o mercado em 2015 ficou 11% abaixo da média dos últimos quinze anos.

É de salientar o facto de a receita do ISV (Imposto Sobre Veículos) ter tido, de novo, um aumento de 23 por cento (para 573 milhões de euros) face a 2014. Este foi o maior aumento percentual de receita de todos os impostos indirectos. Por outro lado, à receita de IUC de 286 milhões, que reverteu para o Estado, há a somar o montante de 283 milhões que transitou para as autarquias. Assim, o total da receita de ISV e de IUC ultrapassou, em 2015, os mil milhões de euros (1.098 milhões de euros).

No que respeita ao Sector da Indústria Automóvel, este continua a ser o primeiro sector exportador do País, representando 11% do total das exportações.

Para 2016, a ACAP irá propor, nesta legislatura, a criação do Grupo de Trabalho do Sector Automóvel na Assembleia da República, irá continuar a desenvolver esforços para alterar a classificação das taxas de portagens, assim como, irá participar na criação do importante “Cluster do Sector Automóvel”.


Indústria Automóvel

 

NOVO COUNTRY MANAGER NA PENINSULA IBÉRICA

 

Daniele Deambrogio inicia 2016 como o novo Country Manager da Pirelli Neumáticos para Portugal e Espanha

 

 

 Daniele Deambrogio começou a sua primeira época completa como o novo Country Manager da Pirelli Neumáticos para Portugal e Espanha. Desde que foi nomeado no passado mês de setembro, substituindo Giansimone Bertoli que exerceu as funções de responsável máximo da empresa durante três anos, sendo promovido a Region Manager para a Polonia, Escandinavia e Países Bálticos.

 

Após o primeiro trimestre na sua nova função, um dos primeiros actos corporativos de Daniele Deambrogio foi a convenção anual da Pirelli que aconteceu no passado mês de dezembro em Barcelona, e que marcou as novas diretrizes para 2016.

 

Deambrogio, tem 47 anos e nasceu em Milão (Italia). É engenheiro industrial e possui formação em gestão internacional pela Universidade Politécnica de Milão. Fala 4 idiomas e o seu novo desafio é aprender espanhol.

 

Acumula uma longa experiência a nível central, como também nos diferentes mercados europeus pela sua presença no grupo Pirelli com mais de 20 anos. Trabalhou em diferentes áreas, desde o Marketing (direção de Marketing em países como Italia e Turquia, como direção de Marketing mundial), em vendas (sales manager do Norte de Africa e Próximo Oriente) e como Diretor geral em países muito importantes (CEO na Grécia, França, Itália e Alemanha).

 

Habituado a liderar equipas de trabalho, Daniele Deambrogio chega  ao cargo de diretor geral da Pirelli para a península Ibérica, com o desafio de continuar o excelente trabalho realizado pela equipa existente e principalmente consolidar a Pirelli como a marca referência de pneus Premium, apoiando-se na numa seleção dos principais agentes do mercado.

 

 PIRELLI Institucional_2_CopyPIRELLI Institucional_3_Copy

 

SEIS FINALISTAS

 

SEIS FINALISTAS PARA A JAGUAR LAND ROVER NOS COBIÇADOS PRÉMIOS AUTOMÓVEL MUNDIAL 2016

 

discover1 Copydiscover2 Copydiscover3 CopyDiscovery Sport_Copy

 

 

  • Jaguar XE e o Land Rover Discovery Sport nomeados para o Título de Automóvel Mundial 2016 na categoria Design Automóvel Mundial.
  • Novo Jaguar XF finalista na categoria Automóvel de Luxo Mundial.
  • Range Rover Sport SVR nomeado para o título de Automóvel de Performance Mundial.

 

A Jaguar Land Rover obteve umas impressionantes seis nomeações nos prestigiados Prémios Automóvel Mundial 2016, incluindo duas para o prémio máximo.

A berlina desportiva Jaguar XE e o SUV compacto premium Land Rover Discovery Sport estão entre os finalistas, competindo pelo desejado título de Automóvel Mundial 2016 e sendo ambos finalistas na categoria Design Automóvel Mundial.

Adicionalmente, a nova berlina Jaguar XF foi nomeada na categoria Automóvel de Luxo Mundial, com o Range Rover Sport SVR (o Range Rover mais rápido e potente) a ser o único representante SUV na categoria Automóvel de Performance Mundial.

O jornalista britânico Mike Rutherford é jurado, diretor e vice-presidente dos prémios e afirmou: “A Jaguar e a Land Rover são marcas britânicas consolidadas que nunca estiveram tão fortes nem populares. O facto de a Jaguar Land Rover ter assegurado seis nomeações em quatro categorias é um feito espantoso. Nenhum outro fabricante automóvel tem tantos finalistas nos Prémios Automóvel Mundial 2016.”

O Jaguar XE é a primeira berlina de tamanho médio com uma arquitetura intensiva de alumínio, sendo o Jaguar mais aerodinâmico alguma vez construído. O seu coeficiente aerodinâmico de 0,26, o motor diesel Ingenium otimizado e ecológico e a construção ligeira contribuem para uma eficiência energética de 75 mpg e emissões de CO2 reduzidas de 99 g/km.

O Land Rover Discovery Sport é o SUV compacto mais competente e versátil de todo o mundo, combinando um exterior arrojado e dinâmico com uma prática capacidade de 5+2 lugares sentados.

Finbar McFall, Global Product Marketing Director de Jaguar Land Rover, disse: “O compromisso da Jaguar Land Rover para com a excelência no design e na engenharia é reconhecido em todo o mundo. Estas nomeações são mais uma prova, caso fosse necessária, que de produzimos veículos muito atrativos que conseguem competir com aquilo que de melhor se faz na nossa indústria.”

Os Prémios Automóvel Mundial incluem um júri de 73 jornalistas automóveis internacionais e finalistas em cinco categorias selecionadas por votação secreta.

Os três veículos pré-selecionados em cada categoria serão revelados no Salão Internacional do Automóvel de Genebra em 1 de março de 2016, antes de os vencedores serem anunciados numa cerimónia de entrega dos prémios no Salão Internacional do Automóvel de Nova Iorque em 24 de março de 2016.

 

ATALNTIC SPARE PARTS

 

A ASP Atlantic Spare Parts conta estar presente em todos os Países da América do Sul já em 2016

A ASP, empresa 100% nacional fornecedor líder de serviços especializados de engenharia e componentes para a Industria Naval, Petrolífera e Geração de Energia em todo o mundo, está já presente em 4 Continentes e tem como objetivo para 2016 estar presente em todos os países da América do Sul.

A Atlantic Spare Parts, ASP, nasceu em 2010 em Portugal e desde então tem crescido sustentadamente e exponencialmente todos os anos acima dos objetivos. Com escritórios em Portugal (Head Office), na Suíça e no Brasil, com consultoria competente e extensiva, e capaz de dar resposta a todos os pedidos em 24 horas. O crescimento da Atlantic foi cerca de 50% entre 2010 e 2014, refere o CEO da empresa, Helder Pinto.

Com um dos maiores know-how do mercado Offshore e Geração de Energias, A Atlantic possui uma vasta gama de peças para Motores Diesel, Compressores, Bombas e Purificadores. É bem conhecida por todo o mundo pelos seus preços, capacidade de resposta, qualidade e pela sua capacidade de entrega rápida e eficiente para qualquer lugar do globo.

Neste momento, está presente em 4 Continentes e em países como os Estados Unidos, México, Brasil, Costa Rica, Colômbia, Espanha, França, Suíça, Chipre, Líbano, Paquistão, Cabo Verde, etc.

Como prova do sucesso que a Atlantic tem a nível mundial, o principal objetivo para 2016 é, nas palavras de Helder Pinto, “estar presente em todos os países da América do Sul”.

Sobre a ASP

A ASP é uma empresa 100% nacional localizada em Portugal fornecedora e líder de serviços e componentes para a Industria Naval, Petrolífera e Geração de Energia em todo o mundo. É uma empresa jovem que visa proporcionar a melhor qualidade de sobresselentes  e serviços aos seus clientes.

Helder Pinto conta um pouco da história da empresa: “ Ao procurar um trabalho de verão, encontrei esta minha vocação pela Eng. Naval. Nunca pensei que em 1998 no Estaleiro Naval 
 

NOVO SUV DA JAGUAR CHEGA AO PORTO E LISBOA

 

A PRIMEIRA UNIDADE ESTÁTICA DO JAGUAR F-PACE, O NOVO SUV DA JAGUAR, CHEGA A LISBOA E AO PORTO

Jag FPACE_LE_S_Studio_Image_2_CopyJag FPACE_LE_S_Studio_Image_3_Copy 

 

  • O novo SUV Premium da Jaguar, o F-PACE poderá ser descoberto por todos os interessados no futuro modelo da marca de 10 a 13 de fevereiro em Lisboa na LX Factory e de 17 a 19 de fevereiro no Concessionário oficial da Jaguar na cidade do Porto, Jaguar Automóveis.
  • Todos os presentes poderão ver, pela primeira vez, o novo modelo da marca britânica, e verificar em primeira mão todas as possibilidades de personalização disponibilizadas pelo novo SUV desportivo da Jaguar, através de elementos interativos como ecrãs tácteis, o catálogo de acessórios e o configurador do veículo.
  • O mostruário abrangente de cores exteriores e variados acabamentos interiores irá permitir aos presentes descobrir a gama abrangente de opções de personalização disponibilizadas pelo modelo
  • Em complemento, poderá conhecer as novas berlinas da Jaguar, XE e XF, apresentadas no final de 2015.

A primeira unidade estática do novo Jaguar F-PACE chega pela primeira vez a Portugal este mês de fevereiro. Lisboa e Porto são as duas cidades escolhidas para dar a conhecer o primeiro SUV desportivo, concebido e desenvolvido pela Jaguar, que disponibiliza a condução e comportamento dinâmicos característicos da Jaguar em conjunto com elevado conforto e versatilidade, com uma bagageira, líder no seu segmento, com uma capacidade de 650 litros.

Os visitantes poderão verificar em primeira mão as possibilidades de personalização do modelo, bem como explorar a gama disponível através de elementos interativos como ecrãs tácteis, o catálogo de acessórios e o configurador do veículo. O Mostruário de Cores e Acabamentos permitirá também que os visitantes descubram a gama completa de materiais, cores e acabamentos das diversas versões. Desta forma, os utilizadores poderão explorar de forma simples e dinâmica todas as características do modelo, podendo conceber e configurar a seu gosto o Jaguar F-PACE.

Em complemento, os presentes poderão também conhecer as berlinas recentemente apresentadas pela marca, o compacto XE e a berlina desportiva XF.

Os modelos poderão ser vistos na LX Factory, Fábrica L, (Rua Rodrigues Faria, 103) em Lisboa de 10 a 13 de fevereiro; e no Concessionário oficial da Jaguar no Porto, Jaguar Automóveis Porto, (Rua Delfim Ferreira, 426-460) de 17 a 19 de fevereiro.

 

                           Lisboa      

Porto

Local

LX Factory Fábrica L.

Rua Rodrigues Faria, 103

Concessionário Jaguar Automóveis

R. Delfim Ferreira, 426-460

Datas

e horários

De 10 a 12 de fevereiro

(11:00 - 20:30 horas)

 

13 de fevereiro

(10:00 - 20:00 horas)

De 17 a 19 de fevereiro

(10:00 – 20:00 horas)

 

 

Para participar, os interessados devem inscrever-se através do site http://www.infojaguar.es/estaticofpace16/Prt/, ou acedendo ao mesmo através de jaguarportugal.pt. Desta forma poderá reservar a data e a hora que mais lhe convier.

Pureza de linhas, superfícies e proporções

Produzido com a arquitetura leve em alumínio da Jaguar, o novo F-PACE cumpre a promessa do revolucionário protótipo C-X17 e combina a sua pureza de linhas, superfícies e proporções com características inspiradas no desportivo F-TYPE, tais como a sua traseira poderosa ou grelhas de ar.

O novo F-PACE tem capacidade para cinco ocupantes adultos em conforto absoluto graças ao espaço generoso para a cabeça e pernas. Em complemento, a sua bagageira tem um volume surpreendente de 650 litros.

Incorpora tecnologia de informação e entretenimento e conectividade líder no setor. O sistema InControl Touch Pro premium é composto por um ecrã táctil de 10,2 polegadas com um potente processador quad-core e uma unidade SSD, que funciona com uma rede ultra rápida de ethernet. O resultado é uma interface de utilizador intuitiva e muito rápida, com gráficos nítidos e resposta excelente. O ponto de acesso WiFi de alta velocidade do veículo permite a ligação de até oito dispositivos em simultâneo.

O sistema de navegação permite poupar tempo memorizando as viagens diárias do condutor e disponibilizando uma verdadeira função de navegação porta a porta, avisando até outras pessoas sobre a sua hora de chegada. Esta função de navegação pode também ser visualizada em ecrã completo em 3D no seu tablier virtual de alta definição de 12,3 polegadas.

“Ao permanecermos absolutamente fiéis aos nossos princípios de design, o novo F-PACE é imediatamente reconhecido como um Jaguar. Disponibiliza todo o espaço interior esperado e mais, mas graças ao nosso enfoque disciplinado nas superfícies, proporções e pureza de linhas, desenhámos o que considero o veículo mais equilibrado e atraente do seu segmento. O Jaguar F-PACE é o desportivo mais prático.”Ian Callum, Director of Design da Jaguar

O novo sistema de tracção às quatro rodas AWD com binário disponibilizado sempre que solicitado do F-PACE é o sistema Jaguar mais sofisticado de sempre, com a maior capacidade de binário disponível. Incorpora o avançado sistema de controlo, desenvolvido pelos nossos engenheiros em primeiro lugar para a tracção AWD, do F-TYPE, o Intelligent Driveline Dynamics (IDD). O IDD mantém a agilidade e características de condução de um veículo de tracção traseira, mas pode direcionar rapidamente o binário para as rodas dianteiras para explorar os benefícios de performance da tração adicional, em qualquer piso e situação meteorológica.

O sistema Adaptive Surface Response (ASR), desenvolvido a partir da tecnologia patenteada e galardoada Terrain Response da nossa marca irmã Land Rover, aumenta a eficácia do sistema de tração AWD em condições difíceis. A função ASR está integrada no sistema Jaguar Drive Control. Identifica o tipo de piso e otimiza a orientação gráfica do motor e do sistema de Controlo Dinâmico de Estabilidade. Estreado com o novo XF, a função ASR foi melhorada com um terceiro modo concebido para condições de neve profunda e gravilha. As tecnologias adicionais disponíveis para assegurar boas prestações em qualquer piso incluem os sistemas All Surface Progress Control e Low Friction Launch da Jaguar.

O novo F-PACE representa também a estreia mundial da Activity Key da Jaguar. Trata-se de uma tecnologia portátil, pioneira no setor: uma pulseira à prova de choques e resistente à água com um transponder integrado. Fomenta um estilo de vida ativo, dado que permite guardar a chave dentro do veículo em total segurança, algo que não tem preço se deseja fazer surf, por exemplo, ou canoagem. A trancagem do novo F-PACE com a Activity Key desativa todos os comandos que sejam deixados no interior do veículo.

Resumo da gama

A nova gama F-PACE irá integrar os seguintes modelos: F-PACE Pure, F-PACE Prestige, F-PACE Portfolio, F-PACE R-Sport, F-PACE S e F-PACE First Edition.

A nova gama de motores irá incluir: Motor diesel de 2,0 litros com 180 CV, tração traseira ou integral com caixa manual e tração integral com caixa automática; motor diesel de 3,0 litros com 300 CV, tração integral com caixa automática; e motor a gasolina de 3,0 litros com 340 ou 380 CV, tração integral com caixa automática.

O novo F-PACE irá chegar os mercados na primavera de 2016. Já se encontra disponível para encomenda na Rede Oficial de Concessionários Jaguar em Portugal com um preço PVP base de 52.316 €.

O novo Jaguar F-PACE inclui no seu PVP o programa JAGUAR CARE que inclui 3 anos de manutenção, garantia e assistência em viagem sem limite de quilómetros. 

 

PORSCHE É NOTICIA

 

Mais 35 CV de potência e menos 14 por cento de consumo de combustível

 

O novo roadster com motor central de quatro cilindros: o Porsche 718 Boxster Estugarda. Vinte anos depois do primeiro Boxster fazer a sua estreia mundial, a Porsche reestrutura o seu roadster com motor central. A designação para a nova geração é 718 Boxster e 718 Boxster S. O dois lugares descapotável está mais potente, mas também mais eficiente no consumo de combustível. Com isto, a Porsche mantém a tradição dos motores de quatro cilindros opostos que foram utilizados no Porsche 718 com motor central, modelo que venceu inúmeras provas de competição nos anos 60 entre elas, a Targa Florio e Le Mans. O principal foco de atenção deste novo modelo é o motor sobrealimentado de quatro cilindros opostos totalmente novo. O 718 Boxster oferece 220 kW (300 CV) de potência a partir do motor de dois litros, enquanto o 718 Boxster S consegue 257 kW (350 CV) do seu bloco de 2,5 litros. No modelo S, a Porsche também utiliza um turbocompressor com turbinas de geometria variável. Na verdade, a Porsche é actualmente o único construtor a oferecer geometria variável em modelos de produção com motor a gasolina. O impressionante, é o considerável ganho de potência de 26 kW (35CV) quando comparado com o Boxster anterior e a eficiência dos novos motores turbo. Os novos modelos 718 Boxster apresentam uma melhoria no consumo de combustível de até 14 por cento. As novas afinações do chassis e o sistema de travagem mais potente asseguram o máximo de prazer aos apaixonados pela condução desportiva. O design dos novos modelos também foi trabalhado. O veículo foi totalmente revisto, com exceção das tampas das bagageiras, do pára-brisas e da capota. No interior, um novo painel de instrumentos dá forma ao cockpit, enquanto a última geração do Porsche Communication Management (PCM), com ecrã touchscreen de última geração, está incluído de série. O módulo de navegação está disponível como opção.

 

Potência eficiente dos motores turbo de quatro cilindros O lançamento da nova geração 718 Boxster representa o regresso da Porsche à adoção dos motores boxer de quatro cilindros, com a sobrealimentação a aumentar significativamente o binário. O motor de dois litros do 718 Boxster tem um binário máximo de 380 Nm (um ganho de 100 Nm face ao anterior), disponível desde as 1.950 rpm até às 4.500 rpm. O bloco de 2,5 litros do 718 Boxster S chega aos 420 Nm (mais 60 Nm que o Boxster S anterior) entre as 1.900 rpm e as 4.500 rpm. Além disso, os novos modelos 718 Boxster também possuem prestações superiores face aos seus antecessores. O 718 Boxster – com caixa PDK e o Pacote Sport Chrono – acelera dos 0 aos 100 km/h em 4,7 segundos (0,8 segundos mais rápido). O 718 Boxster S, com o mesmo equipamento, completa este exercício em 4,2 segundos (0,6 segundos mais rápido). A velocidade máxima do 718 Boxster é de 275 km/h e a do 718 Boxster S é de 285 km/h. O conceito de sobrealimentação da Porsche incrementa as performances de condução enquanto a economia de combustível é melhorada. No 718 Boxster, o motor de quatro cilindros opostos associado à caixa PDK apresenta um consumo anunciado no circuito NEDC de 6,9 l/100 km (menos 1,0 l/100 km). No 718 Boxster S, o 2.5 turbo com caixa PDK consome apenas 7,3 l/100 km (menos 0,9 l/100 km). Os modelos 718 Boxster possuem, de série, uma caixa manual de seis velocidades. A caixa Porsche Doppelkupplung (PDK), que agora tem a característica de poupar combustível com as mudanças virtuais, está disponível como opção. O novo design destaca o perfil acutilante Os modelos 718 Boxster são reconhecidos desde o primeiro olhar. No entanto, a dianteira do novo roadster ostenta agora formas bastante mais esculturais. A secção dianteira está mais larga e com uma aparência mais masculina. As admissões de ar maiores na dianteira são uma expressão distinta do novo conceito dos motores turbo. O 718 Boxster também possui novos faróis bi-xénon com luzes diurnas em LED integradas. As luzes diurnas em LED de quatro pontos estão disponíveis como opção. Visto de perfil, as características dos novos modelos incluem novas asas estilizadas e novas embaladeiras. Maiores admissões de entrada de ar com duas aletas, enfatizam o aspeto dinâmico do veículo. As portas são agora desenhadas sem os protetores dos puxadores das portas. As novas jantes de 19 po-legadas são de série no 718 Boxster S. Como opção, estão disponíveis as jantes de 20 polegadas. A secção traseira redesenhada do 718 Boxster deixa o novo modelo com um aspeto bastante mais largo – especialmente devido à faixa integrada entre as luzes traseiras com o logótipo “Porsche”. As luzes traseiras totalmente redesenhadas tornam-se distintas com a tecnologia em LED tridimensional e os quatro pontos das luzes de travão. Afinação desportiva do chassis para maior agilidade Na dinâmica, o novo roadster segue o conceito do original 718. O chassis foi totalmente revisto para melhorar a performance dinâmica em curva. A direção eletromecânica foi configurada para ser 10 por cento mais direta. Isto faz com que o 718 Boxster seja ainda mais ágil e mais fácil de conduzir, seja em circuito ou nas estradas do dia-a-dia. Menos 10 e menos 20: Porsche Active Suspension Management Disponível como opção, o Porsche Active Suspension Management (PASM) rebaixa a altura ao solo em 10 milímetros. Pela primeira vez, o chassis desportivo com PASM e com redu- ção da altura em 20 milímetros está disponível na lista de opções do 718 Boxster S. O chassis ativo, que também foi revisto, oferece uma ainda melhor relação entre o conforto desejado para as viagens de longa distância e a firmeza pretendida para uma dinâmica apurada. Extensão do Pacote Sport Chrono para uma experiência de condução dinâmica Tal como no 911, o opcional Pacote Sport Chrono possui agora o programa “Individual” em adição aos já existentes três programas selecionáveis: Normal, Sport e Sport Plus. Nos veí- culos desportivos com PDK, o botão Sport Response foi adicionado e está localizado no centro do seletor de modos de condução. Inspirado nos modelos de competição, possibilita que o condutor configure o motor e a caixa PDK para responderem o mais imediato possí- vel. Interior possui o novo Porsche Communication Management de série À espera do condutor no habitáculo do 718 Boxster, está o interior com o familiar ambiente tipicamente Porsche, agora melhorado com novos elementos, tal como o novo painel de instrumentos. Outro elemento de destaque no novo design do habitáculo é a nova unidade PMXX 2_CopyPMXX 4_CopyPMXX 6_CopyPMXX 8_Copy do Porsche Communication Management (PCM) com preparação para telemóvel, interface de áudio e o Pacote de som Plus com 110 watts de potência. O PCM pode ser complementado com módulos opcionais para ser adaptado aos requisitos pessoais. Por exemplo, o módulo de navegação com controlo por voz está disponível, o que torna mais fácil a introdu- ção dos destinos pretendidos. Além disso, o módulo Connect Plus é outra opção disponível em extensão ao módulo de navegação; que fornece serviços online. O lançamento no mercado do novo roadster de motor central inicia-se a 30 de Abril na Europa. Em Portugal, o preço do 718 Boxster começa nos 64.433 euros e o 718 Boxster S nos 82.046 euros, com impostos incluídos à data deste comunicado. Quando comparados com os modelos anteriores, os preços dos novos modelos 718 Boxster também representam uma economia que pode chegar aos 6 por cento face aos modelos idênticos da anterior geração.

 

HYUNDAI É NOTICIA

 

Gama Hyundai com campanhas até 31 de março de 2016, respetivos preços de campanha e outras ofertas.

Consideramos que pode ser útil caso façam ensaios ou outros artigos sobre modelos e versões em causa. Se houver novidades adicionais sobre este assunto, partilhamos. Destacamos ainda que:

 

- para além dos preços de campanha nos modelos referidos;

- para além das habituais:

  • Ø Oferta de 5 anos de Garantia sem Limite de Km
  • Ø Oferta de 5 Anos de Assistência em Viagem
  • Ø Oferta de 5 Anos de Check Ups Gratuitos

 

- adicionamos ainda, em TODOS os modelos da Nova Geração i20, Novo i30, Novo i40, Novo Tucson e Novo Santa Fe (e não apenas nos modelos referidos na tabela em anexo):

  • Ø Oferta dos 5 anos de Manutenção Programada.
 

GALP É NOTICIA

 

Galp Energy Manager promove eficiência energética nas PMEs

 

A Galp Energia, através do projeto Galp Energy Manager, pretende dotar as PME’s do setor industrial português de ferramentas de monitorização, gestão e controlo que lhes permitam otimizar e reduzir os custos associados aos seus consumos de eletricidade. É uma iniciativa desenvolvida em parceria com a ISA Energy-VPS Group e apoiada pela ERSEEntidade Reguladora dos Serviços Energéticos ao abrigo do Plano de Promoção de Eficiência no Consumo da Energia Elétrica (PPEC). Com o sistema de gestão energética a instalar nas empresas é garantido um acompanhamento sistemático dos consumos energéticos, possibilitando a sua redução através da identificação de situações anómalas e posterior ação sobre as mesmas. O sistema, através do software integrado de monitorização e gestão de energia Kisense, acompanha em tempo real o consumo geral e o consumo específico de dois circuitos importantes, permitindo uma melhor gestão do horário para colocar os equipamentos em funcionamento e aproveitar a melhor tarifa de energia. Este sistema permite às empresas poupar até 15% de energia de forma rápida e com um baixo investimento. As vantagens para as empresas vão muito além da poupança ao permitir, nomeadamente, conhecer em tempo real os consumos elétricos, minimizar os custos operacionais, perceber os custos efetivos de energia, controlar as cargas, analisar os dados de consumo, estabelecer indicadores de desempenho de referência, detetar todas as situações de consumo atípicas e participar em eventos e desafios lançados no projeto direcionados para a gestão da procura. Os custos associados à aquisição e instalação do sistema de monitorização de energia elétrica serão comparticipados em 80% pelo programa Galp Energy Manager, sendo o restante investimento realizado pela empresa participante. As empresas interessadas em participar deverão candidatar-se em www.galp-energymanager.com. Será realizado um levantamento técnico inicial com vista ao fornecimento e montagem dos equipamentos de monitorização e controlo de energia nas instalações da empresa. Durante um ano será possível aceder ao software Kisense de forma gratuita, no qual é disponibilizada online a informação relativa aos dados recolhidos (consumos de energia), o controlo remoto dos equipamentos, entre outros.

 

HONDA RENOVA LIDERANÇA

 

Honda renova liderança no ranking de fiabilidade da OCU
Um inquérito realizado pela Organização de Consumidores e Utilizadores (OCU) e que contou com a participação de mais 30.000 condutores do continente europeu, teve como ponto central a fiabilidade de mais de 178 modelos diferentes; a conclusão é que a Honda foi considerada pelos clientes como sendo a marca mais fiável entre os fabricantes de automóveis. 

 

FORD REGRESSA AO 1º LUGAR

 

Em 2015 a Ford Regressou ao 1º Lugar no Mercado de Veículos Comerciais na Europa; Nova Gama Transit no Topo das Encomendas

 

  • A Ford é a marca de veículos comerciais mais popular da Europa, alcançando o 1º lugar pela primeira vez em 18 anos; subiu da 7ª posição para a liderança do mercado em três anos, graças à reformulada e ampliada gama Transit

 

  • Os clientes europeus compraram mais de 280.000 veículos comerciais Ford em 2015 – um crescimento de 23 por cento – ano em que a Ford Transit comemorou o seu 50º aniversário

 

  • A procura pela gama composta pelas novas Transit, Transit Custom, Transit Connect e Transit Courier aumentou em 46.000 unidades, para um total de 233.000 veículos; a Ranger subiu ao 1º lugar das vendas de pick-ups na Europa

 

  • Registou-se um crescimento significativo nas compras online, para negócios de pintura, canalizações e outras obras de recuperação, em conjunto com as empresas mais tradicionais da Transit que ajudaram a aumentar a crescente utilização de furgões

CV sales_IG_Copy A renovada e ampliada gama de veículos comerciais Ford Transit alcançou um novo marco histórico em 2015, elevando a Ford até ao 1º lugar das vendas no segmento dos veículos comerciais na Europa, algo que aconteceu pela primeira vez em 18 anos.

 

Os clientes europeus compraram mais de 280.000 veículos comerciais Ford no ano passado*, representando um aumento de 23 por cento face a 2014, ano em que o popular furgão Transit comemorou 50 anos ao serviço das empresas de todo o mundo.

 

Em Portugal, a Ford registou uma quota de 6,8 por cento do segmento de veículos comerciais ligeiros, representando um crescimento de 29 por cento em comparação com 2014, ocupando o 5º lugar da tabela de vendas do segmento. O mercado de veículos comerciais ligeiros em Portugal no ano de 2015 cresceu 18 por cento face a 2014.

 

O crescimento das vendas na Europa e a subida do 7º lugar à 1ª posição da marca de veículos comerciais mais popular do mercado foi impulsionado pela mais recente família de modelos Transit, composta de quatro novos modelos: Transit, Transit Custom, Transit Connect e Transit Courier. Em conjunto, foram vendidas 233.000 unidades em 2015, um aumento de 46.000 unidades em comparação com o ano anterior.

 

Em simultâneo, a Ford Ranger ultrapassou os seus concorrentes e tornou-se na pick-up mais vendida do segmento na Europa, com as suas vendas a totalizarem 27.300 unidades, um volume 27 por cento superior ao de 2014.

 

“A Ford fez um investimento significativo no desenvolvimento de novos veículos comerciais simultaneamente robustos, eficientes em termos de combustível e dotados das mais recentes tecnologias de assistência ao condutor, como o Cruise Control Adaptativo e o Alerta de Manutenção de Faixa,” disse Roelant de Waard, Vice-Presidente, Marketing, Vendas e Serviço, da Ford da Europa. “Agora a Ford conta com a mais jovem gama de veículos comerciais na Europa, e este ano iremos também introduzir novo motorizações para a Transit e Transit Custom, para além de uma nova Ranger, mais imponente”.

 

Aumento da procura pelo crescimento das compras online e de pequenas empresas

De acordo com um estudo recente, os furgões comerciais continuam a ter um significativo contributo para o crescimento da economia europeia. O aumento da sua utilização viu-se impulsionado pelo transporte de compras online e pelos novos negócios de empresas de pintura, canalização e pequenas obras; mantém-se a procura pelas indústrias tradicionais que recorrem a furgões, como manutenção/reparação de edifícios, serviços diversos e transportes.

 

Um relatório do 'Centre for Economics and Business Research' encomendado pela Ford mostra que as empresas dependentes de furgões contribuíram, em 2014, com um total de 584.000 milhões de euros para as principais economias, como França, Alemanha e Reino Unido, representando um aumento de 16 por cento face a 2010, num montante que se aproxima da economia global da Suíça.

 

Os veículos comerciais Ford alcançaram uma quota de mercado de 12,6 por cento em 2015 – um aumento percentual de 1,2 pontos sobre o ano anterior – substituindo a Volkswagen como a marca mais vendida. Para além disso, o ano passado marcou os 50 anos de liderança consecutiva em veículos comerciais no mercado do Reino Unido, uma posição de liderança que a Ford também ocupou agora na Dinamarca, Hungria, Irlanda e Turquia.

 

Cada um dos quatro novos veículos comerciais Transit alcançou aumentos significativos de vendas durante o ano de 2015, liderados pela emblemática Transit de 2 toneladas, que foi o veículo que maior crescimento obteve no seu segmento, registando vendas de 73.000 unidades, 20 por cento mais do que há um ano (incluindo, em 2014, as vendas da anterior geração Transit). O modelo Transit Custom de 1 tonelada continuou o seu forte crescimento em 2015, com vendas superiores a 18 por cento face ao ano anterior, alcançando 99.700 unidades.

 

O furgão Transit Connect foi o veículo que mais cresceu no seu segmento, com vendas de 43.900 unidades, representando um aumento de 22 por cento face a 2014. O mais pequeno modelo da gama, a nova Transit Courier, gerou vendas de 16.500 unidades naquele que foi o seu primeiro ano completo de produção – mais 22.800 unidades vendidas na Turquia – e já desafia a liderança no seu segmento.

 

Durante o ano de 2015, a Ford também expandiu a sua rede de concessionários especializada em veículos comerciais, contando com mais de 750 Centros Transit que fornecem aos clientes europeus um alargado conjunto de serviços de vendas e de assistência, projectados para atender às necessidades dos utilizadores empresariais.

 

Desde que a primeira unidade Transit saiu da linha de produção em Langley, no Reino Unido, a 9 de Agosto de 1965, foram construídas mais de 8 milhões de unidades Transit e Transit Custom, fazendo evoluir a gama Transit de um único modelo para uma família inteira de veículos comerciais Ford Transit.

 

Alinhados pára-choques com pára-choques, estes 50 anos de Ford Transit permitiriam circundar todo o planeta; em média houve uma nova Transit comprada por um cliente a cada 180 segundos durante todos estes anos de vida.

 

# # #

 

Performance de vendas de veículos comerciais Ford na Europa*

 

 

2012

2013

2014

2015

Quota de Mercado da Ford
(percentagem)

8.5

10.0

11.4

12.6

Posição no mercado

7

6

3

1

 

 

* Volumes de vendas para os 20 principais mercados da Ford na Europa, com representação oficial através de companhias nacionais de vendas Os mercados Euro 20 são: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Espanha, Finlândia, França, Grã-Bretanha, Grécia, Holanda, Hungria, Irlanda, Itália, Noruega, Polónia, Portugal, República Checa, Roménia, Suécia e Suíça.

 

 

Sobre a Ford Motor Company

A Ford Motor Company é uma empresa global da indústria automóvel e de mobilidade, com sede em Dearborn, Michigan, EUA. Com aproximadamente 199,000 empregados e 67 fábricas em todo o mundo, o negócio principal da empresa inclui a concepção, produção, marketing, financiamento e assistência a uma gama completa de veículos Ford de passageiros, comerciais, SUV e veículos eléctricos, bem como aos veículos de luxo Lincoln. Ao mesmo tempo, a Ford investe agressivamente em oportunidades emergentes através da ‘Ford Smart Mobility’, o plano da empresa para se tornar líder em conectividade, mobilidade, veículos autónomos, experiência do cliente, dados e análise. Para mais informação sobre a Ford, os seus produtos em todo o mundo, ou sobre a Ford Motor Credit Company, visite a página www.corporate.ford.com.​​

 

A Ford Europa é responsável por produzir, comercializar e assistir os veículos da marca Ford em 50 mercados e emprega aproximadamente 53,000 trabalhadores nas suas instalações e aproximadamente 68,000 incluindo as ‘joint-ventures’. Em conjunto com a Ford Motor Credit Company, as operações da Ford Europa incluem a Divisão de Serviço ao Cliente e 24 instalações fabris (16 detidas integralmente ou instalações em ‘joint-ventures’ consolidadas e 8 em 'joint-ventures' não consolidadas). Foi em 1903 que os primeiros veículos Ford foram transportados para a Europa, no mesmo ano em que a Ford Motor Company foi fundada. A produção europeia iniciou-se em 1911.

 

 

FIESTA É DE NOVO

 

Fiesta é de Novo o Veículo Favorito do Segmento B na Europa

 

 

2015 Best_Selling_small_Car_lo-res_Copy O Ford Fiesta foi de novo o veículo do segmento B mais vendido na Europa no ano passado, feito alcançado pelo quarto ano consecutivo.

 

Os clientes adquiriram 314,432* Fiestas na Europa em 2015, tendo no ano anterior registado 309,120 unidades (um aumento de 2 por cento) após a introdução de actualizações de produto relevantes.

 

“Os clientes de pequenos utilitários encontrarão no Fiesta o que procuram, seja a eficiência nos consumos no Fiesta ECOnetic de 82 g/km CO2** ou a performance no premiado Fiesta ST,” afirmou Roelant de Waard, vice-presidente, Marketing, Vendas & Serviço, Ford Europa.

 

 

# # #

 

 

*Os resultados da JATO Dynamics têm por base a informação disponibilizada pela JATO Consult, o serviço de consultoria à medida da companhia. Os números dizem respeito a 30 países europeus. Para mais informação, por favor visite a página www.jato.com.

 

** Os valores declarados de consumo de combustível/energia, emissões de CO2 e autonomia em modo eléctrico são medidos de acordo com os requisitos técnicos e especificações dos Regulamentos Europeus (CE) 715/2007 e (CE) 692/2008 na sua última redacção. O consume de combustível e emissões de CO2 são específicos para uma variante do veículo e não de um único carro. O procedimento dos testes padrão aplicados permite a comparação entre diferentes tipos de veículos e diferentes construtores. Adicionalmente à eficiência de consumo de um carro, tem relevância o comportamento ao volante, bem como outros factores não técnicos, para a determinação do consumo de combustível/energia, emissões de CO2 e autonomia eléctrica. O CO2 é o principal gás com efeito de estufa responsável pelo aquecimento global.

 

 

Sobre a Ford Motor Company

A Ford Motor Company é uma empresa global da indústria automóvel e de mobilidade, com sede em Dearborn, Michigan, EUA. Com aproximadamente 199,000 empregados e 67 fábricas em todo o mundo, o negócio principal da empresa inclui a concepção, produção, marketing, financiamento e assistência a uma gama completa de veículos Ford de passageiros, comerciais, SUV e veículos eléctricos, bem como aos veículos de luxo Lincoln. Ao mesmo tempo, a Ford investe agressivamente em oportunidades emergentes através da ‘Ford Smart Mobility’, o plano da empresa para se tornar líder em conectividade, mobilidade, veículos autónomos, experiência do cliente, dados e análise. Para mais informação sobre a Ford, os seus produtos em todo o mundo, ou sobre a Ford Motor Credit Company, visite a página www.corporate.ford.com.​​

 

A Ford Europa é responsável por produzir, comercializar e assistir os veículos da marca Ford em 50 mercados e emprega aproximadamente 53,000 trabalhadores nas suas instalações e aproximadamente 68,000 incluindo as ‘joint-ventures’. Em conjunto com a Ford Motor Credit Company, as operações da Ford Europa incluem a Divisão de Serviço ao Cliente e 24 instalações fabris (16 detidas integralmente ou instalações em ‘joint-ventures’ consolidadas e 8 em 'joint-ventures' não consolidadas). Foi em 1903 que os primeiros veículos Ford foram transportados para a Europa, no mesmo ano em que a Ford Motor Company foi fundada. A produção europeia iniciou-se em 1911.

 

PRIMEIRO NSX DA HONDA

 

Primeiro NSX leiloado por um valor record

 

- Primeiro modelo de produção do novíssimo NSX (Acura nos EUA) vendido em leilão por sete vezes mais do que o seu preço de tabela

- O lance vencedor do proprietário da equipa NASCAR cifrou-se em 1,2 milhões de USD pelo VIN #001

- O valor arrecadado será entregue a instituições de caridade para crianças

O primeiro modelo de produção do novíssimo NSX foi vendido num leilão realizado no final de Janeiro, nos EUA, por um valor dez vezes ao seu preço de tabela (1,2 milhões de USD /1,1 milhões de euros).

O carro com o cobiçado VIN nº. 001 foi comprado por Hendrick, proprietário da equipa da NASCAR Hendrick Motorsport e todo o valor arrecadado será doado às instituições de caridade Paediatric Brain Tumour Foundation (Carolina do Norte) e Camp Southern Ground (Geórgia).

As licitações para o Acura-NSX ultrapassaram a marca de 1 milhão de dólares no leilão da Barrett-Jackson Scottsdale na noite de Sexta-feira, 29 de Janeiro de 2016, tornando este leilão para efeitos de caridade no maior valor jamais arrecadado por um carro com VIN nº. 001 de qualquer fabricante, em todo o longo historial de 45 anos desta leiloeira. Um coleccionador famoso de automóveis desportivos de primeira edição, Rick Hendrick junta assim este NSX muito especial ao seu museu em Charlotte, Carolina do Norte.

Com um PVP inicial de 157.800 USD/145.000 €, o novo NSX é o primeiro Acura "fabricado por encomenda". Nos EUA este modelo pode ser reservado a partir de 25 de Fevereiro de 2016, quando abrirem as encomendas nos concessionários NSX autorizados. Nesse dia, também vai ser colocado online um configurador, onde os potenciais clientes podem explorar e configurar a sua própria versão deste bólide super-desportivo de 573 CV e motor híbrido biturbo.

Concebido especificamente para trazer uma “nova experiência desportiva” (New Sports eXperience) ao segmento dos supercarros, o NSX desafia todo o convencionalismo há muito enraizado neste sector – tal como já fez a primeira geração deste modelo um quarto de século atrás. Esta filosofia é revelada através de uma nova motorização híbrida que apresenta três motores eléctricos acoplados a uma unidade V6 biturbo de combustão interna e a uma transmissão DCT, num conjunto instalado numa carroçaria realizada em alumínio e que inclui uma série de tecnologias de ponta no seu fabrico.

Desenvolvido segundo o conceito "supercarro para o ser humano", que coloca o condutor sempre em primeiro em todos os aspectos do seu design, a próxima geração do NSX vai oferecer respostas excepcionalmente intuitivas e imediatas às acções do condutor, graças à sua motorização híbrida com tecnologias de ponta, bem como à sua carroçaria e ao seu chassis.

Mais tarde, durante este ano, o novíssimo NSX vai estar também à venda na Europa com a marca Honda.5 Copy

 

FIA ESCOLHE GOODYEAR

 

FIA escolhe Goodyear como parceiro para o Campeonato Europeu de Corridas de Camiões

 

Goodyear torna-se fornecedor exclusivo de pneus das corridas de camiões durante os próximos três anos

 

Goodyear foi selecionada pela Fédération Internationale de l’Automobile (FIA) como parceiro exclusivo de pneus para o Campeonato Europeu de Camiões FIA nos próximos três anos. Esta nova parceria vem fortalecer a longa relação da Goodyear com a competição, para a qual tem produzido pneus especialmente desenvolvidos para camiões desde 2004.

Com base nas excelentes prestações e desempenho comprovado dos seus pneus de competição para camiões, a Goodyear venceu o concurso da FIA e tornou-se o fornecedor exclusivo de pneus para o Campeonato Europeu de Camiões. A renovação da parceria para os próximos três anos significa que a Goodyear é agora parceiro da recém-formada European Truck Racing Association (ETRA) – o novo promotor da série. A ETRA tem planos ambiciosos para melhorar e reforçar a imagem e a perceção pública do Campeonato, para além de aumentar o número de concorrentes e a comunicação da prova. A nova organização do Campeonato Europeu de Camiões FIA é uma excelente ocasião para a Goodyear demonstrar a sua inovadora capacidade de liderança em pneus para veículos pesados e testar novas tecnologias para o desenvolvimento de futuros pneus para camiões de pista sob condições difíceis e competitivas.

Estamos muito orgulhosos por termos sido escolhidos pela FIA para sermos parceiro exclusivo da ETRA nos próximos três anos. Em 2016 celebramos o 12.º aniversário como fornecedor de pneus de competição para camiões especialmente desenvolvidos para o Campeonato Europeu de Camiões. Esta parceria permite-nos evidenciar o elevado desempenho dos nossos produtos e testar novas tecnologias que em última análise beneficiam os nossos pneus de série para camião. Além disso, dá-nos novas oportunidades para um maior envolvimento no Campeonato Europeu de Camiões e para um melhor posicionamento do perfil da nossa marca, dos nossos pneus e dos nossos serviços”, referiu Benjamin Willot, Diretor de Pneus de Camião na Goodyear Europa, Médio Oriente e África.

Nos próximos três anos, a Goodyear irá fornecer pneus de competição para camiões especialmente desenvolvidos no tamanho 315/70R22.5 para todas as equipas concorrentes na série. Na sua construção, estes pneus de competição utilizam uma carcaça similar à dos pneus Goodyear de série para camiões. No sentido de melhorar o desempenho, aumentar a rigidez lateral e sobretudo reduzir o risco de sobreaquecimento, a carcaça foi modificada em alguns aspetos, dado que o piso desempenha um papel vital e atinge temperaturas muito elevadas quando o camião procura otimizar a aderência na corrida.

O pneu de competição para camião da Goodyear apresenta um piso especialmente concebido para uma excelente aderência com a pista seca ou molhada. Em conjunto com um característico desenho assimétrico do ombro e sulcos circunferenciais, o composto do piso de competição para camiões da Goodyear oferece a todos os condutores e em todas as pistas um desempenho excelente e consistente.

Todos pneus de competição para camião da Goodyear possuem RFID (Identificação por Radiofrequência), o que confere a cada pneu uma identidade única utilizada pelos juízes da FIA. Esta tecnologia envolve a colocação de um microchip no pneu durante a construção. O chip contém dados relativos ao pneu, incluindo um código de identificação único, que permite à FIA monitorizar cada pneu assegurando que todas as equipas em competição cumprem os regulamentos no que respeita ao número e à utilização de pneus de competição.

Calendário provisório do Campeonato Europeu de Camiões da FIA para 2016:

  •  30 de abril/1 de maio   Red Bull Ring/Spielberg    Áustria
  •  28/29 de maio              Misano                              Itália
  •  11/12 de junho             Nogaro                              França
  •  2/3 de julho                  Nürburgring                       Alemanha
  •  27/28 de agosto           Hungaroring                      Hungria
  •  3/4 de setembro           Most                                  República Checa
  •  17/18 de setembro       Zolder                                Bélgica
  •  1/2 de outubro             Jarama                               Espanha
  •  8/9 de outubro             Le Mans                             França

 

 

 

Sobre a Goodyear

 

A Goodyear é uma das maiores empresas produtoras de pneus a nível mundial. Tem cerca de 66.000 empregados e fabrica os seus produtos em 49 instalações localizadas em 22 países em todo o mundo. Os seus dois Centros de Inovações, em Akron, no Ohio, e em Colmar-Berg, no Luxemburgo, esforçam-se por desenvolver produtos e serviços de última geração que estabelecem o padrão da indústria em termos de tecnologia e desempenho.

 

A gama de pneus da Goodyear Dunlop Europa para veículos comerciais e autocarros incluem mais de 400 pneus diferentes em mais de 55 tamanhos. Muitos dos principais fabricantes comerciais do mundo usam pneus Goodyear de série, entre eles a DAF, Iveco, MAN, Mercedes-Benz, Camiões Renault, Scani e Volvo. A Goodyear também fornece pneus aos principais serviços de reboque. Graças à Fleet First, que inclui a rede de serviços TruckForce, a linha 24h de assistência na estrada, o sistema de gestão online FleetOnlineSolutions e as tecnologias para recauchutar da Goodyear, a empresa oferece uma das mais amplas gamas de serviços específicos para o setor.

 

Para mais informação acerca da Goodyear ou os seus produtos, consulte http://www.goodyear.comGoodyear Becomes_Truck_Racing_Copy

 

SKODA DIVULGA

 

Visual exterior: o ŠKODA VisionS realça o futuro portfólio de um SUV ŠKODA

> Uma presença moderna, potente com uma linguagem de design expressiva

> Extremamente espaçoso: três filas de bancos e um comprimento total de 4,70 metros

 

 

A ŠKODA divulga a sua nova e moderna linguagem de design no segmento dos SUV’s. A Marca irá apresentar em estreia mundial, o ŠKODA VisionS, no início de março no Salão de Genebra, deixando já antever as primeiras impressões de como será o design dos futuros SUV ŠKODA. O design realça um perfeito equilíbrio entre estética, eficiência e funcionalidade. Nos últimos anos, a ŠKODA renovou e expandiu completamente a sua gama de modelos. A próxima fase será o alargamento da gama de modelos ao segmento dos SUV’s.KODA VisionS_01_CopyKODA VisionS_02_CopyKODA VisionS_03_Copy

 

SEAT APOIA REGRESSO

 

SEAT apoia regresso da série ‘The X Files: Ficheiros Secretos

 

 

Foto The_X-Files_Copy’ Nave aterra na Gare do Oriente / Ação promove regresso da mítica série ‘The X-Files: Ficheiros Secretos’ na FOX / Transeuntes podem interagir com a cena, e conhecer os mais potentes modelos da SEAT / Ibiza Cupra e Leon Cupra, os mais poderosos da gama SEAT, guardam OVNI até 4 de fevereiro / Objeto com 10 metros tem acabamentos realistas, luzes e sons espaciais Lisboa, 01/02/2016. – A Gare do Oriente, uma das praças mais modernas, emblemáticas e movimentadas de Lisboa, ficará marcada na memória dos muitos milhares de transeuntes que a atravessem nos próximos dias. Uma nave com dez metros de diâmetro, talhada de um impressionante realismo, surgirá “despenhada” numa das áreas centrais, até 4 de fevereiro. O disco voador gigante, colocado em posição inclinada e semienterrada, simulando um embate violento com o planeta Terra, evoca e replica a uma das cenas do primeiro episódio da nova temporada da série ‘The X-Files: Ficheiros Secretos’, cuja exibição teve estreia esta semana no canal FOX. O palco de toda a ação, composto pela nave com dez metros de diâmetro, um SEAT Leon Cupra, um SEAT Ibiza Cupra, a área especial de interação para o público e iluminação capaz de recriar um ambiente impressionante e espacial, estará montado durante seis dias e à vista de quem o quiser contemplar durante as 24 horas do dia. Os visitantes poderão seguir uma coreografia de aproximação e interação com o objeto que, através de dispositivos eletrónicos de som e de luz, interage com o “intruso” respondendo através de sinais de luz e acústicos que simulam a ameaça de abdução. A associação da SEAT a esta campanha de lançamento espelha o fator de surpresa, de espanto, criatividade e dinamismo que também caracterizam os produtos do construtor espanhol. “A queda desta nave num dos locais mais vanguardistas da capital é um excelente e imaginativo meio de marcar o regresso da nova temporada da mítica série ‘The X Files: Ficheiros Secretos’. O primeiro episódio, exibido esta semana, recuperou o imaginário de uma energia inexplicável e muito à frente das formas vulgares. É nessa ideia que tudo se desenvolve. Tecnologia de vanguarda, futurista e extraordinária é também o elemento essencial no ADN da SEAT, exemplarmente representado na poderosa gama Cupra, que assume o topo da gama Ibiza e Leon; as duas variantes que temos em interação com os visitantes.” Esclarece Teresa Lameiras, Diretora de Marketing da SEAT Portugal. O SEAT Ibiza Cupra garante sensações únicas no segmento graças a um incomparável motor 1.8 TSI com 192 cavalos, sendo proposto a um valor muito competitivo; enquanto o Leon Cupra acaba de reforçar a sua supremacia no segmento dos desportivos compactos com a subida de performance do motor 2.0 TSI para os 290 cavalos associados a uma transmissão DSG.

 

NOVOS RENAULT

 

RENAULT KWID RACER E RENAULT KWID CLIMBER EM ESTREIA MUNDIAL NO SALÃO DE NOVA DELI

 

A Renault apresenta, no Salão de Nova Deli 2016, dois show cars de forte carácter: KWID CLIMBER e KWID RACER

 

Desde o seu lançamento comercial, na Índia, no verão de 2015, o Renault KWID é um enorme sucesso, com 90 000 encomendas

 

A Renault apresenta, igualmente, duas novidades sob o capô do KWID: o motor 1.0 SCe e a caixa pilotada Easy-RKwid Racer__CopyKwid Racer_interior_CopyKwid Racer_CopyKwid Climber__Copy

 

NISSAN É NOTICIA

 


 

DECISÃO DA NISSAN PARA 2016: REDUZIR O PESO 

  • A Nissan quer estar ainda em melhor forma em 2016 e para isso decidiu reduzir significativamente o peso dos seus veículos de passageiros
  • A empresa lança um programa piloto, como primeiro passo na criação de novas aplicações de materiais revolucionários e que serão utilizados nos seus próximos veículos
  • A Nissan realizará este trabalho em colaboração com um consórcio de fabricantes de automóveis e organismos de pesquisa, como parte do Programa de Excelência para Redução de Peso

Muitas resoluções de Ano Novo podem ser já uma memória distante, mas a Nissan mantém-se fiel ao seu compromisso em reduzir o peso da sua gama de automóveis de passageiros, para o ano de 2016 e para o futuro.

 

Imagens Relacionadas

Imagens Relacionadas

*** Não responda a este e-mail ***


 

HYUNDAI É NOTICIA

 

Mais de um milhão de automóveis Hyundai vendidos no segmento mais popular da Europa.

  • Nova Geração i20 entre os modelos mais vendidos na Europa em 2015.
  • Maior escolha para os clientes com o Novo i20 Active que será lançado em Portugal no primeiro semestre de 2016.Hyundai i20_CopyHyundai i40SW_Copy_Copy
 

HYUNDAI É NOTICIA

HYUNDAI É NOTICIA

 

 

 

 

Nova Hyundai i40SW faz parte dos 7 Finalistas do prémio Essilor Carro do Ano 2016 – Troféu Volante de Cristal.

  • Novo Hyundai i20 foi eleito “Melhor Utilitário 2015” pela Revista Turbo.Hyundai i20_CopyHyundai i40SW_Copy
 

NOVO PASSAT DA VOLKSWAGEN

 

Novo Volkswagen Passat GTE já tem preços para Portugal

 

• Passat GTE: 218 Cv de potência e uma autonomia total de 1050 km

• Consumos anunciados de 1.6 l/100 km

 

A Volkswagen está a eletrificar os seus modelos – depois do sucesso do Golf GTE é agora a vez do Passat GTE, que chegará a Portugal em março. O Passat GTE é um modelo híbrido “plug-in” que possibilita uma condução com emissões zero, estando apto para realizar longas viagens em família ou em trabalho. O Passat GTE é um veículo que não só destaca um dos sistemas de propulsão mais vanguardistas no momento atual, como também oferece uma inovadora gama de sistemas de assistência à condução, de informação e de entretenimento que estabelecem as referências no seu segmento, como o caso do “App-Connect”, podendo integrar os smartphones no sistema a bordo de forma fácil e intuitiva.

 

 

Nota: Os preços em Portugal são já conhecidos e encontram-se publicados em http://www.newsroomsiva.pt/.

A informação encontra-se na secção “Tabela de Preços” – “Veículos elétricos”.

 Volkswagen Passat_GTE_01_CopyVolkswagen Passat_GTE_02_CopyVolkswagen Passat_GTE_04_Copy

 

PEUGEOT A MARCA MAIS VENDIDA

PEUGEOT A MARCA MAIS VENDIDA EM JANEIRO EM PORTUGAL

 

 

A PEUGEOT foi a Marca mais vendida em Portugal no mês de Janeiro de 2016. A marca francesa liderou o mercado nacional em duas frentes, nos Veículos de Passageiros, com um total de 1.325 unidades vendidas, e no mercado dos Veículos Ligeiros, com 1.647 viaturas. (…)”Peugeot 208_Copy

 

HYUNDAI É NOTICIA

HYUNDAI É NOTICIA

 

 

 A Hyundai vendeu 4,96 milhões de veículos em todo o mundo em 2015.

  •  As receitas de vendas e o lucro líquido da Hyundai atingiram mais de 69,85 mil milhões de euros e 4,95 mil milhões de euros, respetivamente.All-New Tucson_Copy
 

SEBASTIEN ROHART

 

Sébastien Rohart nomeado Diretor Geral da Mister Auto Sébastien Rohart foi nomeado Diretor Geral da Mister Auto, com efeito a partir de 1 de fevereiro de 2016. Ele reportará a Jean-Baptiste de Chatillon, Diretor Financeiro da PSA Peugeot Citroën. Em 2015, a PSA Peugeot Citroën adquiriu a Mister Auto, uma das empresas líderes do e-commerce de peças de substituição multimarca do mercado europeu. Sébastien Rohart, diplomado pela ESSEC, iniciou a sua carreira em 1992, como consultor na Accenture, antes de integrar a PriceWaterhouseCoopers em 1996. No ano 2000 foi nomeado Diretor de Operações do banco NSMD (Grupo ABN Amro). Foi nomeado Diretor Geral Adjunto da EGG France em 2003, e depois Diretor de Distribuição da Caisse Nationale des Caisses d’Epargne em 2005. Integrou a PhotoBox em 2007, então com o cargo de Diretor para a Europa Continental, tornando-se depois Diretor Geral da empresa em 2013.Sebastien Rohart_Copy

 

MERCEDES BENZ

 

Foi o documento que colocou o mundo a girar: a 29 de janeiro de 1886, Carl Benz registou a patente do seu "veículo com motor a gasolina". Este foi o dia que marcou o nascimento do automóvel. Mais tarde, no mesmo ano, sem qualquer associação com Benz, Gottlieb Daimler construiu o seu veículo motorizado. Desta forma, o ano de 1886 marcou o início de uma longa história de sucesso da Mercedes-Benz que conta já com 130 anos.

 O certificado de nascença do automóvel possui o número DRP 37435. Foi essa a referência da patente de um "veículo com motor a gasolina" que o engenheiro de Mannheim, Carl Benz, registou a 29 de janeiro de 1886, no German Imperial Patent Office em Berlim. Este documento, já com 130 anos, é o testemunho do espírito inovador, da criatividade e da visão empreendedora de Carl Benz. Desde 2011 a patente faz parte do Registo da Memória do Mundo da UNESCO, que também inclui a Bíblia de Gutenberg, a Magna Carta e a obra Mass em B Menor de Johann Sebastian Bach.”Patent Wagen_Copy

 

TOYOTA PRIUS NO SUPER GT 300 NO JAPÃO

 

For a lot of people, there’s nothing wrong with the Toyota Prius that wouldn’t be cured by dropping in a V-8. Here then is just what the doctor 0rdered, a 2016 Prius with a 3.4-liter V-8. Oh, and it’s still a hybrid.
The V-8 is mounted amidships, and parts of the Hybrid Synergy Drive system move to the front passenger’s footwell, for better weight distribution. Output is capped at 300 horsepower, while an aggressive front splitter and a giant rear wing help manage airflow over the lower, wider body. It’s a look that would stand out even among the sea of Priuses on the 405 freeway.
You’re not likely to see it there, however. This steroidal Prius was built for Japan’s Super GT racing series, and it’s one of two that will be campaigned by APR Racing. The first GT300-specification Prius came out in 2012; this version, based on the fourth-generation car, was unveiled at the Tokyo Auto Salon. It will make its racing debut on April 9–10 at the first Super GT race of the year, at Japan’s Okayama circuit. Perhaps it will serve as an inspiration to Prius drivers everywhere.
lexus1 Copylexus2 Copy

 

ULTIMA UNIDADE PRODUZIDA

 

EM CELEBRAÇÃO DA LENDA:

A ÚLTIMA UNIDADE DO LAND ROVER DEFENDER

É FABRICADO EM SOLIHULL

 

 

LR DEF_Celebration_Event_290116_02_CopyLR DEF_Celebration_Event_290116_04_CopyLR DEF_Celebration_Event_290116_09_CopyLR DEF_Celebration_Event_290116_12_Copy

 

• A última unidade do atual Land Rover Defender é produzido na fábrica da Land Rover, em Solihull.

  • Evento comemorativo com 700 colaboradores, atuais e antigos, que participaram na procução dos modelos Series ou Defender da Land Rover.

• Os lendários modelos Series e Defender são fabricadas continuamente há 68 anos em Solihull (Reino Unido).

• A Land Rover anuncia um novo programa de restauração Heritage para injetar ar fresco nos veículos clássicos das Series e Defender.

• A página online ‘Defender Journeys’ vai publicar as famosas viagens feitas pelos seus proprietários por todo o mundo.

• Para acompanhar todos os passos da última unidade do atual Defender durante o seu fabrico, clique em http://defendertour.landrover.com.

• Neste momento, a Land Rover olha para o futuro e aposta na engenharia e no design do novo Futuro Defender.

A Land Rover celebra hoje 68 anos de história com o fabrico do último modelo do atual Defender na sua famosa fábrica de produção de Solihull.

Para esta ocasião especial, a Land Rover convidou os mais de 700 funcionários atuais, bem como os antigos colaboradores, das instalações de Solihull que participaram na produção do Defender e dos veículos das Series Land Rover. Durante este evento, os presentes poderão observar e conduzir os veículos mais importantes da história da marca, incluindo o primeiro veículo da Series I, que ficou conhecido como “Huey”, bem como o último automóvel da linha de montagem, um Defender 90 Heritage Soft Top.

Ao mesmo tempo, a Land Rover anunciou um novo programa de restauração Heritage que utilizará a atual linha de montagem de Solihull. Uma equipa de especialistas, composta por alguns dos mais antigos funcionários responsáveis pela criação do Defender, irá supervisionar a restauração dos vários veículos das Series Land Rover que vão chegar de todo o mundo. Os primeiros veículos serão colocados à venda em julho de 2016.

Ralf Speth, CEO da Jaguar Land Rover, afirma: "Hoje celebramos todo o trabalho de várias gerações de homens e mulheres desde o dia em que o esboço da Land Rover foi desenhado na areia. As Series Land Rover, hoje o Defender, são a origem das nossas lendárias prestações: um veículo que torna o mundo o lugar melhor, muitas vezes nas condições mais extremas. Haverá sempre um lugar muito especial no nosso coração para o Defender, mas isto não é o fim. Temos um passado glorioso e um maravilhoso futuro pela frente"

Já Nick Rogers, Group Engineering Director da Jaguar Land Rover, acrescenta: "Hoje, a Jaguar Land Rover celebra um dia especial. Todos temos algum tipo de boas recordações do Defender. É um verdadeiro ícone automóvel, apreciado por todos. O mundo mudou muito nos últimos 68 anos, mas este veículo conseguiu manter-se imperturbável, algo que não está ao alcance de outros. O último modelo do atual Defender engloba a simplicidade, a honestidade e o encanto do veículo, e representa na perfeição o legado das Series Land Rover. Criar o Defender do amanhã, é o sonho de qualquer engenheiro ou desenhador, é o nosso próximo passo a dar, desafio que ansiamos conseguir.”

No evento comemorativo do Defender passaram pela fábrica de Solihull mais de 25 veículos únicos pertencentes à história da Land Rover, incluindo o último modelo do atual Defender que já saiu da linha de produção. A Land Rover reuniu antigos e atuais colaboradores, dos últimos 68 anos, para celebrar este dia histórico. O último modelo do atual Defender inclui uma peça original que faz parte das caraterísticas Soft Top desde 1948: o gancho especial para a capota. Esta unidade será incluída na coleção Jaguar Land Rover.

Convidamos todos os admiradores da Land Rover a partilhar as suas viagens mais memoráveis ao volante das Series Land Rover ou do Defender na plataforma on-line, ‘Defender Journeys’, que foi lançada hoje de manhã. À semelhança de um álbum de fotografias digitais, a Land Rover pretende recolher online o maior número possível de aventuras, para os utilizadores poderem ver e partilhar as suas experiências.

De 1948 a 2016 – Celebrar a história de Solihull

Desde 1948, a fábrica britânica de Solihull fabricou mais de dois milhões de veículos das Series Land Rover e Defender. O que começou por ser um esboço na areia transformou-se num dos veículos 4x4 mais emblemáticos do mundo, que merece ser considerado como um dos veículos mais versáteis do mercado e capaz de levar os seus ocupantes a locais onde os outros veículos não conseguem chegar. Em 2015, o Defender atingiu um marco histórico com a venda do veículo número 2.000.000, pelo preço record de 400 mil libras; um valor muito diferente do valor de venda de 450 libras do primeiro Land Rover no Salão Automóvel de Amesterdão em 1948.

Em 1948 a Series I entrou na fábrica de produção de Solihull. Era a época pós-guerra no Reino Unido e o aço escasseava, se bem que o país contava com uma enorme capacidade de produção. A inspiração chegou graças a Spencer e Maurice Wilks, dois irmãos que ajudaram a Land Rover a ser novamente rentável nos anos 30. Estes pioneiros conceberam o Land Rover como um veículo de utilização quase exclusivamente agrícola. Nunca poderiam imaginar o impacto global que o seu veículo teria no futuro.

Em 1958, depois de várias alterações, a Series II introduziu um novo design e atualizações como o avançado motor diesel que foi utilizado até meados da década de 80. Em 1966, as vendas já tinham atingido o meio milhão de unidades, enquanto que a produção anual viu o seu auge em 1971 com 56 mil unidades. Na década de 70, a Series III continuou a vender-se tão bem como a precedente, como prova da sua durabilidade cativante.

A partir de 1990, o veículo passou a chamar-se Defender. Nessa altura, a Land Rover já contava com o Range Rover e com o novo Discovery que acabava de ser lançado no mercado. Um nome novo era o mais indicado, uma vez que antes apenas se fazia referência à distância entre os eixos e ao número da série.

Parte do chamariz da Land Rover residia no fato da possibilidade de criar um sem fim de versões a partir da plataforma base, incluindo modelos tão diferentes como o carro dos bombeiros Forward Control, gruas ou veículos anfíbios capazes de flutuar na água. Durante 68 anos de história, este veículo foi conduzido por todo o tipo de pessoas, desde agricultores a exploradores, e mesmo pela realeza.

Muitos proprietários do Defender consideram o seu veículo como mais um membro da família; algo semelhante ao que sucedeu nas linhas de montagem de Solihull, onde durante todos estes anos os trabalhadores criaram um veículo familiar.

Tim Bickerton tem 55 anos e está na Land Rover há 40 anos, uma vez que começou como aprendiz herdando o testemunho do seu avô Charlie e do seu pai Peter, que dedicaram 35 e 30 anos, respetivamente, à mesma linha de montagem chegando ao posto de supervisor. A seguinte a seguir a tradição da família foi Jade, a filha de 25 anos de Tim que trabalhou no departamento de logística e materiais do Defender antes de ser transferida recentemente para outro departamento da JLR. No ano passado, o seu filho Scott de 23 anos passou a ser o quinto membro da família a trabalhar na linha Defender.

Tim, que trabalhava na produção dos versões especiais Defender de edição limitada, refere: “Tenho muito orgulho em prolongar esta tradição familiar tão especial que é trabalhar neste veículo extraordinário. O Defender passou a ser mais um elemento da família. É como se fossemos um grande corpo e o Defender corre nas nossas veias. É o veículo com que todas as pessoas identificam a Land Rover; para alguns pode parecer um burro de carga, mas para nós é um verdadeiro puro-sangue.”

David Smith tem 56 anos e trabalha há 37 na linha de montagem do Defender. Em breve vai ser transferido para a área de produção do Jaguar XE. Depois de trabalhar como talhante chegou à Land Rover quando tinha 20 anos porque o novo emprego iria duplicar o seu salário para 80 libras e tinhas boas perspetivas a longo prazo. “O Defender é um veículo muito especial e quase todo fabricado à mão. Há que ter um toque espacial a que chamamos “o dom”, algo que demora meses a conseguir-se. Consiste em realizar o trabalho a grande velocidade combinando várias qualidades e aptidões. Trabalhar no Defender é como fazer parte de uma grande família”, afirma.

A restauração da Jaguar Land Rover

O programa de restauração Heritage de Land Rover irá manter a continuidade das Series Land Rover e do Defender em Solihull. O projeto, que terá início com a restauração e venda dos veículos mais antigas das Series Land Rover, ficará nas mãos de uma equipa de doze especialistas, dez dos quais são procedentes da atual linha de montagem. A experiência total da equipa é de 172 anos na produção do Defender ou Land Rover. Um dos funcionários que fará parte deste programa é Tony Martin, que trabalha em Solihull desde sempre, seguindo os passos do seu pai e do seu avô. Com efeito, este funcionário vai restaurar alguns dos veículos que foram construídos pelo seu avô.

Segundo Tim Hannig, Director da Jaguar Land Rover Heritage: "A Land Rover Heritage vai disponibilizar veículos, serviços, peças e experiências aos proprietários e aos adeptos da marca espalhados por todo o mundo. O novo serviço de restauração e a venda de veículos da Series I, restaurados por profissionais, é apenas o ponto de partida da nossa firme aposta em fazer com que os Land Rover clássicos não sejam apenas parte do nosso passado mas também do nosso futuro.”

Defender Journeys: um álbum digital

A Land Rover anunciou igualmente o lançamento da sua plataforma on-line, Defender Journeys, que vai possibilitar a continuidade deste modelo lendário num contexto digital. Esta inovadora aplicação online vai permitir aos proprietários publicar e retratar as suas viagens mais emblemáticas feitas nos veículos Series Land Rover ou Defender. O objectivo é recolher o maior número possível de viagens feitas pelos condutores dos veículos Land Rover e disponibilizá-las num único álbum digital para que as futuras gerações também possam desfrutar e aceder a estas memórias e aventuras extraordinárias ao volante do emblemático 4x4.

A paragem definitiva da linha de montagem de Solihull significa igualmente o fim temporário da “Celebration Production Line”. A réplica da linha de montagem de 1948 recebeu mais de 10 mil visitas durante os últimos 12 meses e ilustra todas as etapas do Land Rover Defender, desde o seu nascimento em 1948 até aos dias de hoje.

Os amantes da marca poderão levar a cabo um percurso completo ao longo da linha de montagem do Defender graças a esta nova ferramenta virtual de exploração de 360 graus: http://defendertour.landrover.com.

NOTAS À REDAÇÃO:

 

Sobre a Land Rover

Desde 1948 que a Land Rover fabrica veículos 4x4 que representam uma ampla gama de capacidades e possibilidades em todos os veículos. Defender, Discovery, Discovery Sport, Range Rover Evoque, Range Rover Sport e Range Rover definem cada um dos diferentes setores do mundo todo-o-terreno. Atualmente, com uma exportação de cerca de 80%, os produtos Land Rover são vendidos em mais de 170 países.

 

Dados sobre Solihull e as Series Land Rover/Defender

•  O Land Rover Series I original custava 450 libras em 1948. Tinha um motor 1.6 de quatro cilindros e apenas 50 CV.

•  Desde 1948 foram fabricadas 2.016.933 unidades das Series Land Rover e Defender na linha de montagem de Solihull.

•  Para fabricar um Defender são necessárias 56 horas de trabalho.

•  Cada quatro minutos sai um novo Defender da linha de montagem.

•  Apenas 12 meses após a sua abertura, mais de 10.000 proprietários de veículos Land Rover e visitantes de todo o mundo estiveram presentes na exposição "Defender Celebration Line", que recria a linha de montagem original de 1948.

•  Entre os proprietários mais famosos do veículo destacam-se a Rainha de Inglaterra, Sir Winston Churchill e o ator Steve McQueen.

•  Quando foi criado em 1990, o prestigiado departamento Land Rover Experience abriu as portas a uma nova dimensão cheia de aventuras aos proprietários de veículos 4x4. Antes, Roger Crathorne tinha criado a Demonstration Team para mostrar ao mundo as excelentes prestações do veículo

•  O Defender também foi estrela de cinema ao representar um importante papel no filme Born Free (Uma Leoa Chamada Elsa) de 1966, que contava a história de Elsa, a leoa. Presentemente, a Fundação Born Free, a sua fundadora Virginia McKenna e o seu filho Will Travers (ambos pertencentes à Ordem do Império Britânico) ainda utilizam os veículos Defender. Mais, quer Virginia como Will participaram na construção do Defender 2.000.000.

•  Desde que surgiram em 1948, todos os modelos Soft Top das Series Land Rover e Defender possuem duas peças originais: ganchos especiais para a capota e suspensão auxiliar para percursos onde o veículo fica a pouca distância do solo.

•  As suas 7.000 peças fazem com que cada Defender demore 56 horas a ser montado à mão, em comparação com as 48 horas que se demora a produzir um Land Rover Discovery Sport.

•  Os colegas de profissão utilizam termos carinhosos quando se referem às suas peças. Por exemplo, as dobradiças das portas são conhecidas como "orelhas de porco" e os guarda-lamas como "costeletas de borrego".

•  Presentemente, na fábrica da Jaguar Land Rover de Solihull, fabricam-se os modelos Range Rover, Range Rover Sport, Discovery, Jaguar XE e Jaguar F-Pace.

Informações, imagens e vídeos sobre a Land Rover em www.media.landrover.com

 

TRIUNFO DA LAND ROVER JAGUAR

 

TRIUNFO DA JAGUAR LAND ROVER COM TRÊS VITÓRIAS NA VOTAÇÃO DOS LEITORES PARA OS "MELHORES CARROS DE 2016" DA CONCEITUADA REVISTA AUTO MOTOR UND SPORT

 

Best Cars_Jaguar_Land_Rover_DR.Speth_CopyBest Cars_Jaguar_XE_17MY_CopyBest Cars_JAGUAR_XF_17MY_CopyBest Cars_Range_Rover_Evoque_16MY_1_Copy

 

  • O compacto e desportivo XE e a nova berlina empresarial, o XF, venceram nas respetivas classes.
  • O popular Range Rover Evoque dominou a classe SUV Compacto.
  • Ao excelente resultado de ambas as marcas acrescem ainda três 2.os lugares e um 3.º lugar.
  • Votaram mais de 200 000 leitores de 18 países, o que volta a confirmar o sucesso da Jaguar Land nas categorias de importação.

 

Nesta 40.ª edição dos prestigiados prémios "Melhores Carros" Escolha do Leitor da Auto Motor und Sport, a Jaguar Land Rover obteve três vitórias e quatro outras posições no pódio nas classes de importação.

O novo Jaguar XF, lançado em 2015, manteve intacta a sua senda vitoriosa, com o oitavo triunfo nos prémios, consolidando-se como um digno sucessor da famosa série anterior. O irmão mais novo do XF, o Jaguar XE, e o Range Rover Evoque também confirmaram os seus anteriores bons resultados com vitórias nestes prémios.

Este excelente desempenho resultou de uma votação internacional significativa, na qual participaram mais de 200 000 leitores de revistas de especialidade em 18 países. O triunfo foi complementado por outras três posições de topo para o Jaguar F-TYPE (Coupé e descapotável), o Range Rover Sport e o Range Rover.

Na cerimónia de entrega dos prémios em Estugarda estiveram o CEO da Jaguar, Dr. Ralf Speth, o Diretor de Marketing do Grupo, Gerd Mäuser, e o Diretor Executivo da Jaguar Land Rover Alemanha, Peter Modelhart.

O novo Jaguar XF obteve uns impressionantes 40,2% dos votos na classe "Berlina Importada", demonstrando que já é um favorito no segmento, apesar de apenas estar no mercado desde o outono de 2015. Foi uma vitória clara, com uma ampla vantagem sobre o 2.º classificado, o Maserati Ghibli com 26,1%, e o 3.º, o Volvo V70/XC70 com 10,9 %. Assim, continuam os bons resultados do antecessor do novo XF, com a conquista do ambicionado título de "Melhor Automóvel" pelo oitavo ano para a berlina.

O Jaguar XE manteve o sucesso do ano anterior, voltando a vencer na categoria "Classe Média" com 22,3% dos votos dos leitores. Tal como o XF, o XE apresenta uma arquitetura intensiva de alumínio. Foi recentemente designado como o automóvel mais seguro na sua classe pela Euro NCAP com uma classificação de cinco estrelas nos extremamente rigorosos protocolos de ensaio de 2015. O XE conseguiu o 1.º lugar neste segmento, à frente do Škoda Superb (21,7%) e do Alfa Romeu Giulia (18,5%).

A marca irmã da Jaguar, a Land Rover, reclamou este ano o troféu de 1.º classificado para o Range Rover Evoque, repetindo a vitória do ano passado. Com 34,1 % dos votos, o Evoque foi o claro vencedor no segmento "SUV Compacto", à frente dos seus mais diretos adversários, o Škoda Yeti (7,5%) e o Mazda CX-5 (6,1%).

A Land Rover teve também resultados positivos na classe "SUV Importado" com o Range Rover Sport e o Range Rover, somando uma medalha de prata e bronze aos títulos obtidos.

Os leitores globais mostraram uma admiração constante pelo Jaguar F-TYPE, pois este bilugar purista foi agraciado com dois troféus de 2.º classificado nas classes de importação para as categorias de "Automóvel Desportivo" e "Descapotáveis".

O Dr. Ralf Speth, o CEO da Jaguar Land Rover, comentou este desempenho nos "Melhores Carros de 2016": "Estamos encantados com as três vitórias e gostaríamos de agradecer aos leitores da Auto Motor Und Sport. No nosso ponto de vista, há boas razões para este sucesso. O compacto e desportivo XE e a nova geração de berlinas empresariais XF mostram um 'design' Jaguar elegante e ultramoderno e oferecem uma engenharia inovadora.”

“Demonstram os nossos elevados padrões em termos de dinâmica, conforto e economia: por exemplo, a suspensão complexa no F-TYPE está relacionada com os recentemente desenvolvidos, económicos e dinâmicos motores Ingenium, e não podemos esquecer as carroçarias de alumínio, leves e seguras, que contribuíram para a nomeação há pouco tempo do XE como o automóvel mais seguro na sua classe pela Euro NCAP.”

“Adicionalmente, o sucesso renovado do Range Rover Evoque no segmento SUV Compacto destaca a grande popularidade deste criador de tendências, com as suas formas elegantes e tecnologia avançada. Estas três vitórias na classe, juntamente com os demais fantásticos resultados, são um enorme incentivo para nós. A Jaguar Land Rover não diminuirá o seu compromisso para com os produtos nem, em particular, para com os seus clientes."

O voto foi um somatório dos leitores da Auto Motor Und Sport e de 14 revistas parceiras europeias e de três não europeias. O júri teve de deliberar sobre mais de 364 modelos em 11 classes. Cada participante dispunha de dois votos: o primeiro para o líder da classe e o segundo para o favorito entre os automóveis importados.

O galardão "Melhores Carros" foi lançado em 1976 com apenas seis classes e nos últimos 40 anos tem tido uma enorme aceitação nos mercados internacionais.

 

 

JLR INVESTIGA SISTEMAS

 

JAGUAR LAND ROVER INVESTIGA SISTEMAS DE AJUDA À CONDUÇÃO PARA QUE OS VEÍCULOS AUTÓNOMOS SE COMPORTEM SE FOSSEM CONDUZIDOS POR HUMANOS, NÃO POR ROBOTS

 

jlr dual_brand_image_Copy

 

 

  • A investigação inovadora irá auxiliar a programar futuros veículos autónomos para que tenham reações iguais aos condutores.
  • Os condutores irão confiar mais nos veículos autónomos se estes não conduzirem como robots.
  • O projeto irá contribuir para o desenvolvimento das futuras apólices de seguro para veículos autónomos.

 

A Jaguar e a Land Rover estão a investir no projeto de investigação de vários milhões de libras que irá auxiliar os futuros veículos autónomos a serem conduzidos de forma natural, como condutores humanos, em vez de como robots.

Os funcionários da autarquia londrina de Greenwich irão conduzir uma frota de veículos da Jaguar e da Land Rover durante vários dias para verificar como diferentes tipos de condutores reagem a variadas situações reais, incluindo trânsito intenso, cruzamentos com muito movimento, obras e mau tempo.

Os dados dos sensores colocados nestes veículos irão revelar os comportamentos naturais de condução e a tomada de decisões dos condutores em cenários complexos e stressantes. Nestes incluem-se o comportamento nas rotundas e entroncamentos, bem como nos cruzamentos para entrada no fluxo de tráfego, ou como reagem face a um veículo de emergência que se aproxima por trás do seu veículo, num engarrafamento.

Denominado “MOVE-UK”, este projeto, que terá uma duração de três anos, tem um custo estimado de 5,5 milhões de libras e os dados obtidos serão também utilizados para auxiliar a desenvolver as apólices de seguro para os futuros veículos autónomos. Os especialistas em seguros irão disponibilizar os seus conhecimentos sobre os riscos de certos cenários utilizando os dados da condução no mundo real fornecidos pela frota de veículos de testes.

Rt Hon Sajid Javid MP, Secretary of State for Business, Innovation and Skills, anunciou hoje o apoio de 2,75 milhões de libras do Governo do Reino Unido à investigação no projeto MOVE-UK, disponibilizados pela agência de inovação do Reino Unido, Innovate UK. Este financiamento integra os 100 milhões de libras do fundo do Governo do Reino Unido para Veículos Ligados e Autónomos.

Dr. Wolfgang Epple, Director of Research and Technology do Grupo Jaguar Land Rover, declarou: "Para introduzir com sucesso os veículos autónomos precisamos realmente de centrar-nos no condutor. É essencial perceber como os condutores reagem face a uma série de situações muito dinâmicas e aleatórias no mundo real se queremos que os condutores aceitem os veículos autónomos no futuro”.

Os condutores terão que confiar completamente no veículo antes de aceitar e participar nos sistemas automatizados. Se um veículo autónomo pode ser programado para ter uma reação muito similar à de um condutor real, a experiência autónoma será mais natural e o condutor será mais propenso a permitir que o veículo assuma o controlo.

"Os clientes terão muito maior probabilidade de aceitar os veículos altamente automatizados e totalmente autónomos se o veículo reagir da mesma forma que o condutor. Através da medição e compreensão de comportamentos de condução positivos poderemos assegurar que um veículo autónomo do futuro, Jaguar ou Land Rover, não será simplesmente uma função robótica", complementou o Dr. Epple.

“Por último, queremos ser capazes de disponibilizar aos condutores a opção entre uma condução participativa ou autónoma. Se os condutores têm confiança na automatização passarão de um modo para outro sem problemas. O modo Autónomo irá auxiliar em qualquer atividade desafiante ou em ocasiões menos estimulantes durante a viagem, tais como estacionar ou conduzir em trânsito lento e intenso. Se esta experiência automatizada for vivida de forma natural e segura, o condutor poderá descontrair totalmente e ficará satisfeito por deixar o veículo assumir o controlo”.

O consórcio MOVE-UK é liderado pela Bosch e inclui a Jaguar Land Rover, Transport Research Laboratory (TRL), Direct Line, a autarquia londrina de Greenwich e The Floow.

 

 

 

 

NOVIDADES NA HYUNDAI

 

O Novo Hyundai Tucson e o Novo Elantra recebem o prestigiado prémio “iF Design 2016” na categoria de produto.

  •  O Novo Hyundai Tucson, lançado em Portugal na passada semana, está novamente em destaque, desta vez pelo design ousado e atlético, depois de, entre outras distinções, já ter sido votado “Carro do Ano 2016” em Espanha e recebido a classificação de 5 estrelas pelo EURO NCAPS.
  •  Estes prémios reforçam e confirmam a qualidade e o design da Hyundai.All-New Elantra_iF_Design_Copy
 

CALENDARIO DE FORMAÇAO

Calendário de Formação Domingos & Morgado 2 para 2016

Tal como tem acontecido nos últimos anos, neste ano vão ser ministrados vários Cursos de Formação.

No seguimento do que já habitual nos últimos anos, são dados a conhecer os horários dos Cursos de Alinhamento do Centro de Formação da Domingos & Morgado 2 – Equipamentos, Lda., previstos para o corrente ano de 2016.

Para além dos Cursos de Grau 1 – Básico, estão também agendados dois Cursos de Formação em Alinhamento, Grau 2 – Avançado. Neste caso, será ministrado o Curso de Diagnósticos Avançados, ao qual terão acesso todos os interessados que já tiverem frequentado o nosso Curso Básico.

Pela primeira vez, e dando seguimento às solicitações de alguns dos clientes, foi inserido no plano de formação, um curso de Equilibragem de Rodas, que será complementado com formação adicional em Desmontagem/Montagem de Pneus.

Está ainda a ser estudada a possibilidade de fazer uma formação em Reparação de Pneus a qual, será agendada posteriormente.



Domingos & Morgado

 

PEDAL ACELARADOR ACTIVO DA BOSCH

Pedal de acelerador ativo da Bosch

Ligeira vibração pode reduzir a pressão no acelerador e alertar o condutor para carros em contramão.

O pé do condutor é responsável por um quarto do consumo de combustível. Até agora, a única coisa que se podia fazer em relação a esta questão era conduzir cuidadosamente e fazer um curso de condução ecológica. Contudo, agora a Bosch desenvolveu uma ajuda técnica na forma de um pedal acelerador ativo: uma ligeira vibração avisa o condutor quando este exagera na pressão do pé. “O pedal acelerador ativo da Bosch ajuda os condutores a poupar combustível e, ao mesmo tempo, alerta-os para situações potencialmente perigosas”, disse Stefan Seiberth, presidente da divisão de Sistemas de Gasolina da Robert Bosch GmbH. E, se o veículo tiver um sistema de apoio, o acelerador transforma-se num indicador de perigo: associado a um sistema de navegação ou a uma câmara que reconheça os sinais de trânsito, o inovador pedal do acelerador ativo da Bosch dá ao condutor um sinal tátil se este está, por exemplo, a aproximar-se de uma curva perigosa a uma velocidade excessiva. 

O acelerador ativo ajuda os condutores a serem mais cuidadosos na pressão exercida no pedal. A resposta que recebem do acelerador permite-lhes poupar até 7 por cento no consumo de combustível. E as emissões de CO2 são reduzidas em conformidade. Isto é possível porque o pedal do acelerador pode ser ligado em rede a outras funcionalidades do automóvel, como, por exemplo, a transmissão. Até agora, a única indicação que os condutores recebiam sobre a melhor altura para mudar de velocidade era através de pequenas setas no painel de instrumentos. O pedal do acelerador ativo vem com uma opção de indicação sensorial que avisa o condutor do momento ideal para mudar de velocidade. “O pedal diz ao condutor quando as curvas da economia e da aceleração se intercetam”, afirmou Seiberth. Contudo, se o condutor mantiver a sua intenção de acelerar um pouco mais antes de mudar de velocidade, basta aplicar uma ligeira pressão extra.

Híbridos: Aviso prévio de reativação do motor de combustão

Poupança adicional de combustível é possível com o sistema start/stop, por exemplo, quando o condutor desligar o motor ainda em andamento e em velocidade, de modo a poupar combustível. A Bosch estima que em 30 por cento de todos os percursos os motores podem ser desligados desta forma. O pedal acelerador pode ser programado para dar indicação de quando faz sentido usar esta função. E com o avanço da eletrificação da transmissão, esta tecnologia inovadora tem mais benefícios para dar. O pedal abre inúmeras possibilidades de poupança de combustível nos híbridos, uma vez que permite aos condutores saber quando o motor está em vias de assumir o modo elétrico, permitindo que reduzam a pressão no pedal do acelerador.

Mas não é apenas na área da poupança de combustível que o pedal do acelerador ativo entra em cena. Ele também torna os carros mais seguros. Tudo porque as suas componentes inovadoras podem ser ligadas a toda uma série de sistemas de assistência à condução. Em ligação com o sistema anticolisão, por exemplo, pode acionar um sinal vibratório que avisa o condutor que não deve acelerar mais. Uma simples alteração da configuração do software é o necessário para adequar o tipo e a intensidade da resposta tátil às especificações de cada construtor automóvel.

O pedal do acelerador está online: sinais alertam o condutor para carros em contramão ou para engarrafamentos
O inovador pedal do acelerador da Bosch pode ainda estar ligado a sistemas de navegação, permitindo-lhe alertar o condutor se, por exemplo, se estão a aproximar de uma curva apertada a uma velocidade excessiva. Adicionalmente, ele pode ainda ter associada uma câmara de vídeo que identifique sinais de limite de velocidade. Se o condutor excede o limite de velocidade, o acelerador avisa-o vibrando ou exercendo contrapressão. A ligação à internet abre ainda mais possibilidades. A inovação da Bosch já foi concebida para os carros que estão conectados com a sua envolvente. Através da vibração do pedal, o carro irá emitir sinais sobre situações perigosas ao condutor, tais como: outros condutores em contramão, congestionamentos inesperados, tráfego cruzado e outros perigos ao longo do trajeto definido.

Informações mais detalhadas podem ser obtidas no website dedicado: www.bosch-gaspedal.com



Bosch

 

ROADY GALARDOADO COM PRÉMIO

Roady galardoado com Prémio Cinco Estrelas

Edição de 2016 distingue 69 produtos e serviços.

Os centros-auto Roady, insígnia do Grupo Os Mosqueteiros, acabam de ser distinguidos com o Prémio Cinco Estrelas 2016, num universo 69 candidatos em 235 inscritos organizados em 94 categorias. Para apurar os vencedores de 2016, foram chamados a testar e avaliar os produtos e serviços cerca de 28.000 consumidores através de três etapas de avaliação que passam por um Comité de Especialistas, por testes de experimentação e por uma avaliação massificada junto de uma amostra com afinidade à categoria de consumo.

Emanuel Eusébio, administrador do Roady, afirma que “o prémio recebido vem dar-nos força para continuarmos o bom trabalho desenvolvido até aqui. Queremos que os consumidores saibam que nos centros-auto Roady podem encontrar todos os produtos e serviços que necessitam para o seu automóvel e que tenham a garantia que o mesmo é tratado com todo o profissionalismo e segurança. Este prémio vem certificar que a mensagem está a ser bem transmitida e que público reconhece o nosso esforço.”

O conceito do centro-auto Roady é proporcionar um serviço completo para um veículo, reunindo no mesmo espaço uma loja e uma oficina multimarca com equipas técnicas especializadas, onde não existe necessidade de efetuar marcação, e o cliente tem a garantia de um serviço rápido, onde a fatura é sempre igual ao orçamento. Presente em Portugal desde 1998 conta com 30 centros de norte a sul do país. 



Roady é cinco estrelas

 

PRODUÇAO AUTOMOVEL FECHA ANO

Produção Automóvel fecha ano com queda de 3%

Em 2015 a produção de veículos automóveis, em Portugal, decresceu 3,0 por cento relativamente ao período homólogo do ano anterior.

No mês de Dezembro de 2015 saíram das linhas de montagem nacionais 6.554 veículos automóveis, o que representou um decréscimo de 2,2 por cento face ao mês homólogo do ano anterior.

A diminuição no número total de veículos fabricados em Portugal em 2015 foi determinado pela queda da produção de veículos ligeiros de passageiros (-1,9%) e de veículos comerciais ligeiros (-9,1%), uma vez que o sector dos veículos comerciais pesados registou uma evolução bastante favorável (38,9%).

Do total dos 156.626 veículos automóveis produzidos no ano 2015, um total de 150.248 destinou-se à exportação, o que representou 94 por cento da produção total e uma queda de 3,4 por cento em relação ao número de veículos exportados no período homólogo do ano anterior.

No que respeita as regiões de destino das nossas exportações em 2015, a União Europeia absorveu 77,9 por cento da produção nacional, sendo de destacar a Alemanha que importou 25,4 por cento dos veículos produzidos em Portugal, seguida da Espanha (13,0%) e do Reino Unido (10,1%). A Ásia absorveu 13,1 por cento das nossas exportações de veículos automóveis, sendo que a China importou 11,3 por cento da nossa produção mantendo-se, depois da Alemanha, como o principal país de destino das nossas exportações.



Produção

 

HONDA DISTINGUE

 

Honda distingue Goodyear Dunlop com Prémio de Fornecedor

 

Goodyear Dunlop reconhecida pela sua contribuição no êxito empresarial da Honda

 

Goodyear Dunlop foi distinguida pela Honda com o cobiçado Prémio de Melhor Fornecedor pela sua Contribuição Especial durante a Convenção Anual de Fornecedores da Honda.

A distinção foi concedida depois de a Goodyear Dunlop ter prestado serviços excecionais à equipa da Honda ao longo de 2015, correspondendo a uma procura de pneus superior às previsões.

O fabricante líder de pneus é fornecedor de longa data da Honda e em 2015 foi contactado para fornecer todos os pneus 225/65R17 do modelo CRV. O novo CRV desenvolvido pelo gigante japonês da indústria automóvel revelou-se um sucesso, registando um drástico aumento da procura do veículo em relação às previsões.

©cwp15110415.jpg

Imagem: Nick Harley Diretor Executivo de Equipamento Original de Turismo para Europa, Médio Oriente e África recebe o prémio de Darren Gwynne,  Manager da Divisão de Desenvolvimento e Apoio Comercial e Jason Smith, Diretor de Desenvolvimento Comercial e Divisão de Apoio da Honda. 

Um acontecimento excelente para a Honda, mas que se revelou complicado para os fornecedores. A Goodyear Dunlop conseguiu responder com rapidez ao pedido de um maior número de pneus e reorganizou o fabrico, redistribuiu a capacidade e reforçou o apoio logístico. Em consequência, a Honda recebeu os pneus que encomendou, a tempo e na totalidade o que lhe permitiu satisfazer os pedidos dos seus clientes.

A Honda exprimiu os seus agradecimentos à Goodyear Dunlop sob a forma de um Prémio de Fornecedor entregue na sua Conferência Anual, como forma de agradecimento à Goodyear Dunlop pela especial contribuição especial para o êxito empresarial da empresa.

Nick Harley, Diretor Executivo de Equipamento Original de Turismo para a EMEA comentou: “O reconhecimento da Honda deixa-nos muito orgulhosos. Prova que a Goodyear Dunlop é uma organização focada no cliente e empenhada em reagir com rapidez às suas necessidades, ainda que estas mudem. É motivo de grande satisfação termos sido capazes de apoiar a Honda desta forma. Este prémio é um testemunho do empenho da nossa equipa em prestar o melhor serviço possível aos nossos clientes de Equipamento Original.”

 

Sobre a Goodyear      

A Goodyear é uma das maiores empresas produtoras de pneus a nível mundial. Tem cerca de 66.000 empregados e fabrica os seus produtos em 49 instalações localizadas em 22 países em todo o mundo. Os seus dois Centros de Inovações, em Akron, no Ohio, e em Colmar-Berg, no Luxemburgo, esforçam-se por desenvolver produtos e serviços de última geração que estabelecem o padrão da indústria em termos de tecnologia e desempenho.

Para mais informação sobre a Goodyear e os seus produtos, visite www.goodyear.com/corporate ou a as contas de Facebook Twitter.image003 Copy

 

NOVA CAMPANHA SIVA

 

Uma nova Campanha de Carnaval decorre na Loja Online da SIVA entre os dias 5 e 9 de fevereiro, com o aliciante de 10 por cento de desconto sobre qualquer produto,

acrescido da oferta dos portes de envio. Esta campanha está inserida na atual Campanha de Inverno que vai decorrer até ao próximo dia 20 de março. SIVA Campanha_Carnaval_2016_Loja_on_line_02_Copy

 

O MAIS BELO CONCEPT É DA MAZDA

 

Mazda RX-VISION considerado o mais belo concept

 

• Novo concept de um desportivo Mazda conquista prémio maior no Festival Automobile International • RX-VISION está exposto na mostra patente no Hôtel National des Invalides (Paris) até 31 de Janeiro Paris (França)

 

1A. Copy1B CopyO Mazda RX-VISION, um deslumbrante concept de um modelo desportivo equipado com um motor rotativo, conquistou o galardão de “O Mais Belo Concept Car do Ano” no âmbito da 31ª edição do Festival Automobile International. Ikuo Maeda, responsável de design da Mazda a nível internacional, recebeu o prémio na noite de terça-feira, em conjunto com Kevin Rice, director de design da Mazda Europa, Julien Montousse, seu homólogo na Mazda América do Norte, e de Norihito Iwao, designer da Mazda. Trata-se de uma nova honra dada à divisão de design global da Mazda, que conquistou para si três prémios em Setembro último, no Automotive Brand Contest 2015, incluindo o prestigiante galardão de “Team of the Year”. Desta feita, o RX-VISION viu-se nomeado lado a lado com o Bentley Exp10 Speed 6, o Peugeot Fractal e o Porsche Mission E, tendo dividido o pódio com este último. Desvendado no Salão de Tóquio em Novembro último, o RX-VISION transmite na integra o espírito de desafio da Mazda. O mais recente concept da Mazda sublima de modo inequívoco a filosofia de design KODO – A Alma do Movimento. As suas proporções de suave fluidez transpiram performance, prestando homenagem ao vasto património da Mazda em termos de modelos desportivos com motor dianteiro e tracção traseira. O cariz compacto das mecânicas rotativas possibilita a adopção de soluções como o seu capot muito baixo. Os fãs da marca estarão, decerto, ansiosos por ver essa criação passar à produção. O RX-VISION vai estar exposto na mostra reservada aos exercícios de estilo no âmbito do Festival Automobile International, que está patente no Hôtel National des Invalides (Paris) até ao dia 31 de Janeiro. O prémio agora conquistado destina-se ao veículo que melhor encarna a criatividade em termos de design puro e espelhe as tendências emergentes. É um dos quatro grandes prémios atribuídos neste evento de cariz anual, sendo os vencedores escolhidos por um júri de especialistas e entusiastas do mundo da competição motorizada, arquitectura, moda e design. Mazda RX- Mazda RX-VISION: Principais especificações VISION: Principais especificações VISION: Principais especificações Nº de lugares 2 Comprimento x largura x altura (mm) 4.389 x 1.925 x 1.160 Distância entre eixos (mm) 2.700 Motor SKYACTIV-R Disposição da mecânica Motor frontal, tracção traseira Dimensões dos pneus (à frente/atrás) 245/40 R20 / 285/35 R20 Medida das jantes (à frente/atrás) 20 x 9,5J / 20 x 11J

 

OPEL GT CONCEPT

Opel GT Concept: os desportivos do futuro vão ser assim

1453829859063 Copy1453829921423 Copy1453830429754 Copy

  • Estreia mundial da Opel no Salão de Genebra, em Março;
  • Design inovador e emocional;
  • Na senda da tradição Opel GT e Monza Concept;
  • Motor em posição dianteira-central, caixa sequencial e tração traseira.

O inovador desportivo GT Concept que a Opel vai revelar no Salão de Genebra em Março dá corpo a uma nova evolução na estratégia de ‘design’ da marca alemã, centrando o automóvel no plano emocional. Com motor colocado em posição dianteira-central e tração às rodas traseiras, o protótipo é um herdeiro direto do Opel GT e do recém-apresentado Monza Concept. O GT Concept é um desportivo avançado no tempo, renunciando a tudo o que possa perturbar a forma pura. Não deixa de ser sintomático o facto de não ter puxadores de portas, nem espelhos retrovisores exteriores nem escovas limpa-para-brisas.

«Demos mais um passo na direção da emoção e do prazer de condução. O GT Concept mostra como é a Opel hoje. Somos uma marca confiante e inovadora que, a cada novo modelo, quer alargar a sua base», afirma o CEO do Opel Group, Karl-Thomas Neumann.

O Opel GT Concept herda genes do famoso Opel Experimental GT. Em 1965, apenas um ano volvido sobre a inauguração do seu novíssimo Centro de Design - o primeiro de um fabricante na Europa - a Opel apresentou no Salão de Frankfurt o protótipo de um ‘coupé’, realizado sobre a fiável base mecânica do Kadett B. As formas esguias não eram o único aspeto inovador deste automóvel, já que se tratava, simultaneamente, do primeiríssimo ‘concept car’ apresentado por uma marca europeia de automóveis. À época, o Experimental GT brilhava graças a inovações como os faróis escamoteáveis ou as formas e proporções que dispensavam qualquer tipo de decoração adicional. A equipa de ‘design’ de então, liderada por Erhard Schnell, havia focado a sua atenção num objetivo: criar uma «afirmação de ‘design’». As reações do público excederam as melhores expetativas pelo que o modelo de produção chegaria ao mercado logo três anos depois. O resto é História: mais um modelo de sucesso para a Opel e mais um ícone para a indústria automóvel.

Puro, minimalista e marcante

O GT Concept demonstra o espírito pioneiro que a Opel recuperou na atualidade. Uma «máquina de condução» dinâmica é algo que está espelhado na linha de assinatura a vermelho que divide a carroçaria na horizontal e lhe sublinha as proporções. Os pneus dianteiros de cor vermelha vão buscar inspiração à avançada motocicleta Motoclub 500, de produção Opel em 1928, que ostentava orgulhosamente dois pneus vermelhos. À exceção disso, o GT Concept não tem muitas mais ligações com o passado. O longo capô dianteiro, a ausência de tampa de mala, a dupla saída de escape ao centro e, obviamente, a designação, fazem a ponte com o GT da década de 60. Mas o Opel GT Concept assume uma identidade moderna, sem sinais de ‘design’ retro.

«Desenhámos o GT Concept à luz de um novo espírito emocional da marca Opel», explica Mark Adams, vice-presidente da Opel para o Design. «É um automóvel bem esculpido, com múltiplas inovações, na linha de uma longa tradição que queremos continuar. Em 1965, o Experimental GT era um modelo moderno destacado por formas puras no sentido escultural. É muito difícil reinventar um ícone mas, tal como o Experimental GT era uma automóvel ‘avant-garde’ naquele tempo, assim é o GT Concept nos nossos dias - totalmente puro, minimalista, marcante e sem compromissos. Este ‘coupé’ é a melhor demonstração do contínuo desenvolvimento que imprimimos à nossa filosofia de ‘design’ “Arte escultural aliada à precisão alemã”», conclui Mark Adams.

Entre as inovações mais evidentes do Opel GT Concept estão as grandes portas com vidros integrados, eliminando a transição habitual entre a carroçaria e as janelas. As portas têm comandos elétricos, acionados por sensores de pressão colocados, de um lado e de outro, no friso vermelho. O habitáculo é especialmente espaçoso. A articulação das portas recorre a um novo sistema que permite maiores ângulos de abertura, especialmente em lugares de estacionamento relativamente estreitos.

A função dos espelhos retrovisores convencionais, que não existem no Opel GT Concept, é assumida por duas câmaras, uma em cada porta, que captam imagens para trás e projetam-nas em dois ecrãs situados do lado esquerdo e do lado direito do tabliê. O para-brisas prolonga-se para o tejadilho, numa única superfície de vidro, oferecendo aos ocupantes a sensação de viajarem num ‘Targa’ com tejadilho amovível.

1.0 Turbo com 145 cv

O longo capô dianteiro deixa perceber o conceito mecânico do GT Concept. Tal como o primeiro Opel GT, o motor está colocado em posição dianteira-central. Com esta configuração, o centro de gravidade do automóvel é mais baixo e desloca-se para o centro - premissas essenciais para alcançar um comportamento dinâmico de referência. O Opel GT Concept está equipado com um motor tricilíndrico 1.0 Turbo, a gasolina, baseado no moderno bloco que equipa os atuais modelos ADAM, Corsa e Astra. Trata-se de uma unidade ultra eficiente capaz de debitar 145 cv de potência e 205 Nm de binário máximo. A transmissão está a cargo de uma caixa de seis velocidades sequencial com comandos de patilhas no volante. O GT Concept possui tração traseira, o que é particularmente apreciado pelos puristas da condução, e apresenta um peso total inferior a 1000 kg. As ‘performances’ deste protótipo de dois lugares apontam para aceleração de zero a 100 km/h em menos de oito segundos e velocidade máxima de 215 km/h.

Outro destaque do GT Concept da Opel está nos faróis dianteiros, que reforçam o efeito tridimensional. Estes faróis recebem uma próxima geração do elogiado sistema de matriz de LED IntelliLux que estreou há semanas na nova geração do modelo Astra. Recorde-se que esta inovadora tecnologia permite circular sempre em ‘máximos’ sem encandear os outros utentes da via.

 

PSA PEUGEOT É CITROEN NO IRÃO

 

PSA Peugeot Cit

 

Por ocasião da viagem oficial do Presidente Hassan Rohani desde há 50 anos, e a Iran Khodro assinaram um contrato de geração no Irão. A sociedade, cujo capital será distribuído equitativamente (50/50), estabelec as duas empresas. Esta joint-venture capacidade industrial e em pesquisa e desenvolvimento. Este investimento contribuirá para o desenv ferramenta industrial competitiva, permitindo a produção e a comercialização dos modelos Peugeot 208, 2008 e 301, equipados com motores de última geração. O acordo prevê: - A retoma das relações contratuais no que se refere ao fabrico de produzidos no Irão. - Criação de uma JV no parque industrial de Teerão para a produção de veículos novos Peugeot de última geração, com base numa plataforma que servirá também para a Iran Khodro desenvolver os seus própr veículos. - A capacidade de exportar os produtos da Uma semana após o levantamento das sanções internacionais, este acordo abre um novo capítulo para os dois parceiros. A entrada em vigor do presente acordo, que se vê acompanhado por uma tr conteúdo local, irá ocorrer após a entrada em vigor do acordo definitivo, agendado para meados de 2016. Os primeiros veículos sairão das linhas de produção da fábrica de Teerão no decurso do segundo semestre de Em 2011, o mercado iraniano atingiu um pico de 1,6 milhões de veículos. Um patamar que poderá voltar a ser alcançado dentro de dois anos, apontando-se para de veículos Peugeot no Irão seja superior a 4 milhões de veículos. O Irão é um país-chave na estratégia de desenvolvimento na região do Médio Oriente e África, aquele que é o 3º pilar de crescimento internacional da PSA Peugeot Citroën. Em 2015, o Grupo vendeu 180 200 ve aumento de 6,4%. A Iran Khodro pretende, igualmente, b Por ocasião da assinatura deste acordo, Carlos Tavares, Presidente da Direcção da PSA Peugeot Citroën afirmou: assinatura deste acordo estratégico encerra o capítulo do período de sanções internacionais e permite, em especial à PSA e à Iran Khodro, escreverem uma nova página da sua história. A nossa ambição comum é de oferecer aos nossos clientes produtos de alta tecnologia, para respeito para com o ambiente.» O Dr Hashem Yekehzare, President plataforma para ambas as partes que permitirá capitalizar as vantagens competitivas das duas empresas, em especial em matéria de dimensão, tecnologia e objetivos a longo prazo. Um ponto essencial desta par clientes o melhor em tecnologia automóvel, a um custo competitivo.

 

PSA Peugeot Citroën anuncia a criação de uma joint-venture com a Iran Khodro Por ocasião da viagem oficial do Presidente Hassan Rohani a Paris, a PSA Peugeot Citroen, presente no Irão desde há 50 anos, e a Iran Khodro assinaram um contrato de joint-venture para a produção de veículos de última , cujo capital será distribuído equitativamente (50/50), estabelece as bases de uma parceria estratégica entre venture poderá investir até 400 milhões de euros no decurso dos próximos 5 anos, em capacidade industrial e em pesquisa e desenvolvimento. Este investimento contribuirá para o desenv ferramenta industrial competitiva, permitindo a produção e a comercialização dos modelos Peugeot 208, 2008 e 301, equipados com motores de última geração. A retoma das relações contratuais no que se refere ao fabrico de veículos da marca Peugeot, atualmente no parque industrial de Teerão para a produção de veículos novos Peugeot de última geração, com base numa plataforma que servirá também para a Iran Khodro desenvolver os seus própr A capacidade de exportar os produtos da JV na região. Uma semana após o levantamento das sanções internacionais, este acordo abre um novo capítulo para os dois parceiros. A entrada em vigor do presente acordo, que se vê acompanhado por uma transferência de tecnologias e um alto nível de conteúdo local, irá ocorrer após a entrada em vigor do acordo definitivo, agendado para meados de 2016. das linhas de produção da fábrica de Teerão no decurso do segundo semestre de Em 2011, o mercado iraniano atingiu um pico de 1,6 milhões de veículos. Um patamar que poderá voltar a ser alcançado se para 2 milhões de veículos no horizonte de 2022. Estima geot no Irão seja superior a 4 milhões de veículos. chave na estratégia de desenvolvimento na região do Médio Oriente e África, aquele que é o 3º pilar de crescimento internacional da PSA Peugeot Citroën. Em 2015, o Grupo vendeu 180 200 veículos na região, registando um beneficiar da transferência tecnológica. acordo, Carlos Tavares, Presidente da Direcção da PSA Peugeot Citroën afirmou: assinatura deste acordo estratégico encerra o capítulo do período de sanções internacionais e permite, em especial à uma nova página da sua história. A nossa ambição comum é de oferecer aos nossos a tecnologia, para uma mobilidade segundo os melhores padrões de conforto, sidente e CEO da IKCO refere: «Esta parceria estratégica com a PSA irá criar uma plataforma para ambas as partes que permitirá capitalizar as vantagens competitivas das duas empresas, em especial em matéria de dimensão, tecnologia e objetivos a longo prazo. Um ponto essencial desta parceria consiste clientes o melhor em tecnologia automóvel, a um custo competitivo.» cado de imprensa 28 janeiro 2016 no Irão a Paris, a PSA Peugeot Citroen, presente no Irão para a produção de veículos de última e as bases de uma parceria estratégica entre poderá investir até 400 milhões de euros no decurso dos próximos 5 anos, em capacidade industrial e em pesquisa e desenvolvimento. Este investimento contribuirá para o desenvolvimento de uma ferramenta industrial competitiva, permitindo a produção e a comercialização dos modelos Peugeot 208, 2008 e 301, veículos da marca Peugeot, atualmente no parque industrial de Teerão para a produção de veículos novos Peugeot de última geração, com base numa plataforma que servirá também para a Iran Khodro desenvolver os seus próprios Uma semana após o levantamento das sanções internacionais, este acordo abre um novo capítulo para os dois parceiros. ansferência de tecnologias e um alto nível de conteúdo local, irá ocorrer após a entrada em vigor do acordo definitivo, agendado para meados de 2016. das linhas de produção da fábrica de Teerão no decurso do segundo semestre de 2017. Em 2011, o mercado iraniano atingiu um pico de 1,6 milhões de veículos. Um patamar que poderá voltar a ser alcançado 2 milhões de veículos no horizonte de 2022. Estima-se que o parque circulante chave na estratégia de desenvolvimento na região do Médio Oriente e África, aquele que é o 3º pilar de ículos na região, registando um acordo, Carlos Tavares, Presidente da Direcção da PSA Peugeot Citroën afirmou: «A assinatura deste acordo estratégico encerra o capítulo do período de sanções internacionais e permite, em especial à uma nova página da sua história. A nossa ambição comum é de oferecer aos nossos os melhores padrões de conforto, de segurança e de «Esta parceria estratégica com a PSA irá criar uma plataforma para ambas as partes que permitirá capitalizar as vantagens competitivas das duas empresas, em especial em ceria consiste em propor-se aos Sobre a PSA Peugeot Citroën Formado por três Marcas de renome mundial – Peugeot, Citroën e DS – o Grupo comercializou 3 milhões de veículos no mundo em 2014. Segundo maior fabricante europeu de automóveis, a PSA Peugeot Citroën está presente em 160 países. As suas actividades estendem-se, também, aos sectores de financiamento (Banco PSA Finance) e equipamentos do sector automóvel (Faurecia). Sobre a Iran Khodro Fundada em 1962, a Iran Khodro é o maior construtor automóvel na região MENA e faz parte dos 20 maiores fabricantes mundiais. Com uma quota de mercado de 54% no Irão, a sociedade exporta a sua produção para 32 países, fruto de uma implantação industrial em três continentes

 

MAIS GALARDÕES PARA A AUDI

MAIS GALARDÕES PARA A AUDI

 

 

Audi A1, Audi A4 e Audi Q7 venceram nas suas categorias

• Segundo lugares para os Audi A3 e Audi A6

 

Os leitores da revista “auto motor und sport” votaram na Audi para primeiro lugar em três categorias do concurso “Best Cars 2016”. O Audi A1 venceu como o melhor compacto citadino, o Audi A4 triunfou no segmento dos familiares e o Audi Q7 foi o mais votado entre os "grandes SUV’s".Audi A1_CopyAudi A4_CopyAudi Q7_Copy

 

GOLF DA VOLKSWAGEN PREMIADO

GOLF PREMIADO

 

 

 

Total de 30 prémios para este best seller, na história de 40 anos do concurso

Os leitores da revista “auto motor und sport” votaram o Volkswagen Golf como o prémio “Best Cars 2016”. Tal significa que este verdadeiro best-seller garantiu, mais uma vez, a vitória num dos mais prestigiados prémios anuais da indústria automóvel. O prémio foi entregue hoje, em Estugarda, ao Dr. Herbert Diess, Presidente do Conselho de Administração da marca Volkswagen Veículos de Passageiros.Volkswagen Golf_Best_Cars_2016_Copy

 

RENAULT É LIDER

 

A RENAULT É LÍDER NA EUROPA DO MERCADO DE VEÍCULOS COMERCIAIS LIGEIROS

O Grupo Renault teve, em 2015, um excelente desempenho no mercado de Veículos Comerciais Ligeiros (LCV) com um crescimento das vendas de 12,4 % a que correspondeu uma quota de mercado global de 3,76%.Este resultado confirma a passagem de marca líder regional a uma marca com estatuto mundial.

Na Europa o crescimento foi de 16,9 % para uma quota de mercado de 15% (+0,71 pontos face a 2014).

A marca Renault é líder Europeia no mercado dos veículos comerciais ligeiros pelo décimo-oitavo ano consecutivo.Gama VCL_2_CopyGama VCL_Copy

 

BOSCH REALIZA TESTES NO JAPÃO

 

Condução autónoma

Bosch realiza testes em estradas no Japão

 

  O Japão é o terceiro local de testes de engenharia da Bosch, depois da Alemanha e Estados Unidos

  Dirk Hoheisel, membro do Conselho de Administração: “Condução à esquerda significa que o Japão dá contributos valiosos para o desenvolvimento”

  2.500 engenheiros da Bosch em todo o mundo estão a trabalhar no desenvolvimento de sistemas de assistência ao condutor e condução automatizada

  Alterações à Convenção de Viena entrarão em vigor no final de abril

 

 

Estugarda, Alemanha e Yokohama, Japão – A Bosch deu mais um passo no desenvolvimento da tecnologia de condução autónoma. Depois da Alemanha e dos Estados Unidos, o fornecedor de tecnologia e serviços está agora a testar a tecnologia do futuro no Japão. O objetivo inicial da Bosch é o desenvolvimento do piloto automático, que permitirá a condução autónoma de carros em autoestradas e vias similares em 2020. “Porque as pessoas conduzem pelo lado esquerdo e pelas complexas condições de tráfego, o Japão dá-nos importantes contributos para o desenvolvimento desta tecnologia”, disse Dirk Hoheisel, membro do Conselho de Administração da Robert Bosch GmbH. Em todo o mundo, cerca de 2.500 engenheiros da Bosch estão a trabalhar para o desenvolvimento dos sistemas de assistência ao condutor e da condução autónoma. Tal como na Alemanha e Estados Unidos, a equipa de engenheiros no Japão está a realizar testes com veículos de condução autónoma em vias públicas, nomeadamente vias rápidas junto às cidades de Tohoku e Tomei, nas imediações de Tochigi e Kanagawa, assim como nos circuitos da Bosch em Shiobara e Memanbetsu.

 

Colaboração estreita entre as equipas da Alemanha, EUA e Japão

Com as suas atividades de desenvolvimento em curso, a nova equipa no Japão beneficia em muito das descobertas dos seus colegas na Alemanha e EUA, que trabalham com a condução autónoma desde 2011. Desde o início de 2013, a Bosch tem estado a fazer testes na autoestrada A81, na Alemanha, e na Interestadual 280, nos Estados Unidos. “Os nossos engenheiros já fizeram mais de 10.000 km de testes de condução sem qualquer acidente”, disse Hoheisel. Os veículos de testes da Bosch circulam no meio do tráfego – acelerando, travando e ultrapassando conforme as necessidades. Eles decidem por si mesmos, e dependendo das condições de tráfego, acionam o pisca e mudam de faixa. Na base de tudo estão sensores que fornecem uma imagem detalhada do ambiente circundante ao veículo. Além disso, a Tom Tom, parceiro da Bosch, fornece mapas rodoviários atualizados. Um computador analisa toda esta informação e antecipa o comportamento dos outros condutores, tomando decisões sobre a estratégia de condução automática a adotar.

 

É necessário um quadro jurídico para a condução automática

Se a condução autónoma se está a tornar numa realidade para veículos em produção, e não apenas para protótipos, então torna-se necessário criar um enquadramento legal para o efeito. Este assunto está já nas agendas políticas nos Estados Unidos, Japão e Alemanha. Na Convenção de Viena sobre Tráfego Rodoviário, com a qual a Alemanha também concordou, foi demonstrado que a mudança está eminente. A 23 de abril de 2016, entrarão em vigor alterações à Convenção. Os Estados membros terão depois de incorporar estas emendas às suas leis nacionais. As alterações permitem a condução autónoma desde que o condutor se possa substituir a elas ou desativá-las. No domínio das leis do registo automóvel, um grupo de trabalho informal da UNECE (Comissão Económica das Nações Unidas para a Europa) começou a analisar o Regulamento R.79, que apenas permite a condução autónoma a uma velocidade de até 10 km/h. Outro desafio é o da validação das funções de condução automática. De acordo com os métodos atuais, um protótipo de testes em estrada tem de perfazer vários milhões de quilómetros de testes antes de ser encaminhado para produção. A Bosch está a trabalhar em abordagens inteiramente novas.

 

Larga especialização interna distingue a Bosch

Para o desenvolvimento da condução autónoma, a Bosch – um dos maiores fornecedores mundiais da indústria automóvel – tem todas as tecnologias necessárias ao seu alcance. Isto inclui não apenas o motor, os travões e a direção, mas também sensores, sistemas de navegação e soluções de conectividade dentro e fora do carro. Como diz Hoheisel: “A Bosch desenvolve tudo, da componente individual ao sistema completo”. Por exemplo, os sensores da Bosch têm grande procura: no último ano, a empresa vendeu mais de 50 milhões de sensores de envolvente para assistência ao condutor. O número de radares e sensores de vídeo vendidos duplicou em 2014 – e assim aconteceu também em 2015. No que toca aos radares usados em sistemas como o ACC (Adaptive Cruise Control), a Bosch lidera o mercado mundial. O sensor de radar (77GHz) número 10 milhões deverá sair da linha de produção em 2016. Em 2015, o seu sistema de direção elétrica assistida Servoeléctrico número 50 milhões também saiu da linha de produção em Schwäbisch Gmüd, na Alemanha.

 

Aumento da automação reduzirá em um terço os acidentes na Alemanha

Para a Bosch, a condução autónoma significa tornar a condução nas estradas mais segura. As Nações Unidas estimam que 1,25 milhões de pessoas são mortas por ano em todo o mundo em acidentes de viação. 90 por cento destes acidentes são causados por erro humano. “Em situações críticas de condução, o apoio adequado pode salvar vidas”, diz Hoheisel. As investigações da Bosch sobre acidentes estimam que o aumento da automatização pode baixar ainda mais as taxas de acidente – em até um terço, só na Alemanha. A condução autónoma torna o tráfego não só mais seguro, como também mais eficiente. Estudos nos Estados Unidos concluíram que a adoção de estratégias de condução preventiva em autoestrada permite uma economia de combustível de até 39 por cento.

 

Estacionamento totalmente autónomo estará disponível antes da condução totalmente automatizada

Antes de automatizar a condução, a Bosch está a automatizar o estacionamento. O auxiliar automático de estacionamento da Bosch já está em produção. Através do smartphone, o sistema manobra carros em espaços de estacionamento. “Para nós, o estacionamento automático começa no veículo – mas vai muito além dele”, diz Hoheisel. Por exemplo, o sistema Bosch de gestão ativa de estacionamento torna simples encontrar um lugar para estacionar. Sensores colocados no pavimento indicam se um lugar está ocupado ou não. Esta informação é transmitida em tempo real para um mapa que pode ser acedido via internet, o que permite ao condutor escolher um lugar para estacionar e conduzir até ele. Em pareceria com a Daimler, a Bosch quer ir ainda mais longe. A ideia é revolucionar o estacionamento. Em vez de ter condutores a estacionar e a procurar os seus carros, o veículo vai por conta própria e estaciona – e volta ao ponto de partida quando acionado o sistema. Para isso, a Bosch está a desenvolver as infraestruturas necessárias nos parques de estacionamento, incluindo sensores de ocupação, câmaras e tecnologias de comunicação.

 

 

RECORDE DE VENDAS BOSCH

 

Resultados preliminares de 2015

Bosch regista recorde de vendas de 70 mil milhões de euros

Inovação e conectividade impulsionam crescimento

 

  Volkmar Denner, presidente da Bosch: “Alcançámos os nossos objetivos de negócio”

  Crescimento de 10 por cento em vendas

  Lucros de 4,5 mil milhões de euros

  Margem do EBIT (resultados antes de juros e impostos) aumenta para 6,5 por cento

  Soluções de Mobilidade crescem significativamente mais rápido que a produção de veículos

  Crescimento das vendas de Tecnologia de Energia e Edifícios acelera

  Crescimento de dois dígitos nas vendas na Ásia e América do Norte

 

 

 Em 2015, as vendas da Bosch ultrapassaram pela primeira vez os 70 mil milhões de euros, de acordo com os resultados preliminares. No ano passado, a empresa conseguiu aumentar as receitas em cerca de 10 por cento[1]. Os ganhos também melhoraram. Os resultados antes de juros e impostos (EBIT), incluindo efeitos extraordinários, subiram para cerca de 5 mil milhões de euros. Os lucros, corrigidos os efeitos extraordinários, ascenderam a cerca de 4,5 mil milhões de euros. A margem do EBIT foi de aproximadamente 6,5 por cento, o que calculado numa base comparável, supera o do ano passado. O rácio de capital mantém-se sólido e a liquidez elevada, apesar dos milhares de milhões gastos na aquisição da BSH Hausgeräte GmbH e da Robert Bosch Automotive Steering GmbH. “Graças à nossa capacidade inovadora, fomos capazes de continuar com êxito a nossa tendência de crescimento num ambiente de negócios desafiador e numa série de mercados estagnados em 2015. Um dos principais motores desta evolução positiva foi o número crescente de soluções para o mundo conectado”, disse Volkmar Denner, presidente do Conselho de Administração da Robert Bosch GmbH.

 

A Bosch está a moldar a transformação digital

A conectividade na internet das coisas está a transformar o negócio da Bosch, nalguns casos na sua própria base. A Bosch é a única empresa no mundo que está ativa nos três níveis da internet das coisas. O Grupo Bosch oferece tecnologias-chave que possibilitam a conectividade, comosensores e software, e está também a desenvolver novos serviços nesta área. “Com o nosso conhecimento em sensores, software e serviços, estamos a moldar o mundo da conectividade e a criar novas oportunidades de negócio. A ‘transformação digital’ é tudo menos uma ameaça para nós. Pelo contrário, vemo-la como uma enorme oportunidade”, explicou Denner. Por exemplo, a empresa anunciou recentemente a sua entrada no mercado das casas inteligentes. Na CES, em Las Vegas, a Bosch apresentou pela primeira vez ao público o seu sistema de casa inteligente.

 

Desempenho do negócio em 2015 por setor de atividade

O desenvolvimento das vendas em 2015 variou nas quatro áreas de negócio. Como explicou Stefan Asenkerschbaumer, diretor financeiro e vice-presidente do Conselho de Administração, “em 2015, melhorámos ainda mais a nossa posição de mercado e a competitividade em muitas áreas e ganhamos quota de mercado”. Apesar do crescimento anémico na produção de veículos, de acordo com dados preliminares, a área de negócioSoluções de Mobilidade da Bosch conseguiu aumentar significativamente as suas vendas. Globalmente, as vendas cresceram 12 por cento em 2015, para 41,7 mil milhões de euros. Entre os produtos de maior sucesso da Bosch no ano passado estiveram os sistemas de injeção de gasolina e gasóleo, sistemas de assistência ao condutor e sistemas de informação e entretenimento, como os que são produzidos em Braga. A área de negócio Bens de Consumo também registou um crescimento significativo. Aqui, a Bosch aumentou as suas vendas em 9,3 por cento numa base anual, para os 17,2 mil milhões de euros. Os produtos mais vendidos incluíram ferramentas sem fios, ferramentas elétricas e eletrodomésticos, como uma gama de fogões conectados.

 

A área de negócios Tecnologia de Energia e Edifícios cresceu 11 por cento,  consideravelmente acima do ano passado, tendo registado 5,1 mil milhões de euros em vendas. Este sucesso pode ser atribuído principalmente aos serviços, sistemas de segurança para grandes infraestruturas e soluções conectadas de aquecimento inteligente. A área de negócios Tecnologia Industrial continua a ser afetada pela fragilidade global do segmento da engenharia mecânica. As vendas caíram 1,7 por cento numa base anual, para 6,6 mil milhões de euros. A divisão de Condução e Tecnologia de Controlo sofreu novos colapsos em segmentos importantes do mercado de engenharia mecânica em 2015.

 

Desempenho dos negócios por região
O negócio da Bosch na Europa desenvolveu-se favoravelmente. O crescimento das vendas na região foi consideravelmente superior ao de 2014: de acordo com dados preliminares, a Bosch aumentou as suas vendas em 4,2 por cento, para 37,5 mil milhões de euros. A Bosch registou umcrescimento particularmente acentuado na América do Norte. Aqui, as receitas do fornecedor líder de tecnologia e serviços cresceram 24 por cento, para 12,6 mil milhões de euros. Na América do Sul, a situação permanece difícil, o que se refletiu no desenvolvimento das vendas do Grupo Bosch. De acordo com os dados preliminares, a empresa registou 1,4 mil milhões de euros em vendas na região, menos 13 por cento que no ano anterior. Na Ásia Pacífico, o crescimento das vendas foi de 16 por cento, para 19,1 mil milhões de euros. A Bosch vê um grande potencial a longo prazo em África. Em 2015, a empresa continuou a expandir as suas atividades neste continente.

 

Aumento de empregados na Europa, Ásia-Pacífico e EUA

A Bosch empregava, em todo o mundo, cerca de 375.000 pessoas a 31 de dezembro de 2015. Globalmente, foram contratados 17.600 novos colaboradores em 2015. Os maiores crescimentos foram na Europa central e oriental, Alemanha, Ásia-Pacífico e EUA. Especialistas em IT foram os mais procurados.

 

Em Portugal, a Bosch conta com mais de 3.500 colaboradores distribuídos pelas quatro unidades em Aveiro, Braga, Lisboa e Ovar. Até 2018, a empresa prevê contratar mais 1.000 colaboradores, incluindo engenheiros altamente qualificados dedicados a projetos de I&D nas diferentes localizações nacionais.

 

2016 – Previsões cautelosamente otimistas

Para 2016, a Bosch estima um crescimento moderado de 2,8 por cento em termos económicos globais. “Temos de nos preparar para grandes flutuações nos nossos mercados, quer a nível regional quer em indústrias específicas”, disse Asenkerschbaumer. Em termos geopolíticos, a situação em 2016 continuará complexa e caracterizada por uma instabilidade considerável. Apesar disso, a Bosch pretende manter a sua tendência de crescimento e a crescer mais rápido que os mercados onde está presente. Apesar dos grandes investimentos para garantir a viabilidade da empresa a longo prazo, os resultados e o EBIT devem ser melhorados.

 

Uma vida mais simples e fácil com soluções conectadas

O objetivo estratégico da Bosch é oferecer soluções para a mobilidade conectada, produção conectada, assim como para sistemas de energia eedifícios conectados. A empresa lançou uma série de novas soluções nesta área em 2015. “A tecnologia conectada é a chave para os desafios do futuro, como a escassez de recursos e a urbanização”, disse Denner. Por exemplo, num edifício inteligente conectado, o consumo de energia pode ser reduzido em até 40 por cento. Até 2020, cerca de 230 milhões ou 15 por cento das habitações em todo o mundo estarão equipadas com soluções de casa inteligente. “Tecnologia conectada e sistemas devem oferecer funcionalidades fáceis e intuitivas ao utilizador”, continuou Denner. Por esta razão, o desenvolvimento do sistema Bosch da casa inteligente está focado na experiência do utilizador. Apresentando uma única plataforma, o sistema permite a ligação inteligente de dispositivos como aquecimento, eletrodomésticos, sistemas de entretenimento, iluminação e sistemas de segurança. Todos os dispositivos conectados da casa podem ser geridos através de um smartphone ou tablet com uma única aplicação.

 

Portugal está no loop da investigação tecnológica mais avançada. Um bom exemplo é a divisão da Bosch Termotecnologia, em Aveiro, onde se situa o Centro de Competências mundial para o desenvolvimento de soluções de água quente, estando já em construção um segundo Centro de I&D, num investimento de 25 milhões de euros até 2020. Desta unidade em Aveiro saiu recentemente o Sensor Connect, o primeiro esquentador termostático compacto com frente em vidro negro e painel touch, o único com tecnologia de conetividade, uma aplicação que possibilita o seu controlo remoto através de smartphone ou tablet.

Também na Bosch em Braga estão a ser desenvolvidos e produzidos sistemas de informação e entretenimento conectados que vão permitir aos condutores não apenas a condução, mas também a gestão das suas tarefas e necessidades diárias. O condutor poderá aceder a serviços online e aplicações de smartphone, e controlá-los através de gestos e fala, como se estivesse a falar com um passageiro. Isto irá transformar o carro num verdadeiro assistente pessoal.

 

Construir sobre pontos forte em áreas familiares, para explorar novas áreas

“Estamos a abordar novos e promissores mercados, como casas inteligentes e indústria conectada, e ao mesmo aproveitar todas as oportunidades que se nos apresentam nos mercados tradicionais”, disse Denner. Estas oportunidades incluem a eletrificação da mobilidade. Uma das importantes compras de 2015 foi a aquisição da startup americana na área das baterias, a Seeo Inc.. A Bosch dispõe agora de conhecimento pioneiro na área das células em estado sólido. Como explicou Denner, “independentemente de este negócio se desenvolver de forma evolutiva ou disruptiva, a Bosch estará nele”. A Bosch também vê grande potencial no segmento dos veículos comerciais e de duas rodas. Para ambos os segmentos, a empresa criou recentemente unidades dedicadas de forma a melhor servir o mercado e as necessidades dos consumidores. Automação, eletrificação e conectividade – as três grandes tendências da mobilidade – terão também um grande impacto a longo prazo nos veículos comerciais e de duas rodas. No segmento dos veículos comerciais, a automação desempenhará um papel cada vez mais importante na redução de acidentes. Sistemas de injeção para os veículos de duas rodas – em oposição aos atualmente comuns sistemas de carburador – reduzirão o consumo de combustível e irão contribuir significativamente para conservação de recursos, em particular nos países em desenvolvimento.

 

Redução de gases de efeito estufa – impossível sem motores a gasóleo

Neste contexto, Volkmar Denner também destacou a importância da tecnologia a gasóleo para cumprimento das metas ao nível do aquecimento global. “Só com o gasóleo é que as ambiciosas metas de CO2 dos EUA poderão ser alcançadas.” Os veículos a gasóleo emitem muito menos CO2que veículos equivalentes a gasolina. “No debate sobre a qualidade do ar e das partículas nas nossas cidades, o gasóleo não faz parte do problema, mas da solução”, disse Denner. “Graças à moderna tecnologia dos filtros, um veículo a gasóleo pode até limpar as partículas da atmosfera nas grandes cidades.”, continuou. Para Denner, o gasóleo é uma máquina de purificação de ar. Disse ainda, que a Bosch tem a tecnologia para trazer as emissões de óxido de nitrogénio para um nível extremamente baixo, mesmo em condições reais de condução. “É nosso objetivo de desenvolvimento obter veículos a gasóleo que cumpram as normas em vigor não apenas no banco de ensaios, mas também em estrada”, continuou. Nesse sentido, a Bosch apoiou claramente a introdução de um ciclo de ensaios mais realista e de medição de emissões em condições reais de condução. Denner também se manifestou a favor de um controlo regular dos veículos por institutos de testes independentes.

 

Nota:

A diferença entre as vendas de 2015 e as divulgadas em 2014 de 49 mil milhões de euros é, em parte, o resultado da consolidação, pela primeira vez, da Hausgeräte GmbH e da Robert Bosch Automotive Steering GmbH. 15 mil milhões de euros deste aumento são atribuídos exclusivamente aos efeitos de consolidação.

 

 

BRIDGESTONE

 

Bridgestone DriveGuard® revoluciona a indústria de pneus

Mantenha a segurança e o controlo do carro na maioria das situações em que o pneu se danifique e independentemente do carro que conduzir[1]

 

 

 

11. Copy12. Copy13. Copy- A Bridgestone, o maior fabricante de pneus e produtos de borracha a nível mundial, anuncia o lançamento do Bridgestone DriveGuard, o novo e revolucionário pneu de estrada, concebido para equipar todos os automóveis ligeiros1 e acabar com quaisquer preocupações durante a condução, relacionadas com eventuais danos nos pneus (incluindo nas paredes laterais e no piso de rodagem). O novo pneu Bridgestone DriveGuard oferece os mais altos padrões de desempenho de segurança, conforto e eficiência de combustível em piso seco e molhado, proporcionando aos condutores a tranquilidade, proteção e comodidade adicionais durante a condução.

 

A Bridgestone é reconhecida pelo desenvolvimento de tecnologias inigualáveis e revolucionárias e o seu mais recente produto, o Bridgestone DriveGuard, promete alterar regras do jogo nos seguintes aspetos:

 

  • Capacidade de equipar todos os automóveis ligeiros de passageiros independentemente do seu fabricante ou modelo1. O Bridgestone DriveGuard não está limitado a equipar os modelos de fábrica em marcas específicas ou modelos de automóveis e pode equipar quase todos os tipos de automóveis com Sistema de Monitorização da Pressão dos Pneus, obrigatório na Europa em automóveis novos desde Novembro de 2014. Ou seja, existe um mercado potencial de 32 milhões de veículos com a possibilidade de serem equipados com o novo Bridgestone DriveGuard em 2016.

 

  • Resposta adequada a praticamente todos os tipos de danos que um pneu pode sofrer durante a condução (incluindo nas paredes laterais e piso de rodagem) e distinta de todas as outras soluções existentes (por exemplo, o selante). A tecnologia de última geração DriveGuard tem um design high tech patenteado com canais de arrefecimento e reforço das paredes laterais, que permitem que os condutores mantenham o controlo e continuem a conduzir com segurança e conforto durante 80km até 80km/h2, após um furo e até que possam reparar ou substituir o pneu em segurança, proporcionando assim tranquilidade adicional perante eventuais danos que possam ocorrer nos pneus durante a condução.

 

  • A filosofia “Sem compromisso”. O Bridgestone DriveGuard tem um desempenho líder na categoria, sem compromissos na resistência ao rolamento e em piso molhado, de acordo com a excelente classificação atribuída pela norma de rotulagem de pneus da UE[2] (“A” para performance em piso molhado e “C” para resistência ao rolamento) e os ensaios independentes da TÜV Süd demostram que o Bridgestone DriveGuard está muito bem classificado, quando comparado com pneus concorrentes, em categorias de desempenho que os condutores valorizam muito, como a segurança em piso seco, que colocam este produto na vanguarda da segurança rodoviária.

 

  • Eco-conscious nature. O Bridgestone DriveGuard elimina a necessidade de transportar um pneu suplente, reduzindo o peso no automóvel, e é totalmente reciclável através do circuito tradicional de reciclagem. No entanto, esta não é a realidade de outras soluções de mobilidade fornecidas por outros fabricantes de pneus (por exemplo, o selante).

 

Nos últimos 4 anos, mais de 60% dos condutores tiveram um furo, o que para além de provocar uma sensação de insegurança e impotência, resulta numa enorme perda de tempo de mais de 3 horas[3]. Estes dados mostram que este é o momento de repensar a segurança dos pneus. O Bridgestone DriveGuard vem demonstrar o compromisso da empresa com a segurança rodoviária – em particamente todas as condições – permitindo prevenir acidentes em caso de furo, de perda súbita de pressão ou outro tipo de danos que possam ocorrer nos pneus.

 

Eduardo Minardi, Presidente Executivo da Bridgestone EMEA[4], salienta que “o novo Bridgestone DriveGuard dá o poder aos condutores de continuarem a conduzir e evitar a insegurança e os encargos imediatos de um pneu furado. Os condutores poderão, assim, escolher onde e quando irão substituir o seu pneu, respeitando, naturalmente, a velocidade e os limites de distância indicados. A nossa tecnologia revolucionária vai contribuir consideravelmente para a segurança rodoviária, proporcionando aos condutores o conforto e a tranquilidade adicionais enquanto conduzem.”

 

 

Como funciona o DriveGuard?

 

O Bridgestone DriveGuard está na vanguarda da inovação, incorpora a mais recente tecnologia que permite levar a mobilidade para o próximo nível, e proporciona:

 

  • Mobilidade a baixa pressão, devido a:
  1. oUma parede lateral otimizada e reforçada que suporta o peso do veículo em caso de perda súbita de pressão do pneu. Permite ao condutor manter o controlo do carro e continuar a conduzir em segurança durante 80km até ao limite de 80km/h2;
  2. oCarcaça e telas do pneu em poliéster que oferecem uma elevada resistência à geração de calor, aumentando a durabilidade do pneu;
  3. oNano Pro-Tech, um componente que reduz a fricção entre moléculas de carbono, através da redução da geração de calor nas paredes laterais, ajudando o pneu a manter a sua forma;
  4. oDesign high tech dos canais de arrefecimento nas paredes laterais que canalizam o aquecimento em direção ao aro, ajudando desta forma a preservar o pneu, melhorando a segurança e a durabilidade;

 

  • Melhor controlo em piso molhado, devido a:
  1. oPerformance excelente em condições de aquaplanagem: Piso do pneu com rasgos que permitem otimizar a distribuição de vácuo na parte central do padrão do piso;
  2. oComportamento otimizado em curva: Ligação dos flancos do pneu ao piso, permitindo a distribuição otimizada da pressão do pneu;
  3. oDistância de travagem reduzida: composto comelevado índice de sílica e tecnologia nano pro-tech;

 

  • Conforto, devido a:
  1. oNovo desenho da estrutura da coroa, permitindo uma melhoria na absorção das irregularidades das estradas;
  2. oBorracha otimizada e reforçada com medidor integrado;
  3. oConstrução mais leve;
  4. oNível de conforto otimizado em todas as medidas de pneu;
  5. oMelhoria da resistência à deformação, proporcionando maior conforto quando comparado com pneus standard;

 

O Bridgestone DriveGuard estará disponível na Europa em 19 medidas para pneus de Verão e 11 para pneus de Inverno – a partir de 195/65 R15 até a 245/40 R18. As diferentes medidas de pneus chegarão aos mercados em duas vagas.

Sobre da Bridgestone EMEA

 

A Bridgestone EMEA, com sede em Bruxelas, Bélgica, é uma subsidiária da Bridgestone Corporation, o maior fabricante de pneus e produtos de borracha a nível mundial. A Bridgestone EMEA opera um centro de I&D, 13 fábricas e escritórios em mais de 35 países Europeus, e tem mais de 19.000 colaboradores. Os pneus premium da Bridgestone EMEA são vendidos globalmente, incluindo Europa, Rússia, Médio Oriente e África.

 

Facebook: www.facebook.com/Bridgestone.Portugal

Twitter: https://twitter.com/bridgestonetyre

LinkedIn: https://www.linkedin.com/company/bridgestone-europe

 

 

 



[1] Atualmente, esta solução não está ainda disponível para camionetas. E só está disponível para automóveis equipados com um Sistema de Monitorização da Pressão dos Pneus (SMPP, da sigla inglesa TPMS - Tyre Pressure Monitoring System). Para mais detalhes, visite, por favor, http://www.bridgestone.pt/driveguard

2 A rotulagem de pneus da UE é um Sistema de classificação através do qual os fabricantes de pneus para automóveis, camionetas e veículos pesados devem especificar o consumo de combustível, a aderência em pavimento molhado e o nível de ruído em rotação. http://ec.europa.eu/energy/sites/ener/files/documents/FIN%20User%20guide%20-%20tyres.pdf

 

 

 

NOVO JAGUAR F TYPE

 

O NOVO JAGUAR F-TYPE SVR SERÁ APRESENTADO EM GENEBRA

 

 

 

 

O novo Jaguar F-TYPE SVR será apresentado à imprensa mundial no Salão Automóvel de Genebra e será comercializado no verão de 2016.

Com uma velocidade máxima de 322 km/h o novo F-TYPE SVR é o primeiro Jaguar SVR e foi desenvolvido para explorar ao máximo o potencial do desportivo de dois lugares em alumínio, mantendo a sua facilidade de utilização no dia-a-dia.

Mais leve, mais veloz e mais potente, o novo F-TYPE SVR eleva a performance, dinâmica e envolvimento do condutor a um novo patamar, mantendo o conforto e dualidade de carácter inerente a todos os veículos Jaguar.

John Edwards, Managing Director, Jaguar Land Rover Special Operations: “O novo F-TYPE SVR é o primeiro Jaguar de produção em série desenvolvido pela Special Vehicle Operations e beneficia de toda a nossa experiência e conhecimentos sobre engenharia de precisão, performance e design.”

“O resultado é um super desportivo para todas as estações com uma velocidade máxima de 322 km/h que pode ser conduzido no dia-a-dia – criámos até uma versão Convertible para que os entusiastas possam apreciar melhor a sonoridade do novo sistema de escape titânio.”

 

Mais informação, imagens e vídeos sobre a Jaguar em www.media.jaguar.com.

Mais vídeos em alta resolução em www.broadcast.jaguarlandrover.com.

Notas do Editor:

  • O novo F-TYPE SVR será apresentado à imprensa mundial no Salão Automóvel de Genebra no dia 1 de março
  • A informação completa sobre especificações, preços, imagens e filmes será disponibilizada a 17 de fevereiro em www.media.jaguar.com
  • O novo F-TYPE SVR irá juntar-se à gama 2017 Model Year F-TYPE Coupé e Convertible que inclui o F-TYPE, F-TYPE S, F-TYPE British Design Edition e F-TYPE R
  • A Jaguar Land Rover Special Vehicle Operations tem a responsabilidade de criar uma gama de modelos de produção de alta performance para a Jaguar e a Land Rover, produtos de personalização de veículo e modelos Limited Edition de baixo volume e valor elevado para ambas as marcas
  • A Special Vehicle Operations concebeu o exclusivo F-TYPE Project 7 – cujas 250 unidades foram integralmente vendidas

 JAGUAR F-TYPE_SVR_01_LOCATION_RANGE_CopyJAGUAR F-TYPE_SVR_02_STUDIO_COUPE_Copy

 

CLUBE MX 5

 

Club MX-5 Portugal - Passeio “Costa de Prata”

Mais de 40 MX-5 no encontro inaugural de 2016

Foram mais de quatro dezenas as unidades do Mazda MX-5 que se reuniram em mais um passeio do Club MX-5 Portugal, o primeiro de 2016, no qual se ligou as localidades de Ílhavo, Figueira da Foz e Tentúgal. Fez-se, assim, jus ao nome de “Costa de Prata” com que se viu baptizado, num encontro das várias gerações do icónico roadster mais vendido do mundo realizado no passado Sábado (dia 23 Janeiro), e que se iniciou no Montebelo Vista Alegre Ílhavo Hotel.

Dali e antes de se fazerem verdadeiramente à estrada, os participantes foram convidados a visitar a fábrica da Vista Alegre Atlantis e respectivas lojas, onde alguns puderam adquirir peças do reputado fabricante nacional. O programa proporcionou, ainda, conhecer por dentro a Capela da Nossa Senhora da Penha de França, integrada no perímetro de terrenos da Vista Alegre, estrutura secular do final do Século XVII e que está classificada como Monumento Nacional.

Findo este primeiro momento de cultura histórica, a caravana de modelos das quatro gerações – NA, NB, NC e o recém-lançado ND – fizeram-se à estrada, acompanhados por algum tempo mais ameno que permitiu a abertura de algumas capotas, ajudando a embelezar os cerca de 120 km do percurso escolhido.

A componente cultural voltaria a surgir numa visita ao Núcleo Museológico do Sal, infraestrutura inaugurada em Agosto de 2007 que tem como objectivo a interpretação, valorização e difusão de testemunhos da secular relação do Homem com as salinas do Concelho da Figueira da Foz. Situado na Salina Municipal do Corredor da Cobra, este complexo cultural e ambiental integra, entre outros, um Armazém de Sal e uma Rota Pedestre pelo salgado. No processo explicaram-se aos presentes os grandes temas relacionados com o sal e a região.

O passeio “Costa de Prata” viu-se entrecortado por vários momentos de lazer, nomeadamente os de cariz gastronómico, nos quais se permite a troca de ideias, contar histórias deste e de outros encontros ou, simplesmente, destacar as virtudes dos diferentes Mazda MX-5. Duas dessas oportunidades tiveram lugar no almoço que dividiu o encontro, no restaurante Abrigo da Montanha e, mais tarde, a fechar o programa, na visita à Pastelaria Afonso, em Tentúgal, com um brinde junto aos tradicionais e tão saborosos pastéis.CLUBMX5 Costa_de_Prata_2770_CopyCLUBMX5 Costa_de_Prata_2774_CopyCLUBMX5 Costa_de_Prata_2777_Copy

 

LAND ROVER DEFENDER CHEGA AO FIM DE VIDA

LAND ROVER DEFENDER CHEGA AO FIM DE VIDA ESTA SEMANA

 

Por Alexandre Correia

 



LINHA DE PRODUÇÃO DO DEFENDER EM SOLIHULL FECHA ESTA SEXTA-FEIRA!



É provável que se trate da linha de produção de veículos mais antiga do mundo ainda em uso, pois já existia em 1948 quando começaram a ser fabricados os primeiros Land Rover, mesmo ao lado das linhas de produção dos automóveis Rover (a foto que publicamos é do final da década de 1950 e a fábrica ainda era partilhada entre os Rover e os Land Rover...). Mas a mais "velha" linha de montagem da Land Rover em Solihull, fecha de vez esta sexta-feira, quando for produzido o último Defender, pondo finalmente termo à produção deste modelo. A sentença de morte do Defender, esclareça-se, foi ditada pela entrada em vigor das normas de emissões Euro6 e não porque questões que se prendem com os equipamentos de segurança. Mas o Defender morre também porque já era tempo de passar, definitivamente, à história. O seu sucessor já aí vem a caminho. E John Edwards, um dos mais altos responsáveis pela Land Rover, afirma apenas que "não tarda muito a ser revelado", acrescentando que "as suas linhas permitirão que seja inediatamente reconhecido". E agora, é tempo de contar as horas que restam para a festa da despedida, em Solihull...


 

SUGESTÃO PARA HOJE

 

Relógios Bell & Ross

Sugestões para o Dia dos Namorados

 

Para assinalar o Dia de São Valentim, a Bell & Ross sugere o BR S Grey Camouflage para ela e o Vintage BR 126 GT para ele.

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


                       Para ela: BR S Grey Camouflage                                 Para ele: Vintage BR 126 GT

 

 

BR S Grey Camouflageum presente original para ela

O BR S Grey Camouflage reinterpreta a camuflagem com requinte e elegância. Repleto de detalhes femininos e com uma bracelete em cetim cinzento, este relógio marca a diferença pela sua originalidade.

Preço: 1.700€

 

Vintage BR 126 GT: Um presente sport-chic para ele

Simultaneamente desportivo e elegante, o Vintage BR 126 GT evoca a época dos pilotos de automóveis dos anos 70. A versatilidade deste relógio permite que seja usado em todas as circunstâncias, com uma elegante toilete ou com uns simplesjeans

Preço: 3.800

 

 

2z Copy3z Copy4z Copy

 

 

Bell & Ross em Portugal:

Os pontos de venda Bell & Ross em Portugal são a Anselmo 1910 (Lisboa), Boutique dos Relógios no Oeiras Parque, Carlos Joalheiro (Leiria), El Corte Inglés (Lisboa), Joalharia Cunha (Valença do Minho), Machado Joalheiro (Lisboa e Porto), Relojoaria Faria (Sintra), David Rosas (Lisboa; Matosinhos – Norteshopping; Algarve - Quinta do Lago; Funchal). A Bell & Ross também disponibiliza os seus produtos através da loja online, em www.bellross.com.

 
Mais artigos...

João Raposo

Telemóvel: +351 961 686 867
E-mail: jraposo-air@portugalmail.pt